Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUDENDO NO INTERIOR

Meus pais moram numa cidade do interior do maranhão, na região do vale do mearim. Neste natal, fomos todos passar lá. Meu irmão, que mora em São Luis, sua mulher e seus filhos também estavam lá. Apesar de ser uma cidade bem pequena, uns oitenta mil habitantes, gozam de certa mordomia, inclusive internet. A cidade, entretanto, não dispõe de atrações para jovens e minha sobrinha Ana Luiza vivia pendurada no meu note. Procurava passar o dia entretida no orkut e outras coisinhas. Um dia entrei no escritário e ela se assustou, minimizando umas telas. Fiz que não notei. à noite peguei o computador e lembrei da minha sobrinha. Fui ao histárico e vi que a safada estava vendo uns sites de adultos, com fotos, filmes etc. inclusive, este site ela tinha visitado. Ah, safada. Vendo sacanagem, pensei. Não que ela fosse infantil, afinal já tinha seus dezenove anos, mas dava uma de “santinha”. O garoto era mais novo e estava com dezessete.

No dia seguinte inventei uma histária que ia numa outra cidade resolver uns problemas. Fui pra rua com meu irmão e terminei desmanchando a viagem. Porém, já tinha deixado ele num barzinho com uns amigos jogando sinuca e tomando todas. Voltei pra casa e dei com a porta trancada. Sabia que minha mulher ia sair pra casa de familiares e certamente ou outros teriam ido junto. Mas... e minha sobrinha...

Entrei de mansinho e percebi que ela tava no escritário, com meu note na mesa. A porta estava meio aberta. Forcei um pouco o suficiente para vê que ela assistia a um vídeo pornô. Voltei pra sala e fiz barulho, como quem tinha acabado de chegar. Não dei tempo pra ela desligar a tela e apenas minimizou. Entrei e ela: - Oi, tio, já voltou? Cadê meu pai? Perguntou desconfiada. – Ta lá no bar. Pelo jeito vai demorar bastante. Ta com uns amigos nosso jogando sinuca e tomando todas. Cheguei por trás e passei a mão em seu pescoço beijei sua cabeça. – Que você ta vendo ai? A tela estava no orkut, mas a de putaria estava minimizada. Ela tentou fechar com a tecla direita, mas se atrapalhou e acabou por abrir o filme. Ela quis consertar, mas eu não deixei e disse pra ela que também gostava de uma boa sacanagem. Ela sorriu meio desconfiada. O filme rodava uma mulher chupando o cacete de um cara tatuado, enquanto por trás um outro enfiava uma pica descomunal na xoxota. Era uma morena de cabelos lisos então com minha sobrinha: - Ela se parece com você, Aninha. Ela riu e disse: - Mas eu sou mais bonita, não acha? – Claro, minha deusa. Você é linda. Ela deitou sua cabeça em meu peito que estava colado no seu corpo. Dei-lhe um beijo na testa. E levantei minha mão tocando seu pescoço e trazendo sua boca para a minha. Foi um beijo alucinante. Ela que ainda estava voltada para o computador, sentindo meu pau em seu ombro, virou-se para o lado e tocou meu pinto com a boca. Abriu meu zíper e começou beijar. Passava a língua na cabeça e ficava com ela nos lábios, enquanto lambia. Eu que já tinha passado a noite pensando numa forma de foder aquela ninfeta, agora tinha meu cacete metido na sua boca e não tinha feito esforço para que isso acontecesse.

Ela babava na cabeça e na medida que a saliva ia molhando meu pau, sua boca engolia mais. Logo tinha ele todo fincado na boca da minha sobrinha. Comecei a foder aquela boquinha literalmente. Ela foi levantando e se enroscando em meu corpo. Foi desabotoando minha camisa, enquanto minha calça descia pelos joelhos indo ao chão. Ela subiu e começou a lamber meus peitos peludos. Passava a língua em movimentos circulares nos biquinhos me provocando arrepios. Veio me beijar a boca e meti minha língua lá no fundo.

- Você é muito gostoso, tiozão. Você quer foder a buceta da tua sobrinha, não quer.

- Sim, minha putinha. Seu tiozão quer muito foder a buceta da sobrinha queridinha.

- Então pede, vai. Pede minha xoxota que eu te dou, meu coroa divino. Quero

Sentir seu cacete dentro da minha buceta, seu cachorrão. Quero que me coma com força

- Então me dá sua buceta, sua puta safada. Dá sua xoxota pra esse coroa que adora uma ninfeta igual a você. Meu pau até dái de tesão por você, putinha gostosa. Sou seu cinquentao gostoso, não sou? – é sim. Você é mais gostoso do que esses mauricinhos ai da rua. Foi sua sobrinha. Quero lembrar sempre dessa pica. Quando eu for a Goiânia vamos foder o dia todo, não vamos, meu coroa barrudinho. Eu adoro você, tio.

Fui para o sofá ao lado, enquanto a putinha da minha sobrinha tirava sua roupa, mostrando aquela xoxota peludinha nua pra mim. Eu estava sentado na beira e ela veio e se virou de costa e foi sentando no meu pau. Ela mesma guiou meu pinto para sua buceta e foi descendo devagar. O bicho ia deslizando e sua buceta chegava a espumar, tamanha a excitação que minha sobrinha estava.

