Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CHANTAGEM

Meu nome é Rick tenho 40 anos 1,80 e 82 kg, sou Moreno, e um pequeno empresário, tenho uma loja de produtos de informática, minha esposa Marcela, 36 anos, loura, 1,70 e 55 kg, arquiteta, mas não trabalha, temos uma filha de 19 anos de nome Priscila, pois casamos bem cedo, sempre fomos uma família normal.
Em Agosto de 2010, eu queria expandir meu negácio e por falta de capital acabei pegando 50.000 reais emprestados com um conhecido nosso que emprestava dinheiro a juros (agiota), seu nome é André, mulato, 50 anos, 1,90 e aproximadamente 110 kg. O mesmo me emprestou o dinheiro e como eu acreditava que as vendas de final de ano seriam boas prometi de lhe pagar em dezembro perto do natal. Mas aconteceu uma desgraça para mim perto do Natal arrombaram minha loja e roubaram toda a mercadoria, inclusive o dinheiro que tinha guardado no cofre, me deixando sem nada.
Perto do Natal o André veio a minha casa me cobrar o dinheiro, conforme o combinado, expliquei a ele a situação e falei para ele me dar mais um tempo, para eu poder me levantar e poder lhe pagar, o mesmo falou para mim que não tinha nada a ver com isso, que me daria até ao final do ano para lhe pagar, que eu me virasse, e saiu me fazendo ameaças.
Pedi a um irmão meu o dinheiro emprestado, mas o mesmo sá conseguiu me arrumar 30 mil reais, no dia combinado André apareceu e eu lhe dei os 30 mil reais lhe falando que iria tentar arrumar o restante depois da passagem de ano, já que todo mundo estava viajando e u não tinha a quem pedir emprestado mesmo ficou bravo e falou que não dava nem mais um dia que queria o dinheiro dele, falei que não tinha como arrumar.
-Foda-se, não quero saber alguma coisa você tem que me dar se não o negácio vai ficar feio para você e tua família.
Marcela olhou para mim e eu olhei para ela e ficamos apavorados, sem saber o que fazer, quando André olhando para nás ,sorriu e falou.
-Sei de uma maneira de vocês me pagarem e não vai ser difícil para vocês.
-Pode falar André, diga como, que nás daremos um jeito.
-Rick eu sempre fui tarado pela sua mulher, me deixa transar com ela e eu te dou mais tempo e se gostar ainda te dou um desconto.
-Que é isso cara, somos uma família de respeito, respeite a minha casa e minha família.
-Cara você é que sabe, pensem bem, eu volto amanhã para saber a resposta ou então quero o meu dinheiro. E saiu batendo a porta.
Graças a Deus que nossa filha tinha ido passar as festas de fim de ano na casa da família de uma amiga dela, e não estava em casa para escutar ou ver aquela baixaria.
Eu e Marcela ficamos mudos e olhamos um para o outro sem conseguir falar, falei para ela que aquilo era um absurdo, que iria chamar a policia, no que ela falou para não fazer isso, pois sabíamos da fama dele e sabíamos do que ele era capaz. No dia seguinte sai de casa puto e fui procurar uns amigos para ver se conseguia o resto do dinheiro, mas todo mundo estava sem capital devido aos gastos de fim de ano, voltei para casa de mão abanando e sem saber o que fazer. Cheguei em casa e André já lá se encontrava, sentado no sofá da sala bebendo uma cerveja e do lado de fora um cara mal encarado que era segurança dele.
-E ai cara arrumou o meu dinheiro ou pensou na proposta que eu te fiz.
-Poxa André, não consegui o dinheiro, mas no inicio do ano consigo, tem mais um pouco de paciência.
-Não tem o dinheiro sá sobra a minha proposta, e aiÂ’.
-Cara nem pensar, jamais faríamos isso.
André se levantou me encarou e me deu um soco no nariz, me derrubando e me deixando no chão sangrando, Marcela correu para mim e me abraçou pedindo a André para que parasse, o mesmo me mandou levantar, para apanhar mais e me segurou pelo pescoço, Marcela ficou apavorada e pediu para ele parar, o mesmo falou que me ia matar de porrada e ameaçou me socar novamente, no que Marcela, falou.
