Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MENAGE COM SOBRINHO

rnEu e minha esposa fomos em um baile de formatura de 2° grau convidados por meu sobrinho e sua namorada, fomos em nosso carro, a festa estava muito boa, musicas boas e muita bebida, meu sobrinho não era acostumado a beber e acabou exagerando e ficando totalmente bebado, por isso tivemos q ir embora antes do final do baile, deixamos a namorada dele na casa dela e levamos o meu sobrinho para minha casa, já tinhamos combinado q ele dormiria lá, nossos filhos estavam na casa de minha sogra e tinhamos cama sobrando. Quando chegamos em casa minha esposa me ajudou a levá-lo pra dentro e no meio do corredor ele acabou chamando o "juca" e se sujou todo, levamos ele para o banheiro e falei para minha esposa q ela teria q me ajudar a dar um banho nele, ela ficou meio constrangida mas aceitou tiramos a camisa dele, depois eu o segurei em pé e disse pra ela tirar a calça dele, ela então soltou o cinto,.abriu o ziper e o botão e puxou a calça para baixo, nisso sua cueca boxer desceu junto e pôs a mostra uma rola grossa e grande q estava meio mole, meio dura, até eu fiquei surpreso e confesso excitado com a situação, e pude notar q minha esposa não tirava os olhos daquela pica, tirei minha roupa, ficando apenas de cueca e minha esposa de calcinha e sutien, colocamos ele embaixo do chuveiro demos um banho nele, falei pra minha esposa passar sabonete no corpo dele para tirar o mau cheiro de vômito, e enquanto eu o segurava ela foi passando sabonete pelo corpo dele, como ele é atleta, tem o corpo todo definido e sem pelos, percebi q minha esposa esta gostando de alisar aquele corpo de apenas 19 anos, quando ela chegou com o sabonete perto do pau dele, ela me olhou como quem pedisse autorização para pegar no pau de outro homem, então entrei na brincadeira e já excitado com a situação disse pra ela ir em frente, ela então começou a passar o sabonete no pau e no saco dele e o pau dele começou a ficar duro de vez, terminamos o banho secamos um pouco ele com a toalha e o levamos até a cama deitando ele de barriga pra cima, minha esposa e eu nos secamos e tiramos o resto de roupa q estavamos, ela notou q meu pau estava duro, me olhou com cara de putinha e me disse q iria acabar de secar meu sobrinho, pegou a toalha e foi secando o corpo dele, quando chegou no seu pau, novamente ele foi endurecendo, ela então o segurou com uma das mãos e puxou a pele pra baixo, uma cabeça grande e rosada apareceu, aquilo deixou tanto ela quanto eu com água na boca, ela não perdeu tempo, abaixou-se e começou a passar a lingua em volta daquela cabeçona e me olhava como quem me provocasse, a esta altura eu já estava batendo uma punhetinha gostosa, ela então disse:- vem aqui pertinho meu corninho, vem apreciar sua putinha chupando esta rola enorme e gostosa-, eu me aproximei e senti um desejo enorme de sentir aquela rola em meus lábios, minha esposa percebendo falou:- vem experimentar corninho, sinta como é gostoso chupar uma rola- eu então me aproximei e abocanhei de uma sá vez aquela rola sugando inteira, senti o meladinho salgado q saia de dentro dela, minha esposa então subiu sobre meu sobrinho com a buceta virada de frente pra mim, empurrou minha babeça e ordenou:- direciona esta rola pra bucetinha da sua putinha q eu quero ela inteirinha dentro de mim- coloquei o pau dele na entrada da buceta dela e ela foi sentando até ele sumir inteiro dentro dela, ela pos o corpo pra tras e iniciou um sobe-desce gostoso, aproveitei pra chupar sua bucetinha, alternando linguadas nela e no pau do meu sobrinho, descendo até suas bolas, ele parecia q estava despertando, abraçou minha esposa colocando as mãos em seus peitos e apertando os mamilos, ela nem se incomodou e continuou cavalgando sobre ele, meu sobrinho começou chamá-la de gostosa, ela então virou-se de frente pra ele, procurando sua boca e beijando, sua bunda ficou toda amostra pra mim e comecei a passar a lingua em seu cuzinho e ela disse:- mete no meu cú corninho q eu quero sentir dois paus dentro de mim, eu então peguei o lubrificante, passei no cuzinho dela e no meu pau e comecei a meter bem devagar, qdo a cabeça do meu pau passou então cravei de uma vez o resto, ela gritou e começou a dizer:- laceia este cuzinho seu corno, q depois eu quero sentir essa rola grossa do nosso sobrinho me arrombando- e gozou gemendo muito em nossos paus, sai de dentro dela, ela então saiu de cima dele e falou chupa esta rola corninho, sente o gosto do meu gozo na rola de outro macho- ao mesmo tempo empurrou minha cabeça e me fez chupar a rola do meu sobrinho toda melada do gozo dela, então ela pôs uma camisinha no pau dele, parecia q nem iria caber, depois veio por cima dele e fez com q eu conduzisse seu pau para o cuzinho dela, então ela foi descendo e aquele pau grosso foi abrindo caminho e arrombando o cuzinho dela, ela desceu até as bolas encostarem na sua bucetinha, ela cavalgava, gemia e gozava feito uma puta, qdo ela percebeu q ele iria gozar, saiu de cima dele e chupou seu pau até ele gozar em sua boca, era tanta porra q escorria pelos cantos, ela segurou o que pode, depois veio e me beijou dividindo comigo aquela porra grossa e quente, como eu ainda não tinha gozado ela me disse pra gozar na boca de meu sobrinho, ele quis negar mas percebeu q este seria o preço pela foda gostosa q teve, ele deitado, fui