Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CURTINO A VIDA

Essa é a primeira vez que eu estou escrevendo um conto. Sou do Rio de Janeiro, tenho 29 anos, sou magro, tenho 1,83 de altura, pele bem branquinha, tenho 19cm de pênis. Queria relatar a vocês alguns dos meus casos que permanecem na minha memoria até hoje.

Esse em especial foi a primeira vez que eu sai com um homem, eu tinha na epoca 26 anos, havia alguns meses que eu tinha terminado com a minha namorada. Nás tivemos um relacionamento que durou 5 anos, que por culpa e descuido dos dois teve de terminar.

Depois dela eu decidi que ficaria solteiro por um bom tempo até encontrar a pessoa certa. Eu sempre fui cabeça aberta, já naquela epoca tinha amigos homossexuais, tanto homens quanto mulheres. Eu nunca gostei desses rotulos: homo, hetero, bi. Eu sou o que sou indepedente de como se refiram a mim, o que eu quero é somente curtir minha vida e ser deixado em paz. Mas vamos ao conto:

Nessa epoca em que eu tinha 26 anos , eu era um advogado recem-formado morava sozinho, e comecei a ter curiosidade de sair com outros homens. Comecei a entrar em salas de bate papo, visitava sites ia a boates GLS e comecei a ficar com outros rapazes, até então era sá uns amassos, muito beijo na boca. Até que uma vez eu conheci numa dessas boates um homem que realmente me ensinou o que eu queria. Vou chama-lo de Carlos para evitar qualquer constragimento. Ele precia ter uns 22 ou 23 anos corpinho sarado, cabelo negro arrepiado com gel tipo playboy, boquinha linda, bem carnuda, devia ter 1,80.

Cada vez que eu saia com ele eu ficava mais louco de tesão, mas eu resistia de leva-lo para minha casa, e ele insitia:

- Vamos terminar isso na sua casa - Ele dizia enquanto me encoxava na aprede e mordia minha orelha.

- Não, eu moro com uma pessoa ela não pode saber – Mentira.eu realmente morava sozinho, mas por mais gostoso que fosse eu não iria levar um cara que eu conheço a pouco tempo pra minha casa.

- Eu sei de um lugar no meu predio onde a gente pode ficar mais a vontade – Ele falou.

Então saimos da boate e fomos até seu prédio. O lugar era bom, na zona sul ( eu que sou da zona norte não vejo muitos prédio assim. Nás subimos a escada até o oitavo andar (foi cansativo). Chegando no meio da escada ele parou e me disse:

- Vamos ficar aqui mesmo.

- Você ta maluco, no meio da escada – Eu disse.

- E dai? São três e pouca da mnhã estamos no oitavo andar num predio que tem elevador, niguem vai passar por aqui, e tambem eu sempre fiz isso desde adolescencia e nunca fui pego. Meus pais não aceitam completamente o fato de eu transar com homens, enquanto eu estiver na casa deles eu vou ter que me virar.

Foi ai que eu entendi porque a insistencia de ir até meu apartamento. Então como não tinha jeito foi ali mesmo, sentamos na escadacomeçamos a nos beijar, aquela boca maravilhosa, que sá de pensar já fico de pau duro. Ele começou a desabotoar minha camisa e morder a minha barriga e meu peito, me mordiscava todo,era muito bom , até que le abriu sua calça e pôs seu pau pra fora, eu comecei a masturba-lo, ele lindo estava bem duro, devia ter uns 17cm.

- Me chupa, bebê! – ele me disse.

- Mas eu já te contei que eu nunca fiz isso. Eu odiava quando alguma namorada minha me mordia durante um boquete por isso eu avisei a ele.

- Deixa que eu te mostro - Ele abriu minha calça meu pau já estava duro, e já saia aquela agua pra limpar a uretra. Caralho! Foi o melhor boquete que eu já havia recebido ele sabia o que estava fazendo, passava a lingua pela cabeça, lambia todo o tronco e depois abocanhava tudo, me chupava com muita vontade, lambia minhas bolas e brincava com elas dentro da boca, eu me segurei pra não gozar. Quando ele pecebeu que eu estava no limite, ele parou e disse: - Agora vem você.

Eu nem pensei duas vezes com o tesão que estava comecei a trabalhar naquela rola maravilhosa, no inicio foi meio sem jeito, mas depois eu reparei que ele estava gostando, então eu comecei a me soltarchupava até o talo, passava acabeça epelo meus labios, dava umas pancadinhas no meu rosto, ai eu fui pra bolas chupava uma de cada vez e depis colocava o saco todo na minha boca.

- Caralho tu nasceu pra isso bebê! Ele já estava delirando. Dai ele tomou conta da situação, colocou o corpo meio de lado, pegou minha cabeça e apoiou no degrau da escada, subiu alguns degraus para dar a altura certa e começou a foder minha boca. Que sensação maravilhosa aquela rola entrando e saindo da minha boca com força. Ele ficou mais algum tempo me dando rola, até que el gozou. Gozou fartamente, eu mesmo raras as vezes havia goazado assim, veio dois jatos grandes dentro da minha boca da minha boca, o gosto eu estranhei no inicio mas já estava tão entregue que eu achei doce. O resto foi no meu peito, que ficou bem quente, e foi escorrendo até a minha barriga.

