Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FIZ MINHA CUNHADA E SUA AMIGA GOZAREM

O que vou lhes relatar agora é algo verídico e usarei nomes fictícios.

Chamo-me Marcello, tenho 28 anos, moreno, 1,76m, 80 kg, olhos castanhos cabelos pretos e um corpo saradinho (não era bombado), pq malhava. Namoro a Tininha há dois anos, ela é branca de cabelos pretos até a cintura, tem 25 anos, 1,70m, 65 kg, olhos castanhos claros com um corpinho fenomenal, peitinhos tipo pêra apontando pro céu, coxas roliças e durinhas e uma bundinha de dar inveja.

Tudo começou quando meus sogros me pediram para que ajudasse a Tininha a tomar conta de sua irmã mais nova a Clara, uma ruivinha de 20 anos, 1,68m, 58 kg, olhos claros e pra idade que tinha, o corpo dessa criatura divina era muito parecido com o da irmã, peitinhos tipo pêra, com coxas roliças e lisinhas e um bumbum que tem uma circunferência perfeita, pouca coisa menor que o da Tininha. Pois se deixassem elas sozinhas não iria dar certo, iria acabar dando briga e eles teriam que fazer uma viagem de última hora. Como tudo que eles me pediam eu fazia e sempre mostrei muita maturidade e responsabilidade, aceitei e disse que tudo bem.

Um dia depois que eles viajaram quando cheguei a casa de Tininha era uma terça-feira, eram uma 8:30h da manhã e como tinha ficado com a chave de casa fui entrando, sabia que Tininha não estaria em casa pq ela teria ido pra faculdade e sá voltaria a tardinha, mesmo assim entrei em casa chamando por ela, mas ninguém respondeu, quando cheguei no corredor que dá para os quartos e o banheiro, pude escutar que alguém tomava banho, cheguei perto da porta e chamei por Clara e ela respondeu – Oi cunhadinho, estou terminando, já vou sair.

Fui para a sala e liguei a TV, sentado no sofá, a Clara veio e me deu um beijo na cabeça e foi para a cozinha, onde estava sentado ficava de costas para a cozinha e na sala tinha uma cristaleira com um espelho embutido que dependendo da posição que a pessoa fique dava pra ver quem estava na cozinha. Olhando pra TV, vi um vulto verde pelo espelho da cristaleira passando pela cozinha e virei a cabeça pra traz pra ver melhor, quando pude constatar que era minha cunhadinha toda gostosinha vestindo um conjuntinho de top e shortinho socado naquela bundinha maravilhosa, ela ficava passando de um lado ao outro na cozinha, fiquei com um pouco de tesão, mas virei pra TV de novo. Estava eu lá na minha vendo TV e de novo pela cristaleira pude ver Clara sá que desta vez ela tinha parado abaixada de costas pra porta pegando batatas pro almoço e então tive que olhar pra traz e ver todo aquele reguinho virado pra cima, que delícia e imaginei minha língua ali. Como tbm não sou nenhum santinho, aproveitei que ela estava na cozinha e pedi para que pegasse um copo dÂ’água. Ela veio com o copo, deu a volta no sofá e de frente pra mim, me entregou o copo e não pude deixar de reparar na roupa que ela usava com minha caceta quase saindo da calça de tão duro vendo aquele monumento. Com certeza ela viu que eu a observava e soltou um sorrisinho. Acabou ficando por isso mesmo e ela voltou pra cozinha. O tempo foi passando e já estava perto das onze horas, eu lá na minha e Clara me chamou pra ajudar ela a pegar uma panela que sua mãe guardava no alto, levantei e fui, quando cheguei na cozinha vi Clara tentando subir em um banco que estava em falso e corri para segura-la. Segurei em sua cintura para ajudar ela a se equilibrar, que cinturinha gostosa e aquela bundinha virada pro meu rosto, que perfume gostoso e mais uma vez fiquei exitado, minha pica já querendo rasgar o tecido da minha calça, Clara me entregou a panela e a ajudei a descer. Quando estava ajudando ela a descer, deixei que o corpo dela deslizasse sobre o meu até ela sentir meu pau duro roçar naquela bundinha maravilhosa e ela encostar o pé no chão, enquanto minha pica roçava nela, senti que ela tinha dado um suspiro gostoso e sua pele ficou toda arrepiada. Perguntei se estava tudo bem e se precisasse de algo era pra me chamar e voltei pra sala pra ver TV imaginando aquela gostosinha deixando eu chupa-la todinha, esperei até dar a hora do almoço. Almoçamos e disse a ela que iria deitar um pouco no quarto de sua irmã, mas qualquer coisa me chama. Acabei tirando uma sonequinha, quando era mais ou menos uma e meia da tarde acordei com risadas altas e imaginei que Tininha já tivesse chegado, como já tinha trocado de roupa e estava sá com uma bermuda e descalço, fui andando devagar até onde vinha o som e por acaso era do quarto de Clara, a porta estava um pouco encostada e pude ver que ela estava com uma amiga da sala dela a Lia. Lia era uma descendente de Japonês linda demais, tem o cabelo lisinho, olhos um pouco puxados, toda gostosinha, 19 aninhos, peitinhos durinhos, pernas grossas e uma bunda de fazer inveja a qualquer japa. Elas estavam falando sobre alguns meninos da sala delas e de uma festa que eles tinham ido uma vez, que teve uma música que Clara estava dançando com João e deixou que ele ficasse acariciando sua bunda e com isso fez com que ela ficasse muito excitada e Lia dizendo que o Carlos ficou mexendo nos bicos de seus seios e a deixara molhadinha, papo vai papo vem, aquela conversa toda foi me excitando, quando começaram as duas ninfetinhas a falar de mim...