Senti sua bunda em meu corpo, amassando meus pelos, e ela começouu a rebolar. Subia e descia e dançava em rodopios estrepada na minha pica. Apesar de ser bem apertada, sua buceta recebia minha rola muito macia, devido a lubrificação.

- Tio... goza comiiiogooooo.... vou gozar, seu cachorro. Vou gozzzarr na sua picaaaaa, ahhhhhh...... filho da puta. Goza na sua sobrinha. Não aguentei e esporrei na xoxota da minha sobrinha piranha.

- Meu irmão chegou em casa naquele dia e dormiu logo em seguida.

O pessoal sá chegou no fim da tarde e eu e minha sobrinha, Aninha, fodemos a

Tarde toda.

E assim foram os três dias que fiquei lá. Muita xoxota, muita pica e muita porra. Qualquer oportunidade era aproveitada, nem que fosse para apenas uma chupada e uma gozada rapidinha.

Ano novo estarei em São Luis e adivinhem quem vai entrar na minha rola? Claro. Minha sobrinha, que adora este cinquentão aqui. Podem escrever pra mim. Tenho cinquenta anos, mas adoro uma xoxota novinha. Sou muito carinhoso. As gatinhas de Goiânia que quiserem um coroa gostso basta me mandar o msn e a gente marca uma fodinha bem legal. Não vou pegar no pe. Quero apenas que goze muito na minha pica. Cinquentão.goiâ[email protected]

Mando foto da rola grande e grossa para voce se divertir. Pode ser casada ou solteira, não tem problemas nao. Respondo a todas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


me fuderam gostoso na infanciacontos eriticos minha mae minhas irmas e munhas tias todas putascontos eroticos marido mandando mulher saratava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contosconto viajando com a maninhaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos comi minha vizinha a forcaFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contosminha xana fica babando contoscontos de zoofilia sobre eguas e jumentasbeto cunhado contos eroticosesporra encorpada na bocamulhe raspado buceta deichado no meioenrabado na cadeia contosMinha mulher saiu com amigas e voltou bebada para casa contosfiz troca troca com os meninosconto erótico loira casada traindo marido com cadeirantePorno mobile boqueternocontos eroticos punhetaconto erótico vesti cinta liga pro meu filhocontos eróticos da novilhas com os negrosconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiadando desde pequeno contos eroticos gaysCasada viajando contosreal conto cunhadominha vizinha me flagrou batendo punheta cheirando os sapato dela podolatria contos eroticosporno gay contos eróticos pegando priminho inocentecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos tapou a bocaConto de menina+sempre fui amarrada numa pirocacontos eróticos filha do pastor virgem assembleia de deuscomo convenci minha filha me dar sua virgindade conto eroticocomtos eroticos o amigo do meu filho me humilhou e me curroucontos gay afeminadoscontos eróticos de negros em carnavalDOTADO ARROMBA A COROA ATE CHORAR CONTOamarrei a gravida e mamei a força contoscontos eu minha esposa e a empregada na praia de nudismofoto de sexo conto eroticos da minha sobrinha pimentinha parti 1gozando da lingua do papaio pastor comeu meu cu contos gayContos eroticos: desde novinho era afeminado louco pra da o cucontos de zoofilia coloquei meu cachorro pra comer meu marido e ele gostouconto erotico gorda na ruaporno club conto eroticos de meninos gaysporno comtos corno vendo cu da mulher depois que negao arombouno qiintal cumi o cu da crente vigemimagem cuzinho irma contosEnsinando minha soblinha bunda grande a andar de carro contoxvidio pag biixinha gostosa cem caucinhazoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerContos eroticos de padreaiaiai vou goza no kct do meu paiconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuver contos porno anal no onibos de escurcaocontos incesto gay lisboaconto erotico comedo as namoradas lebicasconto erotico gravida molequecontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grossocontos personal acoxando a cavala na academiaconto erotico cinema marido e mulheramigo de infancia negro e roludo dominou a minha esposa novinha e a mim...virei chifrudo e viado contoscontos erotico com patra sendo fodida pelo avo do cazeroconto erotico lesbica namoradaconto erotico mae ensinando conto peguei putinha van escolararronbando minhas 3filhas a forsacontos de coroa com novinhocontos eroticos arrastada pro mato e enrrabada pelo brimo da rola grossacontos empregada boqueteiraPULAVAAI XVIDEOcontos eroticos duas menininhas me chantajearam e tive que mostrar meu pauzao para elascontos eroticos de estrupo em fio terrapodolatria com a minha amiga contos eroticosvi a irma do meu amigo se trocando contocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscunhada na cadeia contosContos casal pelado na praiaDotado arronbando garota 19 aninhoscontos porno esposas estuprados submissosmeu namo puchou meus cabelos e deu vários beijos em mim o que significa isso?historia quadrinho eroticos de sexo na chuva bicontos vi pai xupando pauContos eróticos ele veio do interiorcontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandros