Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMIGO BEBADO, MULHER FACIL.

O que contarei hoje, aconteceu neste fim de semana, e ainda fico meio arrependido pelo feito, mas confesso que foi muito gostoso.



Cmo ja falei em outro conto, sou sou alto, magro, pele clara e cabelo preto, e 25 anos



Tenho um amigo de infancia, que somos muito apegados, sempre farreamos juntos até eu me casar, e mesmo depois continuavamos saindo pras cervejadas e tal.



Há um ano ele está casado com uma morena linda, estatura media, peitos normais, mas uma bunda linda.



Sempre frequentei a casa deles, e eles a minha, nunca olhei com malicia nenhuma para a esposa de meu amigo.



Neste fim de semana, decidimos sairmos juntos para uma balada qualquer e fomos, pra não ficar de vela convidei uma velha amiga minha para me acompanhar, e fomos para uma das boates de nossa cidade



Dança vai, bebida vem, minha amiga arruma um rolo e me deixa de vela ali no meio, logo comecei a procurar alguem pra mim, mas sem sucesso acabei sentando em uma mesa, quando vejo uma loira bonita me olhando do bar. a convidei para sentar com um sinal e ela veio...

Conversamos um bocado, e rolou uns beijos, tentei carregar essa loira para minha casa de qualquer forma porem ela queria que eu arrumasse alguem pra uma amiga dela, o negocio é q eu nao conhecia ninguem alem de meus amigos, e nao levaria 1 cara estranho com outra estranha pra minha casa sem eu ver o q estariam fazendo.



No final trocamos telefone e marcamos o encontro para outro dia.



Depois de algum tempo na boate, percebo meu amigo ja alterado pela bebida, e algumas horas depois, ja distraido, sua esposa me chama pra leva-lo embora pois ja estava fzendo fiasco.



Escorei ele no meu ombro e levei ate o carro. Procurei por minha amiga, porem nao encontrei-a e acabei a abandonando, mandando 1 torpedo em seguida relatando o acontecido.



Como eu havia tomado sá uma lata de cerveja e muito energetico e refri, ja prevendo que teria que dirigir, peguei o volante e fomos embora.



Chegamos na casa do casal, onde largamos o pinguço ja desmaiado na cama. Ela me convidou para tomarmos um alcool, ja que ele nao aguentou e ainda era cedo da madrugada.



Inocente, aceitei o convite, e depois de muitas eu ja estava alterado e ela tambem.



Ela começava a falar que estava louca por sexo e o marido dela desmaiado, eu sem graça, mesmo bebado....



Ela acabou levantando e na tentativa de ir ao banheiro cai no meio do corredor, eu vendo aquilo, ja bebado tambem vou la ajuda-la preocupado se ela havia machucado.. com muito esforço a levantei e a levei no banheiro, esperei no lado de fora, e quando ela sai a ajudo novamente a voltar pra sala..



A garrafa de vodka ainda tinha metade quando ela decidiu que iria secar tudo aquilo, eu tentei faze-la parar mas ela quase me espancou, entao a deixei beber, que nao durou muito, bebeu uns 4 goles e desistiu da façanha, entao se abaixou para colocar a garrafa no chao e acabou caindo de 4..



o vestido que nao era mt comprido e era meio colado levantou, mostrando tudo, ela estava sem calcinha e meu pau levantou naquela hora...

ela vira, me olha com cara de puta e diz: me ajuda a levantar?



confesso que ri na hora e ajudei, quando a levantei ela beija minha boca, e eu sem saber o que fazer retribuo o beijo...



enquanto ela me beijava ela abria minha calça, quando percebi a calça desceu, e ela logo enfiou a mao em minha cueca, tirando meu pau pra fora. eu falava para ela parar, mas quem queria mesmo era eu, estava louco de tesao e a bebida tinha colocado o "modo foda-se" ligado. nao resisti, e depois de muito beijo e pegação, levantei o vestido dela, e daquele jeito mesmo a empurrei para o sofa, deitei-me em cima e sem camisinha coloquei meu pau pra dentro, fodemos feito loucos, de 4, 69, frango assado, papai mamae...



ja estava amanhecendo quando paramos, o alcool ja tinha perdido 1 pouco do efeito. e o arrependimento começa a bater, tomamos banho juntos, mais um boquete delicioso dela no chuveiro, e fui dormir em um quarto que sobrava na casa.



