Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ELA É AMIGA DA MINHA MULHER, POIS É...

Resolvemos passar o final de semana no sítio de uns amigos, pessoal bacana. Muita gente bonita, mais mulheres do que homens, enfim, sexta, sábado e domingo com muitas risadas, comida da melhor e... sexo.rnrnPara mim, tudo ficou começou a ficar bom na manhã de sábado, ao despertar. Dormimos em um quarto Gilza, minha mulher e eu. Gilza era uma amiga de minha esposa que havia estudado um tempo nos tempos de faculdade, sem muito contato. Mulher deliciosa, além de linda. Moreninha de corpo gostoso, lisinho e todo cheiroso, sorriso fácil e um rosto que denunciava de longe o quanto gostava de bagunça. Apesar de estar com minha mulher, fiquei feliz ao saber que aquela delícia de mulher dormiria na cama ao lado. A simples companhia de uma mulher gostosa já alimenta a imaginação de um homem como eu. rnrnE ao amanhecer, bem cedo mesmo, fui presenteado com um visual capaz de acordar qualquer sonâmbulo. Gilza deitada de lado e com uma calcinha fio dental que exibia seu rabo gostoso. Ela estava possuída por um sono pesado, imaginei, e, provavelmente sem querer, havia puxado o lençol que acabara por descobrir aquele traseiro. Uma bunda perfeita que logo despertou em mim um belo tesão matinal. Meu pau ficou duro imaginando como seria bom colocar aquela calcinha de lado, naquela posição mesmo, e, depois de umas lambidinhas, enfiar toda minha rola nela. Sim, ela tinha jeito de quem gostava de dar aquele cuzinho gostoso. Sonhei e imaginei mil loucuras possíveis ainda para aquele final de semana e logo comecei a mexer em meu pau. rnrnPensei em ir ao banheiro para deixar meu sonho mais gostoso, quando, sem esperar, minha esposa começou a despertar. Sonolenta, ao vir me abraçar, esbarrou em meu pau e tomou um bom susto. rnAssim, cochichou em meu ouvido:rnrn- hummm... a vida campestre o deixou excitado? rnAcordou animado?rnrnRi baixinho e fiz o máximo para que ela não conseguisse observar o que de fato tinha me deixado doido. E tentei acalmá-la.rnrn- Pois é, acordei com um leve tesão...rnrnEla rebateu...rnrn- Posso cuidar disso com prazer!rnrnE se enfiou para baixo do lençol. Agarrou meu pau e começou a chupá-lo. Ela tinha o dom, ela sabia como eu mais gostava e caprichou na bocada. rnrnComeçou lambendo-o por inteiro e com chupadas leves em meu saco. Esforcei-me para não gemer, mas as chupadas eram cada vez mais gostosas. Tudo muito silencioso e, naquelas condições, ela foi bem objetiva para que eu gozasse rápido e gostoso. Não me controlei e soltei alguns gemidos. Fechei os olhos e tentei aproveitar ao máximo. Quando percebi, Gilza observava aquela cena. rnDiscreta, ela sorriu e fico me observando gozar bem gostoso. Enchi a boca de Michelle de porra, a qual ela acabou engolindo com prazer. Foi sensacional, não acreditava que pudesse existir um despertar melhor. Então ela veio novamente aos meus ouvidos e pediu uma nota. Dei 10, foi demais. rnrnConversamos por mais um tempo, sempre baixinho, mas num tom que permitia a Gilza escutar. Michelle pensava que Gilza estivesse dormindo, eu sabia que não. Michelle, com toda sua gentileza, resolveu ir preparar algo pra comermos. Fez questão de que a esperasse na cama para começarmos o dia com o pé direito. rnrnLogo que saiu, comentei com Gilza.rnrn- Sei que está acordada, me desculpe pelo show matinal.rnrnEla não se manifestou. Depois de um tempo apenas puxou novamente o lençol. E mais uma vez fui presenteado com aquela magnífica paisagem. rnrnMeu pau, ainda todo babado, novamente despertou. E fui direto ao ponto.rnrn- Ah, sua safadinha... você sabia que eu estava acordado pela manhã!rnrnEla riu bem baixinho. E foi o suficiente para que eu levantasse. Cheguei chegando. Aquela mulher quente, logo cedo, se assustou com a minha chegada.rnrn- Você está louco, sua mulher já vai voltar! Volte pra sua cama! rnrn- Não, não volto enquanto não comer esse rabinho, e a culpa é tua por me provocar!rnrn- Pare, agora não, depois nos encontramos noutro lugar! rnrn- Vai ser aqui e agora!rnrnE já coloquei sua calcinha de lado. A baba da minha esposa facilitou a entrada! Coloquei devagar, era muito apertado. Entrou gostoso, inteiro. Ela apertava meu braço, quase o furava com suas unhas. Comecei a por com força, todinho. Ela tinha um cu gostoso, que foi capaz de engolir toda minha rola. Enfiava forte, sem dá. Ela adorava. Socava inteiro, sá deixava as bolas pra fora porque não caberiam, mas fazia o máximo para que ela pudesse senti-lo inteiro arregaçando aquele rabo bom. Gilza mordia o travesseiro e gemia muito baixinho. Ela perdera todo o medo. rnEla queria com força, mandava que eu a arrebentasse com o pau, ela queria toda a minha força. E quando mais ela pedia mais eu enfiava. Foi irresistível! Avisei-a de que iria gozar e ela sá teve tempo de me pedir que gozasse fora, mas que lambuzasse sua bunda toda com minha porra, espalhasse aquele melado com meu cacete. Lavei