Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENCOXANDO NEGUINHA BUNDUDA BAIXINHA NO TREM

Olá. Deixe-me fazer uma breve introdução neste meu primeiro conto.



Durante muitos anos fui Office-Boy e costumava pegar vários ônibus todos os dias. Isso me fez ficar craque na arte das encoxadas por muito tempo.



Infelizmente, esse tempo passou; mas não quer dizer que não continue encoxando ocasionalmente. Trabalho de roupa social todo dia, e costumo utilizar o transporte coletivo em São Paulo por conveniência e por prazer ;)



Outro dia, por exemplo, estava pegando o trem lotado, sem estar muito mal intencionado. Porém, o trem estava realmente lotado, e fiquei na parte que menos atrapalharia quem estivesse entrando: do lado da porta, mas não de frente para ela. Existe um pequeno espaço nesse local, onde estava eu e, do meu lado, uma mulher de jeans e virada de lado e de costas para mim. Eu e ela segurávamos no cano acima de nossas cabeças, e eventualmente ela dava alguns esbarrõezinhos com sua bunda em minha coxa.



Porém, no começo do corredor, quase do meu lado, estava uma neguinha meio gordinha, baixinha, com uma cara de poucos amigos, mas com uma barriguinha deliciosa que dava para ver o umbigo e uma bunda extremamente grande e redonda para sua altura (eu não sou alto, mas ela era mais baixa ainda!).



Fiquei secando demoradamente aquela barriguinha e aquela bundinha deliciosa, mas em nenhum momento saí do meu lugar inicial do trem. As pessoas é que iam passando para o corredor ou saindo dele.



A baixinha neguinha vestia uma pequena blusa aberta e um top, onde conseguia se ver sua barriguinha meio redonda com peitões bem generosos. Do lado de baixo, uma daquelas calças e moleton branca com figuras bem apertada. Uma delícia para encoxar, pois ela sente seu pênis se esfregando, e você sente a bunda dela, que no caso era um pouco mole mas com muita "sustância", do jeito que eu gosto.



Mas não tínhamos encostado um no outro ainda. Um senhor bem mais velho entrou em uma estação e resolveu encostar-se bem atrás da neguinha. Enquanto isso, flertava levemente com a outra mulher e sua bunda dentro do jeans.



Eis que entra mais uma mulher na jogada: uma negra de altura mediana e vestido alaranjado, que vai do ombro aos pés. Ela entra meio apressada naquela algazarra e eu deixo um pequeno espaço para que ela fique do meu lado. Ela vem com uma certa pressão e vai se colocando aos poucos na minha frente. Como eu já estava esfregando minha coxa em sua bunda, não grande, meio mole e que dava para ver o "meinho", ela foi cada vez mais ficando perto de mim, até que na práxima estação, que encheu mais ainda o trem, ela se agarrou no cano, ficando perto dele mas um pouco afastada, e eu fiquei bem atrás dela, já mirando meu pau bem no meio da bundinha dela.



Fique então esfregando e ajeitando meu pau atrás dela. Ele naquele dia estava mais virado pra direita, mas eu endireitei ele com uma mão e deixei bem de frente para o meio da bunda dela, pois minha posição estava bem "privativa" naquele trem, com ela sá pra mim, que, pelo jeito, estava gostando muito.



Então eu comecei a empurrar levemente para a frente e para trás, pros lados, no ritmo do trem, e ela foi levada junto comigo. Parecia que já estava estocando no meio daquela bunda que encaixada direitinho com minha altura.



Até que tive que dar licença para um monte de gente descer em uma estação intermediária. Isso fez com que eu fosse "espirrado" de volta do lado da negra mediana. Por outro lado, a neguinha baixinha já estava meio irritada com o velho atrás dela e se colocou na frente da negra de laranja, ficando com sua enorme bunda agora do lado do cano, quase onde eu estava.



Daí foi inevitável. Aos poucos parte da polpa de sua enorme bundinha foi se alojando do lado da minha coxa, e pelo jeito era exatamente isso que ela queria, pois estava indo cada vez mais ao meu encontro. Meu pau estava a riste, e ela em uma série de movimentos ajudados pelo trem, e eu, "indefeso" e sendo jogado do lado dela, encostei brevemente, mas deliciosamente, meu pau todo melado em volta de sua bunda reconda e deliciosa, molinha como eu pude constatar dando pequenas apertadas com a coxa.