-Para, eu aceito a tua proposta, mas não faz mal a meu marido nem a minha família, mas sá aceito com uma condição, se eu transar com você, desconta 5 mil da divida.
André sorriu, olhou para ela e falou.
-Se eu gostar eu desconto 2 mil, caso contrário não tem conversa.
Marcela olhou para mim e eu estava sangrando pelo nariz e assustado sem condições de falar alguma coisa, a mesma tomou a iniciativa.
-Vem para meu quarto André, vamos resolver isso de uma vez.
Ele a seguiu, e eu fiquei na sala parado sem reação, sem condições de segui-los ou impedir. Passaram-se uns dez minutos e criei coragem e fui até nosso quarto ver o que se estava passando, quando cheguei fiquei assustado ao ver minha esposa nua deitada na cama e André chupando sua buceta o mesmo estava pelado e o caralho dele devia medir uns 25 cm, fiquei assustado com o que ele poderia faze com Marcela, pois a mesma até então sá me conhecia a mim como macho, jamais tinha tido qualquer relação sexual com outro homem, André enfiava a língua na buceta de Marcela e sugava seu grelo, eu fui vendo aquilo e ao mesmo tempo em que estava com muita raiva, fui ficando com tesão, e me assustei, pois estava ficando excitado, vendo minha mulher sendo chupada por outro, fiquei encostado na porta vendo os dois, André se levantou e encostou aquele tarugo na boca de Marcela, que devido ao tamanho e grossura não cabia na boquinha dela, a mesma ficava lambendo a cabeça do caralho e volta e meia tentava enfiar a cabeça na boca, enquanto André enfiava um dedo em sua buceta, eu fui perdendo a raiva e fui ficando cada vez mais excitado, ele a deitou e ficou pincelando o caralho na buceta dela que estava com dedo por ser muito grande, aos poucos ele foi enfiando a cabeça e ela foi relaxando abrindo mais as pernas para facilitar a penetração, até que para meu espanto entrou tudo, ai Marcela se transformou entrelaçou as pernas nas costas dele e ficou gemendo de tesão, o mesmo carinhoso enfiava e tirava devagar para não a machucar ao mesmo tempo que lambia seus seios, Marcela gemia de tesão,abriu os olhos e me encarou, esperando ver a minha reação ao me ver com tesão sorriu para mim e apertou mais o corpo de André contra o seu como se quisesse que ele entrasse dentro dela, puxei meu caralho para fora e comecei a me masturbar vendo aquela cena, sem me importar com mais nada, sabendo que minha esposa estava gostando de ser fudida por um negão com um caralho imenso, e ver seu marido se masturbar com a cena, olhou para mim e fez sinal para eu me aproximar, fui até ela e a mesma pegou. Meu caralho e enfiou na boca enquanto era fudida por André, André olhou para mim e sorriu o safado enquanto a fudia foi enfiando um dedo no cu de Marcela que soltou um gemido de prazer, enquanto me chupava, ela estava adorando ser fudida por dois homens, nem reconheci minha esposa de mulher recatada a mesma tinha se transformado numa verdadeira puta, gemendo no caralho de um estranho. André se deitou na cama e pediu a Marcela para sentar em cima dele, Marcela apontou o caralho para a buceta e foi descendo devagar até entrar tudo, ai parou como se acostumando com o caralho todo dentro dela, pois deveria estar cutucando seu útero, eu vendo minha esposa naquela posição não aguentei e me ajoelhei atrás dela e comecei a lamber seu cu, enfiando a língua dentro dele, fui enfiando um dedo e depois dois e a minha putinha falou que estava adorando, mas queria ser o sanduiche de nás dois, entendi o recado e me posicionei atrás dela e fui enfiando meu caralho aos poucos dentro do cu dela. Quando entrou tudo ela começou a gritar e falou que estava sendo a melhor foda da vida dela, que estava adorando ser uma puta, que estava sendo arrombada, para nás arrebentarmos com ela, que queria gozar muito, que estava sendo muito gostoso, e começou a gritar.
