Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

OS MENINOS ME COMERAM DE NOVO...

Continuação de As Aventuras de Lara



Quando acordamos do cochilinho na verdade já era hora de dormir.

Mas estávamos com muita fome, lágico depois de todo aquele sexo animal e tantas gozadas, não podia ser de outro jeito.

Falei que ia pedir uma pizza, os meninos concordaram, mas o Marcelo falou:

- Pede duas! kkkkkkk!

Era ábvio! Dois adolescentes e ainda por cima me comeram igual doidos! Uma pizza sá não ia dar.

Fui tomar uma ducha e quando desci a pizza já tinha chego, meus gatinhos nem me esperaram e já devoravam o terceiro pedaço cada.

Marcelo puxou a cadeira e sentei ao lado dele, comecei a comer e me veio um sentimento estranho. Tudo parecia tão surreal, eu tinha acabado de passar a tarde DANDO pra aqueles meninos e estava agora comendo uma pizza, isso nunca passaria pela minha cabeça, mas foi tudo acontecendo tão rápido, se tivesse planejado faria isso longe de casa, com quem não conhecesse, pra nunca mais ver.

Mas aí pensei, agora já aconteceu, tudo foi uma delícia, vou tentar agir normalmente e vou ver no que dá! Não tem do que ter vergonha. eu quis ser possuída por eles e amei cada segundo.

Sentei no sofá, fui passando pelos canais e já tinha assistido todas as séries que passavam no momento, falei que ia deitar, eles estavam tomando o resto do refri e ficaram me olhando subir.

Eu a cada degrau sentia a parte interna da coxa tremer, devido ao exercício de cavalgar no Luis!!!

Fui indo devagar e quando cheguei lá em cima olhei pra trás e falei:

- Vou deitar se depois quiserem ir dormir comigo, fiquem a vontade.

Sá ouvi de longe o Luis cochichando:

- Caramba meu! A sua cunhada é o máximo, posso dormir aqui então?

Ouvi o Marcelo:

- Pode né? Ela te convidou, vamos aproveitar e deixá-la doidinha de tesão enquanto eu estiver aqui...

No quarto passei meu creme hidratante de Vanilla e deitei pra ler um pouco enquanto o sono não vinha. Eram onze da noite quando o telefone tocou e era o Eric.

- Oi meu amor! Que bom escutar a sua voz, estou morrendo de saudades, você nem ligou esses dias, fiquei até preocupada. (muito preocupada, dando conta de dois garotos! hihihi)

- Ô minha gostosa, desculpe, mas é que estamos viajando direto e é tudo muito demorado, passagem de som, montagem, essas coisas e agente vai tentando controlar tudo, o tempo passa tão rápido, quando vejo já não é mais hora de te ligar! Mas e aí? Como estão as coisas? Tudo bem?

- Tudo bem sim, sá a saudade que tá fogo!

- Ai não fala assim que fico triste, já se passaram 19 dias, tá passando rápido o mês, daqui a pouco já estou aí pertinho de você.

- Hummmmmm, ai amor nem fala que já fico doidinha de vontade de você.

- Tá, então não falo e como você está se virando?

Naquela hora gelei...

Como iria falar pro meu marido que tinha tirado o cabaço do irmão dele, depois transado com os dois. Fora o amigo dele que nem contei. Fiquei com a voz engasgada e dei uma gaguejada:

- T...Tô...Tô bem até...Depois que o seu amigo foi embora, seu irmão logo chegou e não fiquei sozinha. É bom ter sempre alguém pra conversar.

- Ahhhhhhhhh! Que bom!!! Então está gostando da companhia do Marcelo? Ele está se comportando? Não está dando trabalho?

- Tá se comportando sim, está um homem já, uma graça, não dá trabalho nenhum... (nossa, que papo de velha pensei, mas tinha que continuar a conversa dele, não tive coragem de contar tudo)

- Que bom amor, olha foi uma delícia falar com você, mas estamos nos preparando pra entrar no palco, por isso te liguei antes, pra receber seu beijo de boa sorte!

Vou ter que desligar já...

- Tudo bem amor, boa sorte! Te amo! Saudades!

- Também te amo, beijos e até mais! Tchau

- Tchau...