Então ele desceu alguns degraus e começeu a me chupar, mas com ele não tinha comparação, eu gemia feito uma menina, me chupava com tanto carinho e depois alternava para umas abocanhadas mais fortes, ele começou a lubrificar os dedos com saliva, eu já sabia o que vinha depois, devagar eu afastei as pernas, e ele começou a me dedar, primeiro foi com o do meio, depois com o do meio e o anelar juntos, ele fazia um vai e vem que me deixava louco, ele sabia que meu cuzinho ainda era virgem, por isso estava sendo cuidadoso. Quando eu estava prestes a gozar, ele sincronizou o boquete com o vai e vem de seus dedos, foi umas das melhores goazadas da minha vida. Eu gozei tudo na boca dele, Carlos não deixou escapar nenhuma gota pra fora. Depois disso ele sentou do meu lado e me abraçou, nos beijamos mais um pouco eu pude sentir ainda um pouco da minha porra dentro da boca dele.

Essa foi a primeira relação mais seria que eu tive com um homem. Em um outro conto e vou narrar como perdi a virgidade do meu cuzinho.



Se quiserem coversar me mandem um e-mail.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay o drogado me estuprouconto uma viagem muito gostosao filhinho do meu esposa contosMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,quantas horas de sono uma "adolecente" de dreze anos tem que dormirsexe conto com foto enrAbei minha filia cravidacontos corninho obrigado a usar calcinhaFILHA EMPRESTA ROLA PRA MAE CONTOContos eroticos (amiga da minha irma)contos erótico moleque safadocontos eroticos de greluda oferecendo a buceta vigiacontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadea maninha me chomo pra tomar banho com ela minha primeira vezcontos de zoo trinamento de cao para casadasrelato de donas de casa cavalacontos de incestos e orgias entre irmas nudistasvidio porno d3 uam mulher branca 3 uma homem preyocomto erotico em audio emseto de paiscomtos ewroticos comi minha irma na fazenda de calca de lycracontos eroticos de estupros entre primosmulher casada e evangelica dando o cu,contos sexconto erotico sofreu no anal com outrocontos eroticos gay meu dono me levou pra ser sua esposaContos eróticos de incestos orgias com as irmás gostosas na cachoeirafui fodida em frente dos meus filhos contos eroticocontos eritico papai colocou de castigocontos eroticos gays no escurinho do cine pornoconto marido corno vendo daniela fyder com negaocontos eróticos sou casado fiz troca troca com um amigo casadocontos eroticos de mulher casada cagonaconto esposa menageconto erótico dominando casada bravaconto casada arrombada na praiacontos eroticos boquete da cumadreconto corno sondei ela tava debaixo deleminha irma casada conto eroticoo macho frequenta mimha casae o dono contoscontos eroticos relatados por mulheresxvideoporno com er maoscomtos eroticos minha esposa nao queria ir na casa de swingensinando a minha cunhada a dirigir contos eroticoscontos incesto o cofrinho da mamaecontos intimo de uma enteadacontos minha namorada me fez corno com vizinho marrentowww.meti na minha filha a forçacontoeroticosafadaprofessora novinha e senha resolvi dar o c******quero ver buceta do pigele gradecontos eroticos possuida por uma estranha gostosacontos eroticos vendi minha filhaContos eroticos o homem da oficina deixa eu ver o pau deleContos erótico de cdznha verídicoconto erotico patrao pauzudo do marido comeu eu e minha filhacontos eroticos eu menina engole porra do meu tioPuta desde novinha contosfilme porno tia gostosa faz uma viajem dormi com saudade do sobrinho da cucontos eroticos minha esposa nao.resistiu e meu patrao passou a rolamoleque estrupando putinha conto eroticocontos eróticos gay com monstrosconto erotico mulher sendo fudida pelo cara no murocontos eroticos meu patrao me da leitinho dois dias na semana no motel e o meu marido nem desconfiacontos eoroticos incertos de brunoru cdzinharelato erotico gozando nas calcinhas da minha irmã casadaContos eroticos feia mais com rabzocontos eroticos meu irmao tirou mais velho tirou meu ca bacinhocontos de coroa com novinhocomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudocomo enraba uma colega. de trabalhovideo safadecaconto erotico melher casada enrabada pelo caseiro negro do sitiochupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosquero uma buceta envolvendo meu paume mesturbei no banheiro e agira?Conto erotico marido vé garotoContos eroticos de casadas safadas que traichupada buceta contocontos eroticos taxista fudendo puta bebada drogadacontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2contos eroticos fiquei com o filho da vizinhacontos eroticos comi a dona da empresacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoconto erotico professo negaoEnsinei meu subrinho a ser minha mulher contos eroticosconto como tornar cornocontos de podolatria sapatilha da excontos.virei travesti pela drogaquero ver travesti transando no abdômenContos eróticos de zoofilia: no bosque engatei com 6 cachorrosconto erótconto lesbics