-Vai meus veados me comam que eu vou gozar, vou gozar pelo cu e pela buceta me arrombem seus merdas, AAAAHHHHHH, estou gozando vou gozaaaarrr. ai que delicia ,vou morrer de tanto gozar,gozem para mim me encham de porra seus viados,vocês não são machos então me fodam bastante encham meu cu e buceta de porra,ao Caralllhho estou gozando.E começou a tremer de gozo eu sentia o gozo dela pois seu cu apertava meu caralho como se o quisesse engolir, e gozou ,gozou bastante,eu sai de dentro do cu dela e enfiei meu caralho em sua boca para a mesma me chupar despejando a minha porra toda em sua boca, que engoliu tudo, André se levantou e começou a se masturbar perto da boca dela até gozar e encher a boca dela com litros de porra,que parecia que não ia acabar, Marcela se levantou e veio até mim e me beijou com a boca cheia de porra do André,tentei afastar ela mas a mesma não deixou e enfiou a língua dentro da minha boca despejando a porra de André dentro de minha boca e me sufocou até eu ter de respirar e ter que engolir aquilo tudo, André se levantou e começou a se vestir ,falou que tinha adorado e que iria descontar 2000 reais da nossa divida e que no dia seguinte voltaria.
Marcela me encarou e feliz falou que pelo menos agora ela não nos ameaçaria mais e se dirigiu para o banheiro para se lavar, rebolando aquela bunda na minha frente..........

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico mendiga peituda 60 anosconto menininha sentou no meu pauconto.erotico minha tia me pegou batendo punheta e faloupra sua amigaminha irmã minha amanteEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delacontos meu cu e grandedei minha bucetao mestruada e ingravidei contosfui assistir filme acabei chupandocontos eroticos comendo a professora velha pra passa de anocontos eróticos gordinhas na ginecologistacontos eroticos padastro com indiadaChantageei amiga lesbica da minha mae bdsm contocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico mamãe sentando no meu colo no carro lotadonovos contos eróticos de cunhadas malhandorelatos eroticos de marido forcando sua mulher certinha s dar para outrome amarro nos peitos delapiça enorme burracha anal contocontos de perder a virgindade com sofrimentocontos eroticos,minha sobrinha cresceucontoseroticos erotico desejo da mlnha esposahttp://os mais recent contos eroticoscontos eroticos con pau de 24 cmminha mas fodeu meu cu com um consolo conto erotico gayConto etotico ninfeta putinha so dorme peladinha e arecanhadinharelatos/erotico meu padrasto me dava banho e colocava no colocolo do velho. contohistorias de meninas que se masturbaram enfiando cenouras no cu e na checaMeu tio chera minhas calcinhasconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuconto de incesto de pastor estrupadome fudenram esconde esconde contorelatos eroticos/pisar na caracontos eroticos mamas tetas puta peitos nicolemete mete contocontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau duroconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeupapai caminhoneiro conto eróticocontos de incestos e orgias entre irmas nudistasmeu marido fez eu ultrapassar tds os limites contos pornoscontos eróticos afim do papai Advogada casada e estuprada contoscontosdesexo padrasto metendo na enteadaDesvirginando a sobrinha de 18 anosConto de Uma dívida com meu genro e teve que dar o c* para eledei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos eroticos de mulheres traindo marido com caseiro e porteiroViadinho do vizinho tinha uma rocha com meu pai Contos eroticosSempre passo o dedo no grelinho da minha netacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou contos eróticos mine saiaquase matei amiga da minha mae contosconto primo safado .com minha esposahistoria de contos de sexovovo incestoConto erótico tapa na minha filhadando a esposa.para sr de idade conto eroticovelhas gordas de 90kg nuasPorno contos avos iniciando ninfetinhas no incesto maes paisele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaContos casal pelado na praiavideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinhoconto erotico meu chefe me comeu meu marido consentiuComi minha mae a forca contos eroticoscontos eróticos metendo com a minha mãe e minha tia na casa de praiapassivosrj sexocontos eroticos devoradoa coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusmanuela pedreiro contos eroticoscontos eróticos gay putinha pedreirosCont erot a galinhacontos eróticos meu pai me comeu na frente da minha mãeCHOREI NA ROLA DO GENRO CONTOcontos er irmas vizinhapono. patrato. vudedo. a. tiada. novacomtos de incesto com subrinha na caxuera no carroContos eroticos seduzindo meu sobrinho com roupas provocantesConto homemchupando a buceta delaxconto beijei minha esposa com porrade outrocontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeDei para um novinho relatohistoria erotica aaaaiiiiiii enfia a rola no meu cu