Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PATRICINHA HUMILHADA

Meu nome é Gabi, eu estudo em um colégico particular em SP, sou morena e uso franjinha e cabelo curto, meu corpo não escultural como essas gosotosonas siliconadas da TV, sou magra, tenho seios medio e bundinha media, mas bem redondinha, pareço uma princesa não vou negar. Sou de uma familia rica, tenho 19 anos e sá vou pro colégio de carro, meu pai me leva.



No colpegia tem uma garota chamada Sibeli, ela é bolsista e me odeia, eu odeio ela também, nunca me misturei com esse tipo de gente. Mas a Sibeli também é bonitinha, ruiva, seios maiores que o meu e bunda bem gostosinha, ela namorava o Leandro, um cara do meu colégio também que é muito forte, alto, moreno, olhos azuis, um deus. Mas eu dei em cima dele e claro, tirei ele dela, obviamente ele iria referir uma princesa como eu, do que uma vadia daquelas. Sá que a Sibeli ficou muito nervosa por conta disso, chegamos a brigar no meio do patio, ela me xingava e eu tambem, deu muitos problemas, passou quase dois meses desses rolos todo, eu e ela nem se olhava no corredor.



Certa vez, eu nem imaginava o que estava por vir, mas aconteceu. Começou quando a Sibeli entrou no banheiro em que eu estava, ela não falou nada e eu nem bola dei, ela foi ao espelho, se arrumou e quando passou por mim deu um tapa na minha bunda e sorriu, eu sá fiquei assustada e calada, nada disse, no outro dia, na educação física, tinhamos que ficar em dupla, ela veio ate mim e disse que faria comigo, recusei, discutimos mas o professor nos obrigou. Com muita raiva eu fiz, era menina com menina e menino com menino, pois o aquecimento colocava em algumas poosições que não daria certo se fosse pia com menina. Em um deles ela segurava meu braço por tras, e algongava, u fiz isso nela, quando ela foi fazer em mim, notei que ficava me encoxando, e passou a mão na minha bunda de novo, dessa vez, alisou e apertou com vontade. Olhei pra ela e perguntei o que ela tava fazendo, mas ela á sorriu e disse que eu tava gostando. Passou uns dias, tudo normal, e numa sexta, quase hora de ir embora, eu fui ao banheiro e la estava ela, quandoi ela me viu ela sorriu, eu falei:



-TA RINDO DO QUE VADIA?

-NADA PRINCESINHA



Ela me respondeu com um sorriso, entrou em um dos banheiros e ficou la, eu so me arrumei no espelho, antes de sair ela me segurou por tras, pensei em ggritar mas so briguei com ela, ela passou a mão nos meus seios e quando me virei ela me beijou a força.



-TA LOKA SUA PUTA, VOCE É GAY?

-SÓ DEU VONTADE UÉ.



Passou mais umas semanas, aquilo ficou sem segredo, no colégio, foi em uma terça feira, tudo passou dos limites. Ela veio ate mim e colocou uma faca nas minhas costas, falou que era pra eu ficar quieta, tentei brigar com ela mas acabei apanhando, levei uns 4 tapas na cara, ela me segurou por tras, e disse pra eu ir com ela...ela me levou por um caminho no colegio que nem eu sabia que existia, dava acesso a um terreno baldio com muros altos, sá o portão de grade que dava pra ver o terreno, entramos lá e eu disse que iria gritar, foi isso que eu fiz, mas de repente alguem me segurou, nao deu pora ver quem era, mas ele me segurou com força e tapou a minha boca. ela disse que se eu gritasse eu tava fudida, que iria morrer, quando tiraram a mao da minha boca ofereci dinheiro, disse que largava di leandro, falei tudo, implorei, mas ela disse que sá queria uma coisa, que eu fosse a putinha dela.



Depois de muita conversa e tapas que levei na cara, quem estava me segurando me soltou e veio a minha frente, pude ver que era um cara negro e forte. Ela disse:



-TIRA A ROUBINHA GABI, MEU AMIGO AQUI QUER VER ESSA TUA PELE BRANQUINHA DE PUTINHA RICA.



Chorei, mas nao adiantava nada, fui obrigada a tirar, primeiro foi a camiseta do colegio, usavamos uniforme, depois tirei a minha calça e fiquei sá de calcinha e sutia, colocava a mao na frente paa cobrir, mesmo nao estando completamente nua.