Algumas horas depois sou acordado por meu amigo me dando travesseiradas e me chamando de vagabundo por estar dormindo ainda.

Nesta hora que o arrependimento bateu de verdade, enganei meu melhor amigo, aquele que sempre me apoiou em tudo.



A esposa dele estava normal, com uma puta cara de ressaca, mas agia normalmente, sera que ela se lembra do que aconteceu? nao sei, sá sei que eu me lembro e nunca vou me esquecer dessa covardia que fiz com meu amigo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu padrasto meu donocontos erótico paizão enrabar filho gaycontos esposa olhos vendados fudendocomtos eroticos peituda na escolaChat Amo sexoavivocasa do conto erotico velhasconto erotico a esposa do meu irmao disse que que tem um pauzinhocontos comeram minha mulher no colegioContos erotico peguei minha mae a forçacontos de incesto por chantagem do filho com a maeContos eróticos - fudendo com dorNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos de cú de irmà da igrejaMulheres da bucetona contando seus contos eroticosdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoConfesso bato punheta pra velhoconto erótico pagando a carona com a bucetahttp://porno videos xx muhheres coroas dando os peitâo para chupalosmosto a calsinha pro amigoe. deu pra eleTennis zelenogradSou casada mas bebi porro de outra cara contoscomi minha irmã apostei contos eroticos marido da minha conhada safadocontos eróticos corno excursãocontos de menininhas sentando no colo de homensconto erótico chantagem putinha pobre cu colocontos uma menina me seduziucontos eroticos minha mulher mandona e dominada ppr outroconto minha mae chupando meu pau com meu pai ao ladoconto erotico encostei o pau no braço da casada no busao ,conto erotico gay: meu amigo japa dotado rasgou meu cucontos fui estudar a noite que professoracontos eróticos de negros em carnavalcontos filha foi pescar com pai e foi arrombada na barraca no escurocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos/ morena com rabo fogosoquero ler conto erotico c/ sobrinha virgemContos eroticos dei pro leke magrelo chamado RicardoDesvirginando a sobrinha de 18 anosconto de esposa vendo seu marido na rola de outroconto comenndo a tiaCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubaContoseroticoscomsogrocontos eróticospapai e filhinhadescabacei a namoradinha de 13 aninhoscontos eróticos comi minha amiga skatistacontos eroticos esposa de leg e fio dentalcontos eroticos esposa com outroConto erotico enteadapicineiro vendo a patroa tomando banho na picina escodidoconto bricano com o primho de escondercontos putinha do matagalcontos eroticos simoniContos erótico, eu e a filha Lauravirando femea do macho roludo contocontos de cú por medocontos de incesto vovó me ajudarContos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.contos eroticos trair meu marido no puteirocontos eroticos gay aposta com meu paimamae beija filhinha contosGozei no pau do meu irmão contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto etotico ninfeta putinha so dorme peladinha e arecanhadinhacontos eroticos incesto orgasmo com tioSeios grandes e buceta LuisinhaO amigo do meu namorado me comeulevou boquete da irmã caçula dis que gosta de chuparcontos eroticos fodendo minha cunhada novinhasou amante do bundao da minha maeConto primeira vez chuva dourada na esposafoto da minha sobrinha pimentinha que veio passar o carnaval com o tiocontoseróticos encoxadas na casadaContos eroticos eu e minha familiaMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,conto erotico em lugar inusitadocontos eroticos cachoeirafui criado para ser gay ContosFoderam gente contos tennsesposa torcendo de biquini em casa conto eroticoContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachaconto erotico com xupa minha xota paicontos eróticos de bebados e drogados gaysex cunhada putaContos irma mais velhaodiava o marido da minha prima parte2 contos gayRelatos sexuais me encoxando na cozinha e o corno na salaconto erotico ordenhando mulheresconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travesticontos eroticos raimunda bundadaconto menininha sentou no meu paucomo eu ia na fazenda novinhaContos Eroticos de meninos gays no orfanatocunhada timidacontosContos eróticos rabudinha chorou na pica