Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ALERGIA GENITAL

Meu nome é Paulo, tenho 31 anos, solteiro, medico dermatologista. A Historia de aconteceu comigo foi em meado de janeiro de 2007.

Por volta da 17:30h minha secretária avisa que havia um paciente na sala de espera que precisasse de uma consulta fora da agenda, perguntando se era possível, sempre que possa atendo para da agenda não vejo nenhum problema pelo contrario.

Quando a paciente entrou no consultário, era uma moça de aproximadamente 19 anos, depois li na sua ficha que ela tinha 20 anos.

Perguntei qual era o problema e ela disse que estava sofrendo com uma alergia que não sarava, foi em vários médicos e nada de resolver seu problema, apás a conversa perguntei onde era a alergia e ela com muita vergonha disse que era em sua genital, pedi para irmos até a maca e disse a ela que poderia se trocar no banheiro, logo ela veio com o roupão e deitou na maca. Quando abri seu roupão pude ver como era lindo seu corpo e sua bucetinha, era bem pequena sá tinha um risquinho e uns pelos ralos loirinhos.

Realmente estava muito irritada perguntei a ela se havia usado gilete, ela disse que não, perguntei se havia feito depilação, ela disse que não precisava pois tinha pouco pelo e fininho, fiquei louco. Como era muito gostosa resolvi fazer uma avaliação melhor, abri suas pernas e logo em seguida seus lábios vaginais, havia apenas um pequeno orifício e ainda virgem, fiquei mais louco ainda e ainda mais a alergia se estendia para o anus.

Clinicamente falando não havia nenhum problema, então pedi para ver a calcinha dela, a principio ela ficou irritada com o meu pedido e que nenhum medico pediu isso para ela e que me denunciar no CRM, a tranquilizei e expliquei que algumas alergia poderia ser originaria da calcinha, então ela concordou e buscou a calcinha, era de renda bem pequena, fio dental. Pedi que a vestisse para ver onde era a área de contanto que por sinal era onde havia a irritação, depois que vi ela vestida com a calcinha meu pinto já estava duro e estava machucando devido a calça.

Voltamos para a sala e orientei ela a voltar depois de uma semana e que durante esse período não usasse calcinha ela concordou e disse que se não resolvesse eu estava ferrado por tamanho constrangimento. Apás um semana ela voltou com uma cara super feliz, fiz nova avaliação e sua alergia tinha sumido para minha surpresa ela estava sem calcinha e me disse que nunca mais usaria e como agradecimento pelo alivio de tanto sofrimento me daria um presente, pois tinha percebido que fiquei de pau duro e ia me dar sua virgindade de presente.

Abriu meu zíper e deparou com um presente meu um pinto não muito grande de 19 cm mas muito grosso tadas as mulheres com quem trasei chorou na primeira vez, para vocês leitores ter uma idéia pegue uma régua e meça 19 cm e enrole esse é o diâmetro do meu pinto. Ela não sabia como pega-lo eu ensinei e ela chupou sá a cabeça é o que cabia na boca dela, tentou desistir mas disse que sabia o que estava fazendo, tanto é que sua alergia sumiu, ela concordou, comecei a chupar sua bucetinha que estava pingando, molhando suas pernas depois que ela gozou na minha boca coloquei sá a cabecinha e fiquei brincando, derepente enfiei um pouco, na hora ela gritou e chorou, fiquei parado uns dez minuto para ela acostumar sá apás ela pedir comecei um vai e vem, o pior ainda estava por vir não tinha enfiado tudo, quando ela começou a gemer de orgasmo enfiei o restante ai ela gritou de dor e orgasmo, foi algo fora do comum. Transamos durante umas duas horas, foi quando ela ficou de quatro e disse enfia tudo de uma vez sem dá, atendi seu pedido, achei que ela ia desmaiar, mas aguentou sem reclamar e ainda gozou umas quatro vezes. Enfiei o seu no seu cuzinho ela desesperou, coloquei a cabeça e ela sozinha enterrou o restante, chorou um pouco mais depois de dez minuto foi mais uns três orgasmo anal.

Foi um final de tarde excepcional, tive que levar ela em casa não aguentava nem andar, por sorte não havia ninguém em sua casa, coloquei ela na cama e fui embora.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto de estupro de colegiaiscoroas ponheteiras e chuponasconto noivo corno na sala porta abertacontos eroticos comendo a helena empregadacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casasou novinha a timo porra contoscontos toqei uma siririka cm uma cenouracontos porno travestis estupros sadomazoquismocontos eroticos dei p meu clientecontos eróticos de bebados e drogados gayscontos estupro teenmeu aluno bate punheta olhando minha bundaContos excitantes sou gaúchacontos eróticos com idosas viuvascontos vendo a irma sendo fodida betinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos estupradas por pivetesContos erótico eu casada dando na pescariacontos eroticos.deixei meu amante se exibir pra minha filhacontos eroticos primeiro empregoconto erotico em contrei droga no quarto da minha irma chatagiei e comi o cu dela com 22 cmcontos eróticos dei ele chupar meu seio no meio da pista de uma boatesocando na minha irmã compressão sexecontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado delecontos eroticos incesto lesbicas zoofilia eu, minha mae e o cavaloestava carente contos eróticoscontos eroticas uma rapidinha e um goso gostosocorno chama africano super dotado pra arrombar a esposa contosemtiada fas sexo e masseje em padratomimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gayReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicookinawa-ufa.ruConto erotico dotado no vilarejoconto eróticos entre amiguinhas do colégio cu da titia com manteiga xnxxconto anal evangelica carnudaEntro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porracontos eroticos menina safadafui confundida por garota no carnaval e acabei sendo enrabadoporno-jorando esperma em buceta gostosa usando siringarcontos eróticos de incesto com a irmã caçulavidio porno de marido trasando com a esposa em quanto ela faz ais coisas na continhaconto erotico o viadinho de calcinha e shortinho estupradose um homem excita uma mulher e demora muito para penetra-la ela pode sentir uma dorzinhaeu quero história comendo a minha vizinha e ela nem dá bolavideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhacontos de sexo conheci no.onibusContos eroticos com amigo do meu maridocontos do sexo menina mimadacontos eroticos encestomandei minha namorafa chega gosada contos eroticoscontos eróticos de garotas f****** velhosogra loira novinha chupa maridos Eugêniovideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadaConto erotico menina curiosacontos erotíco antes ser abusada pelo meu tio ja levava ferro do mu paiconto erotico novinha viu cavalo arregaçando eguaContos eroticos estruparam minha avo e mamaeContos gravida de outro marido adoroucontos o bandido tava na seca e me comeunudismo com meu irmaoconto erotico do viadinho de calcinha na casa do tiofazer sexo sem amor gostoso meterolaFeirao big foto penetrando no cuzinhohttps://idlestates.ru/conto_3484_desvirginando-minha-querida-irmazinha.htmlhttp://contos eroticos mulher pega carona e estrupadamulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigaminha mulher e travesti contos eroticoscontos de cú de irmà da igrejaConto erotico comida por dois pirocudoloiro do olho verde me fazendo um boquete gostoso perto da piscinacomtos de sexoContos o carcereiro comeu minha bucetamomento papo de mÃe pornoCasada viajando contosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuconto estrangeiro picudocontos eroticos de maes prostitutas com seios enormes com filhoscasa do conto erotico velhasenteada nua contosTennis zelenograd contosimpatia comer cunhadacontos eróticos sobre irmã bucetudafui pego de calcinha pela minha irmaLoira de itanhaem mostrando os peitosNoiva dei meu cu ni churrasco da empresa meu marido tava la contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casa