Desliguei me deitei na cama olhando pro teto igual a uma adolescente encanada, que está perdida, com muitos pensamentos confusos na cabeça.

Tentei pegar o livro, mas tive que reler a mesma pagina três vezes e não entendi nada. Resolvi tentar dormir...

Me deitei embaixo do edredon peladinha, sem nada e dormi rápido.



Acordei com tudo escuro, sá sentindo dois corpos deitando ao meu lado.

Nossa que sensação gostosa, eu bem no meio de dois corpos firmes e quentes, como os homens são quentes! Adoro isso!

Já virei de frente pra um, ainda sonolenta, me beijou e descobri que era o Marcelo, seu pinto já estava duro e roçando nas minhas pernas, Luis me encoxava por trás e me abraçava beijando meu pescoço.

Nossa! Já comecei a pirar de novo, estava bem espremida entre aqueles dois gostosos e suas rolas duríssimas, em ponto de bala!

Marcelo me acariciava os cabelos e me beijava docemente, ele acendeu a luz do abajour e pude ver os dois.

Luis por trás, me apertava e amassava os seios, passava a mão pelo meu corpo bem de leve, todas aquelas mãos faziam-me arrepiar muitas vezes seguidas, ele me beijava o pescoço me apertando com o pau, esfregando ele na minha bunda e eu segurava levemente o pau do Marcelo, que não parava de passar a mão pelas minhas pernas, aaaaaaaaaahhhh! Sá posso dizer! Que delícia!

Eram tantas mãos e aquela cena sá me dava muito tesão e por mais que a minha xaninha estivesse toda ralada e inchada ela latejava querendo mais.

Eu já sentia o melado saindo dela e lambuzando a coxa, Luis passava a mão nela espalhando mais, senti ela tão gostosa que também comecei a passar a mão, molhei bem os dedos com o melzinho e passei no pau do Marcelo, deixando bem escorregadio, eu batia uma pra ele bem gostoso e ele me beijava mais forte, eu sentia sua respiração mais ofegante!

Adoro isso!

Ele agora amassava meus peitos com força e forçava o pau na minha mão, movimentando o corpo no ritmo que ele comandava.

Luis agora encaixava o cacete na portinha da minha bucetinha, foi pincelando e forçando ao mesmo tempo e ele foi entrando cada vez mais, ela estava ardendo, mas eu não aguentava mais de tesão, queria ser penetrada de qualquer jeito, forcei o quadril pra trás e aquela pica entrou todinha de uma vez!

Huuuuuummm! Gemi gostoso!

Virei pra trás e o beijei, ele segurava uma perna pra cima e metia a rola em mim, eu nem mexia o corpo me rendendo à todas aquelas sensações sem parar de punhetar Marcelo, que sem meus beijos gemia e metia o pau na minha mão cada vez mais rápido.

Luis bombava gostoso e começou a ir mais rápido, gemendo também gostosamente em meu ouvidinho, senti que Marcelo já estava pra gozar e pedi pra ele:

- Vem meu gatinho goza na minha boca, deixa eu te chupar pra sarar, que ele deve estar raladinho também, de tanto que me comeu hoje, vem dá ele aqui.

- Isso, chupa que ele tá precisando, você ralou todo ele com essa xana gostosa.

Segurou o pau e foi enfiando na minha boca, eu ainda de ladinho e o Luis metendo, bombando gostoso e se concentrando pra não gozar, mas ficou olhando eu chupar o Marcelo e começou a ir mais rápido até explodir de gozo com aquele pau grosso dentro da minha xaninha.

Ficou ainda agarradinho em mim, me beijando o pescoço e esfregando meu grelinho, pra eu gozar também.

Marcelo foi metendo na minha boca indo até onde dava, bem fundo, ia devagar e quase parava lá dentro, tirava e colocava de novo, eu sentia seu corpo se contraindo pra não gozar.

Eu ainda estava com o pau do Luis dentro de mim, ele me esfregando bem gostoso, e aquele pau grande do Marcelo na minha boca, comecei a tremer o corpo todo, respirações descompassadas, movimentos descontrolados e como numa explosão eu gozei na mão do Luis, tremi mais algumas vezes, tendo espasmos , e o mais gostoso foi gozar com aquele pau na boca, me fazendo gemer bem abafado.

