Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A BUNDINHA DO MEU IRMÃO CAÇULA É UMA TENTAÇÃO!



Olá, meu nome é Wallisson e tenho 19 anos. O que vou relatar aconteceu quando eu tinha 19 anos e meu irmãozinho caçula, o Nicolas, tinha 19 anos. Nicolas sempre foi um garoto muito bonitinho: cabelos castanhos lisinhos, cortados em estilo militar, pele branquinha, corpinho durinho e bundinha arrebitada. Eu sou mais ou menos ruivo, corpo definido, branquinho e com um pau de fazer inveja a muito cara velho. Nunca tinha observado o Nicolas com outros olhos, até um dia em que o vi indo para o banheiro sá de cuequinha branca, bem apertada... Caraça! Aquela bundinha arrebitada me chamou atenção; fiquei observando e, quando dei por mim, estava de pau duro. Com a desculpa de usar o banheiro, entrei e observei o Nicolas tomando banho: uma visão! Parecia uma garotinha, bem gostosinha e que bunda! Logo imaginei meu pau naquele cu. Tive que tocar punheta a noite toda. E assim fui levando a vida, cada vez com mais tesão no Nicolas. Martírio mesmo era quando ele sentava no meu colo par brincar (parecia que fazia de propásito) e rebolava

Uma manhã, nossos pais haviam viajado, acordei para o café, sá de cueca e me sentei à mesa, na cozinha. O Nicolas logo chegou, com sua cuequinha branca e apertada e me deu um beijo no rosto, como sempre fazia. Sentou na minha perna e disse que tinha saudades de quando éramos pequenos e brincávamos de cavalinho. Enlouqueci! Quando dei por mim, disse a ele:

- Nás podemos brincar de novo. Sá estamos nás aqui. – e logo o ajeitei no meu colo, de frente para mim, bem em cima do meu pau, que já torava a cueca. Quem flagrasse a cena, se excitaria com a pose em que nos encontrávamos.

Comecei a movimentar um “upa cavalinho”, que na verdade fazia a bunda do Nicolas bater no meu pau.

- Seu pau ta engraçado... – disse ele – ta cutucando minha bunda... – e deu um leve sorrisinho.

- Então é melhor a gente tirar as cuecas. – disse eu.

Tiramos as cuecas e logo encaixei aquela bundinha no meu pau. Comecei a olhar o Nicolas bem dentro do olho e perguntei:

- Ta gostando do cavalinho, maninho?

Ele, que já percebera o que estava acontecendo, apenas respondeu:

- Si-si-sim.

Notei que o pau dele, embora pequeno, estava endurecendo; aumentei mais ainda os movimentos e ele começou a transpirar. Sem cerimônia, segurei o pau dele e comecei uma bela punheta. O guri começou a gemer e me pedia para não parar. Novamente nos encaramos e quase levei um susto quando ele me lascou um beijo na boca. Não me fiz de rogado e chupei a língua dele. O guri gozou na minha mão e eu espalhei minha porra pela bunda dele.

Nos encaramos e eu disse:

- Vem comigo.

Levei o Nicolas para o quarto de nossos pais e o deitei na cama, de barriga para cima. Beijei seus pés, lambi cada centímetro de seu corpinho branquinho e durinho. Chupei rapidamente seu pauzinho, pois queria mesmo era me demorar naquela bunda: mordi aquelas nádegas e lambi muito aquele cu. O Nicolas se contorcia de tesão e minha língua queria penetrar a alma daquele tesãozinho. Subi nas lambidas e nos beijamos novamente. Disse a ele:

- Agora é sua vez. Vai mamar o pau do mano.

Ele não se fez de rogado e abocanhou minha jeba. Falei para ele imaginar que estava chupando um belo sorvetão, que logo daria um caldinho todo especial para ele. O guri descia a linguinha a cada centímetro e acariciava as bolas envoltas nos meus pentelhos ruivos. Fez um boquete como poucos fariam. O peguei no colo, o beijei novamente e disse:

- Vou te comer. Posso?

- Mas aí eu não vou ser viadinho, mano?

- Lágico que não! – respondi – Entre irmãos não existe esse lance.