Nisso, saiu de uma casa abandonada mais tres caras, todos negros, altos, vesidos com ermuda, camisa e chinelo, um estava ate sem camisa, era magro mas tinha alguns musculos, outro era um pouco mais gordo. Eles riam e a Sibeli ordenou que eu tirasse o restante. Tive que fazer isso, tirei o sutia e descobri meus lindos seios, depois, foi a calcinha, cor de rosa que eu usava, tirei e joguei para ela. Ela pegou minha roupa e disse pra eu ajoehar. Quando fiz isso um dos amigos dela veio ate mim e tirou o paui dele pra fora, me levantei e sentei no chao recolhendo minhas pernas contra o corpo e abaixando a cabeça, mas ele veio ate mim e disse que se eu nao chupasse ele eu morreria.



Abri a boca, ele disse pra eu abrir mais, abri o maximo que pudia e ele colocou o pau dele dentro da minha boca, o pau que ja estava duro, enfiou ate a guela, tudinho. Começou a forçar minha cabeça contra o pau dele com movimentos de vai e vem. Fiquei chupando ele por algum tempo, não dei direito, estava nervosa, depois mandaram eu levantar, enconstar na parece da casa e empinar minha bunda, eu fiz isso, veio outro por tras e me agarrou, passou a mao pelo meu corpo, quando chegou na kinha buceta ele começou a alisar, enfiou uns dedinhos, brincou com ela um pouco e depois abriu a minha bunda, meteu o pau dele que era muito grande dentro do meu cuzinho, ele enfipoiu sem do e doeu muito, era virgem da porta de tras. Ele começou de vagar, mas depois aumentou o ritmo e começou a fazer isso com mais rapidez e violencia, metia e gemia alto, eu tambem urrava de dor, ele me colocou de 4 no chao e outro veio na frente, chupava um e o outro socava no meu cu. Eles ficaram me comendo por muito tempo, depois, disso gozaram um no meu rabo e outro na minha cara. Quando pensei que acabou, outros dois vieram, dessa vez, um deles deitou no chao e eu sentei no pau dele e comecei a rebolar, movimentos de subir e descer tambem e o pau desse era ainda maior, monstruosa, minnha buiceta deve ter ficado arregaçada, o outro ficou de pe eu punhetava eles, depoios trocaram, e quando se cansaram o cara da pica de tamanaho anormal enfiou o pau dele no meu cu, aquilo foi de matar, quase desmaiei, mas deu o cu pra ele por muito tempo enquanto chupava seu amigo, por fim, gozaram em mim de novo, me deixaram coberta de porra.



Quando percebi, a Sibeli fotografava tudo, depois passou a camera pra um dos amigos dela, veio ate mim e notei que ela vestia uma calcinha por cima da calça mesmi, uma calcinha com um pau de borroacha, ela foi atyras de mim e começou a me comer, e os caras fotografavam, filmava, etc. Fizeram de tudo, tive de chupa-los mais uma vez, nao sei como aguentavam, gozaram em mim de novo, enquanto ela me comia, ela falava que eu era uma puta, uma cadela, patricinha safada, me humilhava com palavras, os caras, seguravam o meu rosto e cuspiam em mim, diziam que eu era muito putona e ne obrigavam a eu me humilhar, faziam eu dizer:

-ISSO SIBELI, ME COME COM TUDO

-FODE TUA PATRICINHA SIBELI

-ARREGAÇA MEU CUZINHO

-EU SOU UMA PUTINHA QUE ADORA SER FUDIDA.





Depois que ela se cançou, eu fiquei caida no chao, ela levantou toda suada, tirou de dentro da casa uma coleira e me fez vestir, tirou varias fotos minhas usando aquela coleira e ela segurando, como se ela fosse a minha dona.



Me fez ficar em varias posições para que ela tirasse fotos minhas, fiquei ali por horas, quando ela disse, chega pessoal,vamos embora, fiquei aliviada. Mas ela levou as minhas roupas e saiu rindo, eu pedi as roupas, mas nao conesguia gritasr, estava exausta e toda arreganhada. Fiquei caida no ch]ao de barriga pra baixo, fazia sol e estava calor, estava suada e completamente nua naquele chão de terra e pro meu desespero ouço vozes familiares, eram minhas amigas e mais um amigos meus, inclusive o lenadro, ficaram assstados quando me viram ali caida, a Sibeli fez de quem nao sabia de nada, estava la tambem , eles riram, uns tentaram me ajudar, a Sibeli veio perto de mim e falou que se eu conmtasse sobre algfuma coisa estava fudida, ela tinha as fotos e se necessario mandava matar a mim e minha familia.



