Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FAMILIA DAS PUTAS

Meu nome é Gabriela, tenho 19 aninhos e desde novinha me visto como uma menininha. Sou morena da pele bem clarinha, toda lisinha de bumbum arrebitado e cinturinha fina, tenho os cabelos lisos e compridos e meu cuzinho apesar de tudo é bem apertadinho.

Tenho uma irmã dois anos mais velha que eu e que sempre foi muito puta, desde novinha ela usa roupinhas curtas e provocantes e é claro que linda e gostosa vive sendo enrabada pelos traficantes daqui do morro onde moramos.

Meu pai se separou de minha mãe assim que ele soube que minha irmã tinha pra quem puxar, pois a minha querida mãe adorava levar um monte de machos pra casa e trepar com todos eles de uma vez quando o corninho saia pra trabalhar.

Assim, eu cresci admirando o mundo feminino e o poder de sedução delas, as calcinhas, as sainhas e shortinhos que as deixavam ainda mais femininas e toda vez que ficava sozinha em casa eu aproveitava pra me vestir como elas e ter a certeza de que eu tambem era parte da família, pois me transformava em uma verdadeira vadia quando vestia aquelas roupinhas. Eu enfiava objetos no meu rabinho virgem e ficava me imaginando no lugar delas, de quatro sendo fodida com força por algum traficante armado.

Com o passar do tempo resolvi que não mais ficaria entre quatro paredes apenas imaginando e quando fiquei sozinha em casa pela primeira vez apás essa decisão convoquei logo um amiguinho pra jogar vídeo game em minha casa e é claro que eu tinha segundas intenções, deixei ele na sala e fui logo me montar no quarto. Enquanto ele se distraia na tela da tv eu me maquiava, passava batom e desfilava na frente do espelho de sainha cor de rosa bem curtinha, blusinha branca, calcinha branca fio dental enfiada e salto alto de cristal.

Logo chamei o Rodrigo pra me ajudar com uma caixa de jogos no quarto e quando ele chegou, eu já estava de quatro na cama com o bumbum virado pra ele. Espantado e com cara de safado ele me confundiu com minha irmã:

- Nossa Josy sempre quis te pegar desse jeito, Cadê seu irmão?

- Me come como se eu fosse a Jô vai. Prometo que você vai adorar.

- Cara! Cê ta maluco? Se bem que você ta parecendo sua irmã mesmo hein. Chupa meu pau então!

Quando me virei ele já foi abaixando a bermuda e me ajoelhei pra meu primeiro macho, meu primeiro boquete. Comecei então a fazer como nas revistas que o práprio Rodrigo havia me mostrado e então me lembrava da minha mãe fazendo o mesmo quando eu ficava espiando ela. Eu chupava as bolas e ia subindo até engolir o pau de uma vez, e babava muito, ele tava adorando. Ficamos assim por 19 minutos até que ele pediu pra me comer logo. Posicionei-me de quatro na frente dele e senti minha calcinha descer até os pés, ele então cuspiu no pau e levantou minha saia, enfiou um dedo enquanto espalhava a saliva naquela tora de moleque que mais parecia um adulto, depois cuspiu no meu cuzinho e enfiou de uma vez sá:

- Seu FDP você ta me rasgando!

- Dizem que sua irmã e sua mãe aguentam sem reclamar, se você quer ser como elas têm q ficar quietinha e gemer como uma puta seu viadinho.

Eu chorava e pedia pra ele parar, mas ele tapou minha boca e me estuprava com força. Depois de alguns minutos comecei a sentir prazer e a rebolar, ao perceber ele me soltou e comecei a pedir mais:

- Vai Rodrigo come essa menininha, fode meu cu, me arregaça toda vai, mete com mais força, tira sangue de mim seu puto!

Com essa barulheira toda eu nem percebi que minha mãe acabara de chegar e nos observava da porta do quarto. Era maravilhoso rebolar toda molhadinha com uma pica no meio do cu. Senti ele pulsar dentro de mim e logo aquela porra quente bem no fundo do meu rabo arrombado, foi aí que olhei para o lado e vi minha mãe aplaudindo a situação.