aquela bundinha gostosa de porra. Sim, era o tesão dela. Divertiu-se admirando meu caralho. E pediu que me deitasse, a fim de evitar problemas. rnrnFui tomar banho, não acreditava naquele privilégio. Ao sair encontrei as duas conversando sobre os tempos de faculdade, as matérias que tinha dificuldade. Restou-me ir conhece o sítio para ver onde mais poderia comer Gilza, afinal, o final de semana estava apenas começando. rnrnE até hoje gostaria de saber se elas tocaram no assunto, se foi um plano delas, pois seria bom demais brincar com as duas ao mesmo tempo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Fui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contoscontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eroticos separou pra levar picacontos sou negra e do o cu e a xereca marido ma sabe Contos eroticosSexo com animaisbotei minha mae prachupa meu pau ela pensou que era meu paicontos eróticos​, praia de nudismocomi minha prima velhinha contocontos pornos gay nas dunasCasadoscontos-flagrei.Rebola no pau do papai contotriscando o pau na mão dela contos eróticostravesti vizinha surpresa contos eróticoscontos erotico empretei um dinheiro pra coroa ela pagou d outra formaconto peguei putinha van escolarconto porno mulher crentetravesti gemendo a ponta da pistolahttp://tennis-zelenograd.ru/conto_8285_realizei-minha-fantasia-e-fiz-uma-dp---real.htmlcontos de incesto comendo a irma separadaaproveitaram meu cu comeram fuderamconto gayempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoconto castigo da mamae buceta sujacontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau durocontos meu marido que chupa meu grelo enfia calabresa na munha bucetalinha na Rachinha contos eróticoscontos erotico de novinha trasado com novinho tirado a vigidadeconto comeram minha mulher bebadacontos e feitiches homem q adora uma mulher mijando na calcinhaContos eroticos chantagiei e chupei minha maninha contos erotico ela trai o maridocontos eroticos menininha incestoContos eroticos peguei minha mulher dando pra outro.Sou casada mas bebi porro de outra cara contosconto eroticb de muljher trainfo maridno barcontos de amiguinhos comendo a bundinha da amiguinhaconto enrabei sogra humilhada frente filhacontos eu minha e nossa fantasiapornô com cavalos mangalarga fazendo com mulheres no cavaleteContos eroticos de noivas lesbicas emContos eroticos mamae e filha gulosa chupando o pauzao do seu filho e de cinco amigos dele em uma putaria na piscina de casaconto erotico alice de manausmarido come a loira em silencio na cosinha e mulher espia boa foda sexocontos irman coxudacontos eróticos-meu pai me fez gozarcontos eroticos com minha empregada nordestinaminha mulher estava com a buceta toda aberta contocontos eróticos esposa tímida no swingContos de novinhas dos amigoScu do sobrinho menor contos eróticosrodolfo era meu vizinho me chamo ana contos erótico O pau preto do papai contos eróticosTranzei cm meu primo,contoconto erodico comi minha mulher dormindomeu pai adora ser puta na camaconto eroticoMeu doutor chupou meu grelinhoestrupando a cunhada dopada de remedio para dormir contosconto minha madrinha feis eu dar a buceta virgem pro padrinhocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casapatroa dando a buceta pro vendedor ambulante contos eroticostirei as pregas da coroaContos eróticos castiguei eleContos eróticos mãe com os negrões e papai vendoCONTOS EROTICOS MARIDO BEBADO FOI ENRABADOWww.contos.eroticos.mulher.casada.traindo.homem.caralhudo.egrossocontos o moleque safado e dotado me provocava usando sungacontos eróticoseu sou bem dotadoVirgem inocente contoyoutubeconto ertico meniniha ia brincar ni visinho econtos eroticos com escravas sendo humilhadamulher compra cachorro pra fudelacontos eroticos orgia nudistaMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhosassistir vídeo pornô travesti da rola Gabs cabeça de graçaContos pornos-amamentei a bebê com meu pauhttp://tennis-zelenograd.ru/conto_12485_meu-qdo-sobrinho-bem-dotado.htmlCasadoscontos-flagrei.contos de como eu gritei quando me foram ao cuconto de esportista dotado que comeu cu de travesti sou homem quero dar o cu para uma putaconto erotico com pai velho coroa grisalhocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos dando cu pro filhoContoseroticos estuprando Vitóriacontos eroticos chantagiei meu paicottos. curmir minha enteada novinhafogosas do funk de sainhacontos eroticos de primeiro orgasmo com tiocontos meu comedor de cuViciada em siririca contosminhaesposaparaoutrocontos de casada rabuda fiel e fogosa cantadachupava o pau do meu tio desde novinha enquanto bricava de esconder com os priminhossou casada realizei o desejo de dar o cu com outro contos contoseroticosdeicestocontos verdadeiro dei sonifero pra mulher do meu tiocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos madrinha sendo chantageadacontos de cú por dinheiroso contos de zoofilia gay dando pra cachorro sendo aronbado