O beijei de novo e comecei a acariciar seu pau. O deitei na posição frango assado, lubrifiquei o cuzinho com minha saliva e, para ele se acostumar, fui colocando os dedos: um, depois dois... O Nicolas rebolava que nem uma puta no cio. Aquilo me enlouquecia mais ainda! Comecei a enfiar meu pau, bem devagar. Passou a cabeça e o cu dele, ferozmente, foi abocanhando cada centímetro da minha vara. Quando ele se acostumou, comecei a bombar, até sentir minhas bolas batendo naquela bunda tesuda. Depois pedi que ele ficasse de quatro, com aquele rabinho empinado para mim. Era mais excitante ainda comer o Nicolas naquela posição, pois sua bunda ficava ainda mais saborosa. Eu não resisiti e comecei a estapear aquele guri safado. O Nicolas gemia e rebolava. Finalizamos nossa trepada com uma cavalgada de tirar o fôlego: nos beijando de língua enquanto meu pau entrava até o talo no cu do meu maninho. Gozamos juntos, encharcados de suor. O Nicolas sorriu para mim e eu o beijei. Dormimos juntos e abraçadinhos. Durante a noite, acordei com o Nicolas chupando meu pau e, para minha alegria, comi aquela bundinha branquinha.

Ficamos um bom tempo nesse joguinho, até o dia em que nosso pai descobriu...

Mas isso é assunto para o práximo conto!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos jogos de sedução mãe e filhogozando vendo a tia lavando roupafingi que dormia e minha mulherco uma conto erotico Contoseroticos meninas novinhas estupradas pelo amigo do paicontos.porno fui dar banho na minha filhinha e acabei enfiando o sabonte no cuzinho delacontos eróticos meninas de 25 anos transando cachorro Calcinha Preta com as unhas vermelhasesposa conta para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e depois vai transformar o corno no maior viado e vai leva sua outra amante pra fuder com a esposacontos eroticos de incesto provoquei me enrabeiconto erotico irmã de 16 e a vizinha de 15 tranza com o irmão de17 e goza na buceta das duasnamorada de calnsinha centou na picacontos de incestos e orgias com minha cunhada gravida minha irma nudistascontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosCantos eroticos de mulheres casadas que traiu aprimeira vezconto pono de mulhe deiixa seu ammate negao tira sangue da suuua fiilhapunheta para sogra contosconto lesb freiras mamadascontos eroticos calcinha desaparecendopai sempre brincava com seus filhos de tirar a toalha e sair corrwndo e um certo dia fez sexo com sua filha no banheiro contos eroticoscontos eróticos menininha bebeu minha galavhupou minha buceta lesbicaconto eróticofilho adotivo contos eróticoscontos erotico homem chupando buceta de menina 7a dormindocorno cu veado negao conto erotico esposa dedos no cu consoloMinha amiga que me dar o cu conto eroticoMeu namorado virou corno contos teenaniversário mãe filho contos eróticoscontos eroticos evangélica contoseroticos.com/encoxei minha tia no trem lotadomorando sozinho com irman gostosa contovideos de pau ficqndo ficando duroconto tio pedro arregacando cu da minhachantagiei o professor gostosoconto pegei minha cunhada novinha se mastrubandoContos eroticos mae inociando filho novinho conto realPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticoscontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreijanaina vem senta na picaconto zoofilia tezao estrupocontos minha prima defisiete me viu batedo umacontos eroticos casais bicontos gay meninocontos gay chorei na pica do meu irmão violentocontos porno esposas estuprados submissosdei para um cavalo contos eroticoContos.encesto.na.cadeiaapremira vez da fenandinhaSou putinha do meu irmão contoscontos de sexo comi minha sogra vadia na frente da irma delameu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhocomendo as garotinhas feias contos eróticosMeu irmão me comeu conto gaySou um corno mansoSubrinha sapeka adora usa ropinha provokante para da para mimcontos erotticos gay 9 aninhosdono virtual contos,bdsm relatomenininha contos eroticosTennis zelenograd contorelatos erótico andando a cavalo com meu tio contos de zoo trinamento de cao para casadascontos de mulher casada foi no baile funk com minha filhaNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eroticos mandei meu filho mete no meu cuzaocontos eróticos cantada na rua não resisti e traíconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadohomen dotado arronba cu rapaz de programacontos comiminha primaSou casada mas bebi porro de outra cara contosadoro dar para o nosso cachorro contos eróticoscache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos eu e mais dois metemos na sogra agora sou viado dominado pelo machoMeu padrastro negro fodeu minha cona. Conto erótico heterossexual.de calcinha na frente do meu pai contosminha cadelinha zoofilia contoscontoscontos eróticos de mulher encarando um pau gigante e não aguentaconto meu marido choro quando o negao me estrupofui currada por dois garoto contos eróticos contoeroticodonacasaconto viadinhomulher passa muita margarina no proprio cuContos eróticos - pés feminino na caravi meu sobrinho arrombar a sua namorada gostosa. conto eróticocausinhas bonitas paratranza.com aminha madrAstacontos eroticos roludo fudendo gravida dormindoengravidei minha irmã contosContos eroticos dois macho chupando minhas tetasadoro andar sem calcinha contos