Lia perguntou para Clara se nunca tinha me dado uns pegas, se nunca tinha dado um rala comigo, pq se fosse com ela já teria feito de tudo para eu fizesse algo com ela, pois eu era gatinho e muito gostoso. Clara disse – É amiga, nunca dei uns beijinhos naquela boquinha maravilhosa, mas em compensação hoje, fui a forra, minha irmã disse hoje antes de sair que ele iria passar o dia aqui e para eu ver o almoço pra ele, não perdi tempo, um pouco depois que ela saiu fui tomar um banho e ele chegou quando eu estava terminando. Lia disse – Ai amiga vc é burra, poderia ter dito que tava passando mal ali no chuveiro pra ele entrar e te ajudar, ai vc é burra. Clara respondeu – É amiga nessa dei mole, podia ter feito ele me pegar no colo e eu toda peladinha no chuveiro, mas hoje dei um ralinha com ele. Eu estava quase tocando uma bronha escutando aquelas duas ninfetinhas falando a meu respeito. Lia pasma perguntou – Como assim, o que vc fez sua danada ????.

Clara respondeu – Sabe que quando quero sou bem safada né amiga, coloquei esse meu conjuntinho verde, puxei bem o short, deixei ele todo socado e fui pra cozinha ver o almoço, tinha uma panela que minha mãe guarda na cozinha no alto, mas eu já to cansada de pegar aquela panela, é tranquilo, então puxei um banco e comecei a subir, chamei ele pra me ajudar e ele ficou todo preocupado me segurando na cintura, me ajudou com a panela e depois me ajudou a descer do banco, desci esfregando minha bunda naquele pau gostoso, fiquei toda arrepiada, minha irmã uma vez me disse que era grande e grosso. Com isso Lia morde os lábios com tesão e fala – Eu bem queria que ele colocasse a boca nos meus peitinhos e o dedo na minha xana me fazendo gosar. Sabia que ela era safada, sá não imaginava que era tanto assim. Então depois de um tempão em pé pensando já em fazer um monte ali com as meninas, escutei a porta da sala fazendo barulho, era Tininha voltando da faculdade e quando sai da porta do quarto de Clara, sai meio afoito pra voltar pro quarto que dei uma esbarradinha na porta e ela fez barulho. Voltei para o quarto e fingi que estava dormindo.

Tininha chegou, foi falar com sua irmã e Lia, depois veio para o quarto e deitou do meu lado, pôs a mão em minha pica e sentiu como tava dura, ainda da conversa das meninas e comentou baixinho – Safado, ta sonhando com sacanagem é, vamos ver se não acordo ele. Tininha levantou, foi para o banheiro tomar um banho, não demorou muito ela voltou com uma calcinha de microfibra um pouco enfiada, deitou ao meu lado e quando alisou minha pica, sentiu que estava ficando mole, devagar ela começou a descer minha bermuda e quando colocou minha pica pra fora foi aos poucos colocando ela toda em sua boca, dava lambidinhas e enfiava na boca, com isso ele já foi tomando forma de mastro e fingi que tava acordando com aquilo, ensaiei um susto e falei com ela. Já tinha encostado a porta do quarto e começamos a nos acariciar ali, fizemos um 69 animal, tirando gemidos dela e fazendo com que ela gozasse na minha boca, depois a coloquei de quatro e comecei a passar a língua em seu cuzinho, fazendo com que ela gemesse bem alto, com esses barulhos todos a Clara olhou para a Lia com cara de espanto e se dirigiram pra porta do quarto de Tininha pra ver o que estava acontecendo, quando chegaram na porta e os gemidos estavam mais serenos, viram pela brecha da porta uma cena que pra elas foi inesquecível.... Tininha estava de quatro empinando sua bunda pra traz e pro alto tendo seu cuzinho invadido pela minha língua. Atraz da porta Clara e Lia já estavam molhadinhas cheias de tesão e querendo tudo o que estavam vendo. Continuei ali ainda por um tempo, desci e comecei a chupa-la na bucetinha raspadinha que jê estava toda melada, então ela disse vem meu gostoso e enfia esse cacete todo em mim.... então levantei, passei as pernas sobre a bunda, apontei minha pica pra baixo e comecei a penetra-la com vontade, que buceta molhada, macia e quente... ela gemia horrores e a fiz gosar de novo. Então eu sai e deitei na cama, ela veio por cima e enfiou minha pica todo dentro de sua boca soltando gemidos e dando lambidinhas..... a essa altura as duas atraz da porta já estavam mais que meladas e dedilhando suas bucetinhas vieram a gosar juntas......