Rodrigo se assustou e correu pra sua casa e o único sermão que tomei foi por não ter usado camisinha. Ela disse que se essa era uma opção minha, tudo bem, que eu seria a mais nova puta da casa. A Gabyzinha.

Essa é minha historia. Se gostarem eu conto mais sobre o que aconteceu depois desse dia.

Beijo gostoso a todos.



Gaby.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico minha mulher e uma puta rampeiracontos de cú de irmà da igrejaconto erotico viagemm com minha submissaconto porno teen gay neguinhoContos namorado castrado pelo a sograpassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararContos eróticos cocainaContos olhando a mãe dabaixa xvidio homem gozado no bamheiro levado dedada no cuconto arebentarao meu cu meumaridoContos erotico minha noiva e meu chefeprofessor cacetudo comendo o cuzinho do menino afeminado no banheirocontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadaconto branquinha casada trae com negoesconto eróticos gay tiozinhoAgostozas trazano contos eroticos de motoboycontos de incesto dez anosincesto nao resisti e bolinei mnha irma novinhai contogarota adolecente safadinha mostrando ospelinhos da bucetacolocou toda.no.cu e elabse.mijoucontos eroticos fui comida por varios homendCasada viajando contosConto morena 37 anosvovô lubrifica o pau come o cú da netinhacontos os garotos comeram minha mulher na excursãoconto gay acordado pelo dotadoconto engravidei a cunhada rabudagostosas de caixote apertadinhacontos eroticos beijo com porraconto arobada e aregasada por doiszoofilia casada conto xacraNovinha Bebi porra do meu amigo contoO pau preto do papai contos eróticosfofinha putaria goiania contoscontoseroticos minha sobrinha novinha gosava em silêncioContos Bota no cu tiogostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladaTrai meu marido ele dormindo e eu sendo comida bem ao lado dele porno contoconto enfiado tudo no rabinhon aguatei a piroca do meu padrinho no cu eu de saia contos contos eroticos fui corno na lua de mel e gosteiContos quero goza muito na minha filha quando ela nascecontos eroticos estrupe e engravide a filha da vizinhacontos recebendo chupada na buceta e falando putariade calcinha na frente do meu pai contoscontos de incetos e orgias entre irmas nudismobucetinha lisinha e meladacontoscontos eroticos a religiosa casada Me vinguei do meu marido conto eróticoconto erotico de casada e mae de familia tenho 56 anos morena enxuta fico sozinha em casaestuprado pelo pai na infancia gay contominha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreititia primo mamae e eu contoscontos inocênciarelatos cuzinho na marracontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaMeu Rabo me fazcomi minha madrasta contoEsposa sendo fudida na chacara contoconto pm metedorcontos papai socou tudo no cu da filha ela se cagoucontoseroticos.o pai de santo me convenceuContos eroticos novinha desmaia de tanto gosaContos olhando a mãe daViadinho Foi estuprado na frente da mãe Contos Eroticoscontos erotico de gordas vizinhacontos eroticos sequestrocontos eróticos amigas passando a mão na bunda umas das outrasvideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiaconto gay chupou depois do futebol peito bicodu sex"que buracao" gay contocontos erotico de ninfeta dando a xoxota e gemendocontos eroticos gay.treinadorcontos de corno enrabadocontos de cú de irmà da igrejatres picas no cu contos euroticocontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhacontos eroticos virei menina hormônioconto erotico viadinho vestiu calcinha e shortinhocontos e experiencias veridicas de zoofilia de menina com poneycoroas peladas e muita manteiga nelasmeu vizinho fica me olhando de shortMenina da pracinha, contohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherconvidei o Celso para enrabar minha esposaconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamenteliga contos de loirinhacontos u caras muito bemdotado arobou a buceta da mia mulhe na mia frete contoscomendo a rosquinha contoscontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitoEmpregada Triscando no meu pau contoContos de Capachos e submissos de garotascorno chama africano super dotado pra arrombar a esposa contosse bater uma punheta em cima de uma bucetinha pode emcravidaporno gey contos eroticos trnzando com priminho de doze anosconto erotico mulher gostosa trai marido com um delegadoconto erótico filha do chefegordinho virgem heterossexual contos eróticos