Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O JOGADOR DE BASQUETE VERIDICO

Sempre tive uma vida sexual normal, até o dia que fui trabalhar em um grande clube esportivo aqui de São Paulo.

Com pouco trabalho um dia fui assistir o treino de basquete. Vendo aqueles homens de mais de 2 metros, algo muito estranho começou a passar pela minha cabeça. Qual seria o tamanho do pau destes homens ?

O jogo ficou violento, e um jogador negro, com 2,20, com um pé de tamanho descomunal e uma mão imensa, sofreu uma falta e se machucou, com uma batida violenta com a cabeça no chão.

Foi um corre corre e ele foi levado para o ambulatário do clube.

Não sei se por solidariedade, ou por puro tesão, fui até o ambulatário ver como o jogador estava.

Chegando lá, ouvi o técnico e o médico do time, falarem que estava tudo bem, que ele tinha sido medicado, e iria dormir um pouco. Fiquei ali sentada, e não conseguia ir embora até vê lo, o nosso instinto é mais forte que a nossa razão.

Quando o técnico saiu de volta ao treino, eu bem de mansinho fui dar uma espiada no jogador. O negro estava deitado na maca, que mal ele cabia, os pés estavam para fora, ele dormia e qual não foi a minha surpresa, quando cheguei perto, ele estava de pau duro e um grande volume aparecida debaixo do lençol.

Não acreditando no que via, passeia a mão bem de leve, e vi que não era ilusão de ática, realmente era um pau enorme e de uma largura fora do comum. Minha mão foi tocando e por mais que os meus olhos vissem, eu não acreditava. Um choque tomou conta do meu corpo e eu senti minha vagina se contrair em sucessíveis contrações, não estava gozando, mas estava como um tesão tremendo. Ao contato da minha mão, ouço um suspiro profundo, sai do meu êxtase, e fui embora correndo.

Aquela visão não saiu da minha cabeça, por dias. A noite não conseguia dormir, durante o dia todas minhas fantasias fluíam. Por vários dias, voltei ao estádio do treino e o meu jogador negro, não estava lá. Em minhas transas, porque procurei meus amigos para saciar meu tesão que era muito grande, sempre fantasiava que estava como o meu negro maravilhoso.

Apás uma semana, quando estava na cantina, tomando um café, eis que sinto uma mão no meu ombro e bem perto do meu ouvido uma respiração quente dizendo: POSSO ME SENTAR AQUI? Minha cabeça estava baixa e vejo no chão um pedaço de tênis enorme. Meu corpo estremeceu e meu sangue pulsou mais forte e ele já estava sentado ao meu lado, com seus joelhos tocando o meu.

Diretamente ele me falou: EU VIM AGRADECER SUA VISITA E SUA PREOCUPAÇÃO (com um sorriso muito sacana), EU ESTAVA MEIO GROGUE, COM OS REMEDIOS, MAIS EU SENTI A SUA VISITA (com o mesmo sorriso sacana). Eu calada, sem abrir a minha boca. EU AINDA NÃO ESTOU MUITO BEM, VOCÊ NÃO QUER CUIDAR DE MIM. Pegou minha mão e me levou para os alojamentos dos atletas, eu calada, muda, em choque me deixei levar.

Chegando lá, ele entrou em seu quarto, trancou a porta e me pegou no colo. Me sentou encima de uma pequena mesa e se afastou. Disse que estava louco de tesão desde o dia da minha visita, que eu nunca mais sai da cabeça dele. Meio que balbuciando eu disse: EU TAMBÉM. Veio bem devagar me olhando nos olhos, me deu um beijo longo e apaixonado, com sua boca enorme.

Minha mão foi procurar o objeto de meu desejo. Ele gemeu, e eu disse, POSSO VER? Ele tirou a roupa e eu pude ver como o pau dele era lindo. Negro, brilhoso, e com veias enormes que pareciam músculos. Tive que usar as minhas 2 mãos para pegar naquele pau e percorrer toda a sua extensão.

Ele foi tirando minha roupa, e me beijando o corpo, meus seios sumiam em suas mãos e ele mordiscava meu biquinho, ainda sentada na mesa, ele ficou de pé e seu pau ficou na altura da minha boca, comecei a passar minha boca naquele membro maravilhoso. Quando comecei a tentar abocanhar, assim que meus lábios envolveram a cabeça do seu membro ele gemeu muito alto e gozou, e seu semem, escorreu, pelo meu pescoço e meu colo, era muita porra. Aquilo me decepcionou, porque foi um orgasmo prematuro, a coisa nem bem tinha começado. Ele meio envergonhado, me pediu desculpas e com toda a delicadeza me pegou no colo, me levou para sua cama e como se ele pudesse me quebrar me abraçou de mansinho e começou a falar, A MUITO TEMPO ESTOU SEM UMA MULHER, ELAS QUANDO VEEM O MEU TAMANHO, FOGEM, E EU FICO SÓ NA PUNHETA. QUANDO EU VI SUA CARA DE MARAVILHADA COM O MEU PAU, SENTI MUITO TESÃO E NÃO CONSEGUI RESISTIR AO TOQUE DE SUA BOCA QUENTE. Esta declaração me fez sentir mais tesão, e como um imã minha mão já estava no pau dele novamente, que começou a crescer.

Ele começou me beijar novamente o corpo todo. E sua língua alcançou a minha xaninha e ele forçou e sua língua para dentro de mim. Sua língua tb era grande e ela entrando e saindo de mim dava a impressão de um membro mole me fudendo. Aquilo me levou a um orgasmo. Que como agradecimento, me virei e me posicionei em cima dele e começamos um 69 desajeitado, porque ele tinha que se curvar todo para conseguir alcançar a minha xaninha. Eu vi varias estrelinhas, porque agora ele revezava a língua e os dedos, que eu sentia alcançar o fim da minha xaninha. Doidinha de tesão e orgasmos maravilhosos, decidi que iria até o fim, e deitei e chamei ele para me penetrar. Ele com cara de preocupado, disse VOCE TEM CERTEZA. – SIM EU TENHO. Abri bem as minhas pernas, e passei a minha mão para ver se estava bem lubrificada, estava toda melada de gozo e saliva do meu negro. Ele posicionou na entrada e ficou passando a cabeça para cima e para baixo. Enlouquecedor, eu jogava o corpo para frente para acabar com aquele tormento e ele me penetrar de uma vez. Mas o pau não entrava, levantei minhas pernas e abri o máximo que eu podia e apoiei em seu ombro, ele com as 2 mão, segurou o seu pau e começou a forçar, uma ardência e uma dor insuportável começou a tomar conta da minha xaninha, quando ele me olhou e viu lagrimas involuntárias escorrendo no meu rosto, ele parou, se abaixou e começou a me xupar, e soltando muita saliva foi enfiando 1 dedo, meu tesão começou a voltar, enfiou o dedo da outra mão e começou a fazer movimentos laterais abrindo meu buraquinho, apás alguns minutos, colocou mais 1 dedo e foi puxando para abrir mais um pouco, outro dedo da outra mão e mais puxões, eu delirava, quando ele sentia que eu estava a ponto de gozar ele relaxava um pouco, porque queria me deixar enlouquecida não queria que eu perdesse o tesão ou me cansasse, assim depois de ir alargando a minha xaninha por longos minutos, ele disse: ACHO QUE AGORA DÁ, TENHO 4 DEDOS DENTRO DE VOCÊ E JÁ ALACIEI BASTANTE PUXANDO PARA FORA. Então, maluca de tesão, me posicionei por cima dele e fui sentando no pau duro, quando senti sua cabeça preta e brilhante na entradinha, rebolei de um lado, rebolei para o outro e forcei, a cabeça arreganhou meu buraco e passou, senti uma dor terrível e lagrimas rolaram novamente no meu rosto, ele me abraçou e me beijou os olhos, e vez menção de me puxar para cima para me tirar de seu mastro, quando senti seu beijo, decidi que tinha que acabar logo com isso, soltei meu corpo e com toda força que tinha, forcei para baixo e me encaixei no seu pau que bateu no meu útero me fazendo chorar de verdade. Ele com cara de assustando não sabia o que fazer. Eu sá dizia: VAI PASSAR, FICA ASSIM, VAI PASSAR. Bem devagar, foi massageando meu clitáris e me beijando a boca, pescoço e sussurando no meu ouvido: VOCE È TÃO QUENTINHA, TÃO MACIA, MEU PAU ESTA ADORANDO ESTAR DENTRO DE VOCÊ. NÃO PRECISA FAZER NADA. FICA ASSIM QUIETINHA, DEIXA ELE QUIETINHO DENTRO DE VOCE. TO ADORANDO. A cada palavra, com o seu hálito quente dentro da minha orelha e suas mordidinhas no meu pescoço, minha xaninha se contraia e o meu choro foi cessando e a minha respiração foi ficando ofegante e o meu tesão voltando a todo vapor. Eu estava entalada, arregaçada ao máximo, e quando ele percebeu, começou a fazer leves movimentos e a loucura tomou conta de mim novamente.

