Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI CORNO E ADOREI

VIREI CORNO E ADOREI



Verídico. Aconteceu em 07-11-2010. Temos 28 anos, casados, com filho, Ela morena, com 1.60m, magra, com seis fartos, uma barriguinha malhada, com bumbum redondinho e rebitado, uma boquinha de causar inveja, que vamos chamar de A. Em nossas transas sempre tive a vontade de vê-la ser possuida por outro homem, com um dote avantajado, mas sempre com receio de comentar isso com ela. No entanto, para apimentar nossas transas e satisfazer um pouco a minha fantasia, compramos dois consolos com vibro, um de 16cm e um outro de 21cm ela sempre refutava o consolo maior dizendo que não iria aguentar, apenas chupava em nossas transas, e eu sempre no calor das transas falava para ela imginar dois paus lhe pegando, e ela virava os olhos de tesão, comecei a perceber que ela começou a gostar da idéia. Mas nunca comentamos sobre o assunto. No dia 06 fomos convidados por um casal de amigos a passar o dia seguinte no sítio deles, com a família e as crianças, para aproveitar a psicina a sauna, e fazer um churrasco e cerveja, passamos quase o dia inteiro bebendo e comendo, quando a esposa do amigo L falou que iria levar as crianças embora e iria levá-las para tomar banho e dormir, sendo que o nosso filho quis ir junto dos amiguinhos. A esposa do amigo L levou as crianças e pediu para nás ficar a vontade, pois tinha muita bebida ainda, e o sítio é bem práximo da cidade. Ao ficarmos apenas nás três quase escurecendo minha mente ficou sá imaginando sacanagem, pois nosso amigo L é avantajado, pois o dia inteiro estava de sunga e ela minha a A não conseguia deviar os olhares para aquela coisa grande, ficamos no racho ao lado psicina, continuamos a tomar cerveja, eles L e A sem qualquer intenção, quando comecei a falar de sacanagem e tal, e percebi que L ao levantar para pegar mais cerveja estava com pau latejando na sunga, quando foi que A olhava para mim e disfarçava. Então levantei falei que iria até cidade comprar cigarro que tinha acabado, e olhei para os dois falei para eles se comportarem sem a minha presença, quando ambos deram uma risada bem sacana. Fui até a cidade e voltei em menos de 5 min, quando voltei senti aquele calor no ar e cheiro de buceta, sendo que os dois tentava disfarçar com medo de eu falar alguma coisa, foi quando sentei peguei um copo e falei para eles que podiam continuar o que eles estavam fazendo que eu sai para os dois começar, “A” ficou vermelha sem graça, quando virei para ele e disse se ela era como macarrão estâtaneo se dava para dois, e ela relaxou e falou que sim, sem disfarçar, abaixou a sunga de L começou a chupar e falava para mim “olha o tamanho do pauzão dele”, eu abaixei comecei a chupar a buceta dela, virando os olhos ela pediu para nás dois enfiar os paus na boca dela. Ela começou a chupar os dois, ela até tremia de tesão, L colocou ela de quatro e começou a chupar ela e dizia que ela era um tesão, e ela chupando o meu pau, foi quando L saiu e pediu para esperar que iria até a casa do sítio pegar uma coisa, e ela chupando. L chegou com lubrificante anal e deixou em cima da mesa ela quando viu, pensei que iria ficar com medo, pois não gostar de fazer anal, ficou ainda mais louca, o amigo L chupando e ela não resistiu e gozou, quando ele pegou aquele pauzão começou a empurrar bem devagar nela de quantro me chupando, ela virava para mim e dizia: “isso que é pau seu corno, está me tapando inteira” o amigo começou a bombar ela num grito começou a gozar denovo, quando não resisti e gozei na sua boca e ela pedido para ele o amigo, não parar, foi quando ele começou a lubrificar o cuzinho dela imaginei ela vai refutar, começou a rebolar de quatro pedido para ele o amigo colocar pelo menos a cabeça, foi quando ele começou a colocar bem devegar, quando vi estava tudo dentro dela e ele num hurro gozou dentro do cuzinho dela. Saimos fomos para o banho, e ela pediu para eu sá observar que ela queria que ele o amigo gozasse também na boca dela, ela recomeçou a chupar, sendo que foi até ele gozar. Tomamos banho, e combinando para o práximo final de semana nova aventura a tres.

Na volta eu e ela dentro do carro, ela me dizia que estava realizada com o arrombamento acontecido.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos tias putasmeu cachorro gostoso viril zoofilia históriasconto jogava video game dando o cucoto erotico da espozacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eróticos mae do meu amigocontos de estupro nao resiste minha enteadaEle foi fundo com ela contos eroticosContos de ninfetas que levantam com vontade de da o raboContos eróticos: meu primeiro pau gigantecontos a pica do comedor pingandoconto comeu mae feiacontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porracontos de gay passivo dando pro machovi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticoscontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeconto erótico acordei com alguém me comendo fodendo bucetinha molhadapapai comeo meu cusinho virginsobre aquela transa com a sua tia Sôniacontos eroticos engravide minha sogra ea irma delacontos filhanao aguenta a geba d pai no cucontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto erotico arrombei o travesti do baile funkContos eróticos - eu mereço ser putaminha irma chegou bebada e eu vi ela nua conto eroticoContos erotico sofrimento de inocentesnatalia do ceará chupando o paucontos eróticos virei marido da minha irmãconto minha visinha mando eu descabaça sua filhaporno gorda pula em cima do rosto da amigacontos madre superiorascontoseroticos homens de calçinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaesposa gemendo enolada no cu zofilia xvidioajudei meus amigos com a mae contocontos erotico sendo fodida e fotografadaconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhinha n******contos de gays q ficaram arrombadiscontos erotcos de estrupo de virgemgaroto encoxa amiga baixinha contocontos eroticos sou casada e dei para porteirocontos eroticos mulher do primoenterrei tudonabucetinhacontos eroticos com cu ragadosmarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bomContos mae anda nua na frente de amigos do marido e filhoscontos cavalonas crentesconto ajudando meu filhocontos eróticos eu vi os tarados arrombaram a minha namorada contos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeconto erotico eu meu marido e o entregadoConto erotico gay homem goza usando.vibradordona nene da grande familia dando s bucetacontos gorda casada mae que mete com treis garotossou fotógrafo de mulher pelada conto euroticotranzei cm minha prima contos estoricos conto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenasobrinha da esposa na praia contosconto jogava video game dando o cuo caminhoneiro engravidou minha mulher eu confessotomates conto heterogostei quando minha mulher contou que deu a buctinha para pedreiro roludocontos erotikos comendo o cu da minha madrinhacontos eroticos de incesto a mae de brunodominado pela conto eroticoGay contos pastoresposametenocomoutro.com.brcontos picante de casada que gosta de mamar tu manmou desse meladinho entt sobe casetenoiva putinha noivo safado corninho titio caralhudo contoscontos troca de esposa na praiawww.contos eroticos minha irma caçula da cu pro meu marido bem dotadocontos siririca praiacontos das danadinhas perdendo cabaçinhohttp://contos eroticos mulher pega carona e estrupadacontos eróticos a força na frente do.meuconto de o tenente me chupou muito gay