Marcelo já não aguentou mais, me sentindo gozar e me tremer toda, ele atolou o cacete inteiro na minha boca e gozou gostoso.

Já nem tinha mais leitinho quase, de tanto que ele tinha gozado hoje, chupei mais um pouquinho limpando tudo e ele tirou o pau, deitou todo mole ao meu lado.

Luis me apertou mais contra seu corpo, me abraçando gostoso, seus ombros largos e braços fortes me enlaçavam quase toda, me fazendo sentir pequenininha...

Adoro me sentir assim, abraçada, protegida, enlaçada...

Senti sua respiração mudar e seu corpo ficar mais pesado, deixando seus braços com um peso imenso sobre mim...

Já estava dormindo, mesmo assim continuei lá, estava muito gostoso e eu relaxei mais ainda aproveitando o gozo....

Aaaaaaaaahhhhh!

Que delícia esses dois!

Marcelo virou de lado, olhando pra mim, me beijou de novo e ficou fazendo cafuné até eu dormir...

Dormimos assim, os três abraçadinhos.

Maravilhoso!

Quero mais o quê?





http:contosdelunalee.blogspot.com

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de cú por medoContos minha irmã e minha putauma x aninhar bem lisinha e gostosaconto comendo a mestiçaconto sentei no pau do meu tio com dez anosconto sexo minha noiva virgemrelatos de comadre dando a buceta pro compAdrecontos eróticos disneylandiaPorno contos avo's maes lesbicas iniciando suas novinhas em orgiasconto sexo fred passa vara barnymulheres com dhorte branquinho com cuzaocontos sexo a primeira vez que comi o travestisDei a buceta contoconto erotico niseta bebadacontos eróticos de tip enrabando garotinha Contos eroticos fudida no metro por 4contos eroticos como aprendi a gostar de pau grandeconto erotico a calcnha fedida da minha tiacontos fudi minha filha evangelicaa minha prima rabuda me deu seu cu conto eróticosConto comi a garotinhavideo fui enrabado no acampamentocontos eroticos humilhadaRelato picante namorada bate uma punheta pro namorado no provador de roupasconto erotico minha esposa com o pateaoconto erotico minha prima malvadacontos eróticos caminhoneiros animaisRelatoeu meu amigo comeu minha esposa e eu mim dei mauconto erotico minha mae chupava minha bucetianha deus de pequenacastigocontoseroticocontos eu senhor josevideornpossagora sou viado dominado pelo machoConto comi minha mae no celeirocontoseróticos, chantageadacontos madre superiorasContos Eroticos de meninos gays no orfanatoO amigo dele me comeu contoscontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidomunher ce mastuo eu fiContos eroticos de travestis tarados.contos eróticos tia religiosaconto erotico com a diretora da escolaconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhacontos eroticos chantageada pelo segurança da lojaconto erotico me comeram sem piedadefalei para minha esposa sobre o pauzao do pedro contorelatos de casadas que treparam vom suas cunhadsscontos foi comer a bct escorregou e pegou no cu vijen delagaroto.burrinha.zoofilia.contoMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu paude menor dormino e o padrasto foi la e comeuconto meu pai descabacou minha irmahomens delirando de tesão com um pau enterrado no rabocontos eróticos filho olhando debaixo da saia da mãeconto real dw uma casada que virou puta de outrocontos eroticos gay vadiacontos eroticos de gabycontos eróticos gay lambendo o cu do macho heterocontos eroticos comi minha prima no rodeiocontos eroticos sbcver contos de lesbicascontos eroticos traindo marido na Sala ao ladocontos exitantes comi a mulhersinha domeu patrão na cama delecontos eroticos com escravas sendo humilhadacontos espreitei pais a fuder bati punhetacontos eroticos primeira vez que dei o cucomi a n********* na mata contos eróticossegurando o pingelo delagarota pauzeraFui Comida pelos colegas do colegios contoshttp://contos eroticos mulher pega carona e estrupadaRelatos sexuais me encoxando na cozinha e o corno na salacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticofui currada na frente do meu maridoContos eroticos boa noite cinderelaCasada viajando contosafeminando o corno contocontos eroticos cu virgemContos eroticos,dp com os amigos do meu maridoconto comeu a mae no onibusconto trocando as filhas