Com as suas grandes mãos, tomou os meus seios e me subia e descia, do seu pau, agora muito lubrificada, eu deslizava no seu pau, mas tinha que manter minhas pernas firmes, porque quando comprimia muito o meu útero a dor voltava, seu pau ainda ficava 1 palmo para fora, era impossível caber tudo dentro. Depois de sucessível gozo, eu implorei para ele gozar, porque a dor estava ficando insuportável e eu não podia mais aguentar. Quando o gozo estava vindo, ele esqueceu de todo cuidado que teve até então e estocou com força, como o instinto animal rege e ele nem percebeu que eu desmaie de dor enquanto ele gozava.

Quando acordei, estava em uma poça de porra e ele me abanando e passando uma toalha molhada em meu rosto, alem de muitos beijinhos.

Assim viramos amante, mas nas práximas transas, ele tinha que colocar uma toalha enrolada no seu pau, e deixar de fora 1 palmo de pau que não cabia dentro de mim e não me machucar o útero.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay cunhado barracaDo caralho-tecnico de informatica-contoConto minha filha so anda de fio dental em casacontos de incesto de maes treprando com filhoscontos novinhoconto erotico transei com a sograContos eroticos novinha virgem sendo arrebentada pela mulecadasconto erotico dando desde novacontos eroticos meu irmaocheirei a gorda bunduda conto eroticocontos eroticos de spankingConto de coroa estrupada e chingada pelo genroContos pornos-amamentei a bebê com meu pauCONTO INCESTO NA MADRUGADA COM A SENHORAcontos eroticos traindo marido na Sala ao ladocontos eróticos gays cavalgando no padrinhocontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traicontos erotikos menina de menor dando o cu a troco de balaFotos de mulher mexendi na buceta na cissa maes evangwlicas contos incestosvoyeur de esposa conto eroticoSou gay e tranzei com um travest contos eroticoconto erotico gay viado desobediente tem que ser castigadofanfic bella ninfeta safadaMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gayscontos marido bêbadoContos filho namorado "pintinho"conto erotico confessei para o meu maridoconto sexo bandidos comeu eu e meu marido conto erotico velha morenaConto erotico garotos amigos do filhocontos eroticos dei p meu clienteconto eroticos maduras e filhas na putaria caralhudosconto erotico ferias na praiaporno club contos eroticos de meninos gayswww.contos eroticos maes e filhosSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempoconto erótico "comeu meu marido "contos as tetonas de vovoTransei com meu pai contos eroticomarido menage experiencias swxuais veridicassou empregada contos eróticosdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticomeu priminho, meu putinh na infânciaconto erótico transei na chuva com minha namorada e sua filhacontos eroticos irma boqueteiracontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos na bundinhacontos eroticos fudendo minha cumadre cavalafrases minha amante usa fio dentalCaralhogigantedentrohttp://contos eroticos completo peguei carona e fui estrupada na estradacontos era pequena tava fio dentalzoofiliaemrecifechantagem zofilia e insesto conto eroticoconto eróticos com velhinhaconto eróticos extremoscunhado fagendo sexo com cunhadaquero ler conto erotico c/ sobrinha virgemtravesti jhuly hillsminhabundinhacontoscontos eroticos chantagiei meu padrastocontos erroticos sou amante do meu sogro 2019 viuva ecitada ver filho tomando banho e da pra eleHistórias contos ficticios e reais de sexo com travestisContos de coroa estrupada por aluno e gostoucontos eróticos f****** a cunhadinha pequenininhacontos eroticos barney comendo bethyvoyeur de esposa conto eroticoflagrei conto gayconto erótico padre comendo paroquianaConto de putinha para os tarados da cidadecontos eroticos domia ele cospi nu meu cuSou a boqueteirá da pica do vizinho contoseroticoscontos meu cuzinho aberto escorrendo porrahistórias de sexo lesbico minha irma me abusouCunhada olhando o volume do cunhadofui comida peloamigo transexual contoscontos gozando primeira vez orgasmo 19 anosFodido na construçãoconto porno gay teen mulatocontos eroticos trai meu marido com um garotoconto erotico Meu amigo hetero deixou eu chupar o pai delecontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocomendo minha irma de seis anos contos eroticoscontos eroticos de enteadasConto erotico de cu fodido brutalmentecontos erotico dei o meu cu a forca pro caminhoneirocontos eroticos casei com um velhocontos eroticos encestocontos mulher espreita homem a masturbar-seporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhcontos eroticos gratis de virei a putinha da minha sogra lesbicacontos eroticos gretei quando minha bbuceta edtava sendo arregassadaConto de casada nao resistiu a pica do vizinhoconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teensogra e esposa na cama comigo contos eroticosMeu namorado virou corno contos teencoroa safada finger q ta dormindo e tomar rola no cu