A grande vantagem dessa vez foi que ela era bem baixinha, de forma que conseguiu passar de baixo do braço da negra de vestido, e se achegou mais perto de mim. Era uma neguinha bem safada, pois fingia que estava irritada com a situação, mas cada vez ia mais perto de mim.



Quando o trem saiu de uma estação e foi para a nossa, me inclinei e virei para o lado da porta. Ela fez a mesma coisa, quase se colocando na minha frente. Mas não foi dessa vez. Já estava extasiado e valeu a experiência, para quem não esperava nada naquele dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu marido viu os amigos dele me comerem contoscontos de safadas que trabalham em frigorificocomi minha prima no esconde-escondesafada da internet contoCoroas casadas trepando com novinhos contosconto erótico sentada melcontos, a amiga de minha filhinha na casa de praiaContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadoconto erotico mano pauzusdocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos amigo tarado do meu amigo me pegou a forçacontos gorda casada mae que mete com treis garotosContos eróticos tremcastigando o rabo da minha esposa com a ajuda da sogra contos eroticoscontos eróticos isso bate, bate mais aiii aicontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eroticos exibindo pra piralhosmeto pau duro na boca da tia dormindo sonocunhado crente casado,contos eróticoContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposacontos filha peituda provoca seu pai de baby doll ele fudeu elacomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho relatos eroticos eu minha mae e meu amigo pedrominha esposametendo com travestis contoscontos eroticos tive que dar pro homem da funerariacontos gosto de ver meu marido usando calcinhaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorContos erotico de.casada 2 garotocontos e historia de sexo entre genro e sogra amantesconto tia velha safadacontos eróticos me aproveitei da cunhadinha contos eróticos primo de nanecontos dei a buceta para meu patrao na fasendabia cadela contosex bem dotado contoCasada viajando contosContos eroticos gay Peguei no pau do meu irmao no quarto na belichecontos eroticos de mulheres co mendigoscontos eroticos mamas tetas puta peitos nicoleTomei rola preta de 25cm do padrasto. Conto erótico heterossexual.menima dez anos peito durinhoo conto belos seios fartosCasada viajando contosdedada esposa corninho rindo otário contocontos eroticos de pintorSexo no consultorio medico contosiniciacao putaria bi conto eroticopornotrasandocomatiavidio porno um loko da cabeça cumeu a força uma gostosa na cademiacontos incesto engravidando a tiacontos provocandocontos de cú de irmà da igrejacontos de coroa com novinhocontos erotlcos minha esposa solangeContos incesto pai piao de rodeio e filhaconto chantagem enteadacontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra Contos de tesao por uma mulher casadacontos eróticos aposta infeliz diretor da empresahttp://max prime gay vibrado cosolo esga no cu na hora vidiocontos eróticos menininhanoite maravilhosa com a cunhada casada contossequestradaxvidiodei massagem na madrinha casada contocontos eroticos/ coroa viciada analcontos eróticos minha mulher tem sono pesadofilmou o semen saindo da xoxotaesposas evangélicas fudendo com entregadorescospidas na boca porno lesbicasminha madrasta querida contosContos eroticos fudim minha filha a foçacontos comecei a bater punheta junto com meu irmaocontos meu marido bebado e eu trepamdo com bemdotadocomi o marido de minha prima ma cama deladormino na mesma cama com duas irmas fudeno uma e a outra ficano com tesaoconto gay bundudo e pego pelo vizinhocontos abobrinha na bucetaContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas balancando os pestia gordinha espiando contoscontos eroticos gratis de aeromoca. bissexualfala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristacontos minha primeira vez a trescontos eróticos satisfazendo as fantasias do maridocontos eróticos gay meu primo cumeu meu cu no sofauma aluna virgem, conto eroticoComi no bar contos erotico brasilContoseroticosdesolteirashttp://idlestates.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmlNovinha putinha bebada contosa vovo gostosa conto erotico