CONTINUA......

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto amor de cornocontos eróticos as fantasias de minha filha filha com um desconhecido na praiacontos eroticos chupadarelato casada dandocu em fesmeu marido meu cafetao contoNA BUNDA CONTOmeu patrão pervertido , tive que sentar com o buceta para não perder o emprego contogozando dentro do tamanco contosconto real meu vizinho me agarrouvideoo porno da bundona de chorte de burmiTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidavideo porno do sobrinho traindo seu tio jorgeesposa na brincadeira em casa contocada dos contos gays- sexta do chaveirocontos eroticos de meninas que sua prima ensinou a ser putinha ainda bbconto erotico minha filha no computadorContos: namorada safadaesposa bunduda rece be uma proposta para da cu ela nunca deu contos eroticos minha tia tava dormindo gozei nela contoscontos eroticos irmazinha se oferecendovirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaycontos novinha sendo estuprada por dois caes contos erotico de medicochupando pintaoooContos eroticos gang bang com minha familia sequestrominha mae me lambeu conto erotico contos eroticos gay ardente paixao pelo dr luizcilindro meloso gostosocontos eroticos fudendo a mae travestiContos de estupro na praiatrai meu marido bebado com seu amigo bebado na sala contostranzei cm meu namo em um passeio escolar em um acampamento, Bom demaiacontos eroticos chantagem de carnaval contos eroticos comendo o bundao crentes vadiassemhora virou puta conto contos eróticos irmã f****** na frente do irmão por assaltantescontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContis eroticos primeira vez de um heterocontos etoticos meu marido faz eu dar para trassecontos de menininhas sentando no colo de homensporno mamei micreporno minha tia foi la emcasa e eu tavabatendo punhetanovinha de salto fazendo sexo com dois contos eróticosContos eroticos cumi mi.ha cunhada carlaConto erotico 25cm pica grossa na novinha da escolacontos eroticos casal com amigo dotadoContos eroticos de sexo na infancia safadinha des de me nininhacomi o marido de minha prima ma cama delaContos a amiga putinha da minha namorada dp swing buracominha esposa e sua namoradinha contoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de empregadas dormindosai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridoconto erótico de mulheres abusadas sexualmente pelo cachorrocontos tive um orgasmo na bicicletana sauna o boy me comeucontos eróticos de sequestrocontos eroticos pego gostoso o meu filho gueichupei os pezinhos da minha irman contos eroticosler contos de padres tarados estrupandoscheirei a calcinha fedorenta contos eroticosGostaria de ver contos eroticos de adolestentesme casei com um cornoconto erótico vó e seu netinhominina pela de mostrngo a busetameninas piranhas de calcinha fio dentalContos pornos-amamentei a bebê com meu paupegando a cunhadinha casada muito linda e gostosacontos eroticosconto viadinhoé bom chupar pau cheio de sebo contos eroticosContos de estupro sem camisinhaComto lesbico fragante fazendacontos ela e feia e gostosadando a esposa.para sr de idade conto eroticocontos eroticos com a vovócontos eroticos peguei minha cunhada dormindocasada linda e diretora contoscontos eroticos acampamento pirenopoliscontos eroticos troquei minha mulher pela cunhadinha lindacontos de coroa com novinhoZooxoxotamenina centaba no colo do pai conto eroticocontos amigo so folho pintudocontos eróticos - prima Priscilaconto erótico estrupada no cinema porno sadomasoquismo novinha pede arrego da piroca do vovô contos eróticosconto erotico chupei o pinto do meu paiconto chantageei minha irma evangelicacontos putaria de crentescontos eróticosminha esposa deu para os molequesdona florinda so ela dona florinda vaginaConto erotico minha irma bebeu minha porrasempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosContos de pai me banha e enxuga a xoxotacontos eroticos gretei quando minha bbuceta edtava sendo arregassada