Fiquei calada, passou um mes dissok, nao saia de casa, então um dia, recebo uma visita, era a Sibeli, ela entrou no meu quarto se fazendo de amiga minha, minha mae abriu a porta pra ela, nao sabia de nada.



ERla veio ate mim e disse que eu teria que fazer oque ela equisesse, apartir daquele dia, eu fazia de tudo pra ela, dava dinheiro pra ela e pior, ela cobrava dos amigos dela pra me comerem, depois que se cançou, ficou quase dois meses nisso, ela jogou fotos minha nua na internet, mostrou pros meuis amigos, fez de tudo eu tenteii denuncia-la mas nao consegui.





Me mudei, hoje tenho 21 anos, trabalho em uma loja do interior de minas, nao falo com ninguem quase, mas a noite, ainda me masturbo pensando no que aconteceu e penso nela, nao sei porque, mas sinto atração por mulheres e quando penso na sibeli metendo em mim aquele dia, minha buceta fica enxarcada.





Se quiserem, me add [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


prima cazada ve seu primo comendo a subrinha depois pedi para o primo fuder com ela no sexocontos eroticos nas prostitutas com mendigoscontlo erotco para pagar uma divida pedi minha mulher para se vestir como putacontos eroticos irmão arrependidoesperma do meu filho contos incestoscontos eroticos comendo burra no sitiocontos eroticos cunhadinha dormindoVideo porno de duas coroas de 45anoa saindo juntas pelaprimeira vezFoderam gente contos tennscontos porno meus amigos colocaram dois pau no meu cuzinhocontos porno esposas estuprados submissosvídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analcontos eróticos trair namorado atrãovideo de jovens travesti praticando incesto com padrastoSou casada fodida contoRelatos de como tive minha primeira relaçao de sexo gay com uma cadela ainda virgem sexo zoofiliaghupa ghupi porncontos eróticos isto e realcontos eroticos incesto com afolescentescontos eróticos com guardas FlorestaisContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetascontos eroticos sou casada realizei os desejos do meninovideodemorenaclararapidinhas com mae por perto contos pornos Bridge safadinha dando a seu marido em sua casacontos eróticos reais de mulheres evangélicascontos eu minha esposa e a empregada na praia de nudismoos meninos ficaram loucos contocontos eroticos de ninfetas amazonensecontos eróticos: fui iniciada e transformada em mulher por meu tio parte 2contos virei cadelinha assumidifilmei minha esposa sendo arrombada porcontos eroticos meus amigos contos eroticoshomens velho gay contosdei para um cavalo contos eroticoRelatos de gay quie derao ao pedreiro saradoSou casada mas bebi porro de outra cara contosporno club conto eroticos de meninos gayscunhada casada e timida linda contoscanto erotico comi meu primoConto erotico peguei.minha filha novinha arombei elacontos eroticos.deixei minha filha bater uma pro meu amantecontos de incesto minha filha sendo comidaZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorconto erotico pm macho batalhão estocadascontos eróticos dois garotos em dupla com novinha conto erótico, fala que ta gostandoConto erotico transformou a mulher do amigo em putavestida de caipira sem calcinhacontos de machos que experimentou um boquetecontos eróticos minha sobrinha de babydollcontos erotico na praia de nudismo com meu sobrinhoContoseroticosnafazendacontos eroticos dando o cu na praianoite maravilhosa com a cunhada casada contosconto heroticom .quero te darcontoseroticoscomendo a baba e minha sograirmãozinhos safadinhos fazebdo safadesacontos gay meu filho gostosocontos eróticos me obedece putinhacontos heroticos gay pique esconde com o priminhovideo de goroas trancandocontos eroticos garotinha levadacontos de menininhas sentando no colo de homensFoderam gente contos tennsconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babarcontos eroticos sou casada o velho da chacara sozinhocontos eróticos fudendo a prima e a tia com preliminarfui fodida em frente dos meus filhos contos eroticoesposa safada liberando geral para o sogrocontos eroticos comendo uma carcereiracontos casal com jamaicanoGozei na mao da mamae contotitia pediu chupada na buceta e me deu cuzinho contosSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos mulheres que gostam de ser preenchido no cuzinhoconto erótico paixão de irmãsegurou a filha para tirar cabaçocontos eroticos, meu rabo gostosovidio de cazal trnzandocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html porno mulheris con a perna meia canbotaeu tava de short meu namorado ralou o pal em cima da minha bucetafazendo gozar mulher casada darlene contos