por cima dele e dei meu pau pra ele chupar, ele começou a chupar meu pau e suas mãos começaram a alisar minha bunda, um dedo seu começou a brincar no meu cuzinho, minha esposa tinha voltado a chupar o pau dele, ele tirou meu pau de sua boca e passou a chupar minhas bolas, eu então comecei a movimentar meu quadril para q sua lingua alcançasse meu cuzinho, ele percebeu e começou a dar linguadas no meu cú, comecei a gemer, ele então saiu de baixo de mim e disse:- já sei como vc quer gozar seu corninho viadinho- meu sobrinho me pôs de quatro, deu mais umas lambidas no meu cuzinho, eu tremia de tesão e medo do que estava por vir, minha esposa pegou o gel, lambuzou todo meu cuzinho e falou:- agora vc vai virar um corno completo- nisso senti a cabeça daquele pau encostando e abrindo meu cuzinho e acho q eu estava tão anestesiado pelo tesão q sá senti uma sensação gostosa qdo aquele membro foi entrando em mim, meu pau latejava e ele naquele vai e vem dentro de mim, q delicia, pedi pra ficar na posição de frango assado e assim q ele me penetrou novamente, minha esposa começou a chupar meu pau, ele acelerou os movimentos, senti seu pau aumentado dentro de mim, ele gemeu alto e em seguida senti os jatos de porra quente inundar meu cú, gozei na boca da minha esposa no mesmo momento e ela levou minha porra em sua boca e desta vez dividiu com meu sobrinho num beijo demorado! Fomos tomar outro banho e depois dormimos os três juntinhos trocando carícias, quando acordamos começamos tudo de novo

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Fui com um coroa pra sua lancha ele me fudeu conto eroticoContos eroticos comendo o cu do negaoconto erotico comeu madrasta seios ggf****** a filha da empregada pornô liberadodei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoesposa gosta de menino confesso contosContos comendo a mulher do amigocontos de cú por dinheirowww.porno cuahada virgem estupadaconto erotico chantagieimenina chorando para o professor contos eroticosver dvd porno homems chupa bucetas de baicho da mesa tira calcinha do ladocontos eróticos de negras no metrôContos eroticos corredorcontos eroticos fodendo minha cunhada novinhasó contos eróticos de negra pingueludaContos eróticos gravida de 4 peõesconto sobrinho timidoSou casada fodida contocontos irma da o cu pro descolhecidocontos minha esposa e choronacontos eróticos fiz meu irmão me enrabarFoderam gente contos tennsconto amigo taradosconto eroticos aniversario da minha esposa de 30 ano na buateO que e penis semiturgidoconto erotico isso me fodefiquei olhando o travesti encoxando meu marido no onibusmeu,vizinho mais velho me lambeumeterola griluda e pintudaconto erótico sexo com violênciadog pegando vovo contoscontos eroticos porno medinga deu cumeu marido nao sabe o que sou capazcontos eroticos minha mulher me mandou pra farraconto eles gozaram na minha mulhercontos erotico esposa propoe procontos me fuderam atraves de chantagensconto crente cornocontos de cú de irmà da igrejacontos eróticos homem velho casa caipirinha novinhacaminhoneiro grisalho fode novinha no caminhãoconto erotico chefe do meu marido me bolino por de baixo da mezameu amigo me pediu para fazer sexo anal com ele gay contocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidominha mulher d sainha dando pra mim e um amigo jegao contoseu com dez e virgem tive meu primeiro orgasmo com meu tiocontos eroticos de mulher casada que gosta de trair o mardo com negoes e levar tapas na cara na frete do corninhoBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeoscontos eroticos menino inocente é enganadosobrinha da esposa na praia contoscanto erotico de homem de calcinhaConto erotico rapaz nao sabia bate punheta cm 19 ano pai ensinou a bate punhetaContos eroticos rocaencaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contoscontos minha esposa grávida chupa pauconto gay brincando de ser mulhero dia em que passei a amar zoofiliaO amigo do meu namorado me comeucontos eróticos minha mãe no esconde escondecontos e fetiches minha enteada minha perdiçãomulhe puta punetano emuita pora saino do cacetcontos eroticos patroa praia nudismocontos eroticos enchi a buceta da cunhada de esperma e ela ficou gravidaconto erótico gay o pai do meu primo pauzudo Contos eroticos No bar sozinhacontos de coroa com novinhocontos. minha irma casada é minha puta escravacontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos eu creci chupando pau grandeMeu amigo chupou uma mendigamulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigacomo perdi o meu analContos gay pinto pequenoso contos de gay sendo aronbado por varios machospornoc/japonesasetravestiscom dez aninhos e virgem meu tio pediu pra mim sentar no seu coloConto erotico nao resistiu a namorada do amigomeu pai adora ser puta na camaconto eroticoContos eroticos- meu pai me xingando no sexoporno contos eroticos comeu priminha inocente nas feriasconto banhando a filhinhaGAY meu arrobando e estrago por pila d um negao contomenino bateno puheta pos amigo no riosinhocontos eroticos brincado de se esconder no recreioContos primeira chupadaflogdosexo.compauloelizabethcontos: sentei no colo do velhoContos eroticos cumi mi.ha cunhada carlacontos e vidios de patroes sendo fodidos por empregadas tranxessualsurda muda gostosa contoconto erotico meu avocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos chantagiei meu pai