Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE UM CORNO 3 - O AMANTE DA MINHA ESPOSA

Eu e a Ana iniciamos no mundo do ménage e do exibiciosnimo no começo do namoro e nunca mais paramos. Para mim era fundamental que ela fosse safada e fizesse sexo com quem quisesse. Quanto mais o tempo passava, mais ela se soltava. Tivemos várias aventuras interessantes que vamos contar em outros relatos. Mas o que mais levou a Ana a agir de forma muito safada e se soltar completamente foi encontrar o Jorge.rnrnJá estávamos casados e a Ana trabalhava em um pequeno escritário. Ela já tinha saído com um amigo de lá, casado, que não trabalhava mais no mesmo lugar. Mas é possível que a fama dela tenha se espalhado. E quando o Jorge entrou, os dois passaram a trabalhar juntos. Ao longo dos meses, ele começou a dar em cima da Ana cada vez mais insistentemente, mesmo tendo uma namorada. No começo a Ana não tinha certeza de que ele queria algo, até que as investidas ficaram mais frequentes e claras.rnrnA Ana não consegue resistir a uma situação em que sabe que algém está a fim dela, então passou a dar bola. O clima foi esquentando e um dia ela me perguntou se, caso ele quisesse, ela poderia dar pra ele. Eu disse que sim, claro. E logo no dia seguinte, ela chegou do trabalho com o cabelo molhado e disse: "aconteceu". Contou que eles saíram do trabalho para um motel barato e foderam muito.rnrnDepois desse dia, eles começaram a sair com frequência. O fato dele estar traindo a namorada com ela deixava a Ana ainda mais excitada. Ela dizia que ele metia muito bem nela e que eles trepavam por horas. Uma vez, em casa, ela conversou com ele pela câmera do computador. Ele estava pelado e mostrando o pau duro e ela com as pernas arreganhadas, a buceta absurdamente molhada, mexendo no grelo inchado. Quando eu a vi, ela me olhou com a expressão mais tarada que eu já tinha visto, a boca aberta. Ela não disse nada, mas estava na cara que ela estava falando: "olha como eu fico com o meu macho". Nas nossas transas, ela gozava pedindo sempre mais e gritando o nome dele. Aí percebi que ela estava dominada por ele, totalmente entregue.rnrnEla começou a falar que queria que eu o conhecesse. No começo fiquei um pouco receoso, mas acabei concordando que ele viesse um dia em casa. Era uma noite de sexta e ela me anunciou que ele estava vindo. Eu estava na sala, assistindo TV, quando ele chegou. Nos cumprimentamos e eu voltei a ver TV. Eles logo começaram a se pegar, em pé mesmo. Ela transbordava tesão. Mordia os lábios dele, beijava com furor, se esfregava no corpo dele. Eu, tenso, alternava os olhos entre a TV e os dois. Numa dessas olhadas, percebi que ela havia aberto a calça dele e pegava no pau dele. Uma pica não muito comprida, mas grossa, cabeçuda e dura, que segundo ela havia feito ela gozar profundamente muitas vezes.rnrnEu achava que já havia me acostumado com as safadezas da Ana, mas ali descobri que não. Me senti muito submisso ao estar na minha sala, vendo TV como se nada estivesse acontecendo, enquanto minha mulher estava completamente excitada se esfregando num homem de pau duro que eu nunca tinha visto antes.rnrnNão demorou muito para que eles fossem para o quarto. Depois de um tempo, ela me chamou. Quando entrei no quarto, ele estava pelado na nossa cama e ela, também nua e de quatro, o chupava. Pude ver melhor o pau dele, que era bem encurvado pra cima e realmente bastante grosso. Ela sorriu e disse: "achamos que você ia gostar de ver isso. Pode participar se quiser." Eu já estava duro, sentindo um misto de tesão e humilhação. Como ela estava com a bundinha bem empinada, enfiei direto no cu dela. Pra minha surpresa, ela nem reagiu, continuou chupando. Enfiei até o fim e comecei a meter com força. Ela deu risada e disse: "nossa, isso aí não faz nada, nem cácegas". Ele riu junto com ela. Ela me falou: "pode parar, agora vou montar no meu macho". Ela subiu em cima do Jorge, encaixou o pau na buceta e, conforme ele entrava, ela soltou um suspiro profundo, como se aguardasse aquele momento há anos. "Hum, como esse pau me preenche", foi o comentário dela. E aí me dei conta que ela dava pra ele sem camisinha mesmo. Cavalgou freneticamente por alguns minutos, enquanto eu olhava de pé ao lado da cama. Ela pediu pra ele meter por cima. Ela se deitou e, enquanto ele se preparava, ela ergueu o quadril no ar e ficou mexendo a boceta arreganhada para o macho. Até ele parecia não acreditar no tamanho do tesão dela e me olhou surpreso... Acho que, como eu, nunca tinha visto uma mulher no cio daquele jeito. Ela abriu bem as pernas pra ele e falou pra mim: "pode esperar na sala".rnrnSaí como ela pediu e me resignei a ouvir do outro cômodo os gemidos. Deu pra perceber que ela logo gozou, e os gemidos longos e intensos mostraram que era um orgasmo diferente dos que ela tinha comigo. Ali ela parecia se sentir realizada. Acabei adormecendo no sofá, mas acordei de madrugada algumas vezes com mais gemidos e barulho da cama. Era uma sensação muito louca e intensa estar dormindo no sofá enquanto outro homem fazia minha mulher gozar com tesão que eu nunca tinha visto, na minha cama. Mas eu com certeza estava muito satisfeito. Na verdade, era tudo que eu queria.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


que cunhadaconto minha irmã deu pro meu namoradocumendo a buceta cuinhadaBuceta de barreira cearaxvideo mobile meu pai me castigoucontos eroticos dormindocontos erotico virei viadinho da escolacontos eroticos na bundinhaMinha mãe me ensinou a ser puta contoseu não sabia que minha sogra viúva linda e gostosa que ela tava nua dentro do seu quarto eu entrei dentro do seu quarto eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela deitou na sua cama eu chupei seu peito eu comecei a chupar sua buceta raspadinha ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta ela gemia no meu pau eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim fode meu cu conto eróticocontoerotico.esposa raimundaContos excitantes sou gaúchapor causa da zoofilia virei escrava 3 Casa dos Contos Eróticoscontos eroticos com mendigoconto viadinhoconto garoto esperimentei da cucontos porno fui na festa depois fui comida na frente do namorado bêbadocontos casada viagem trabalho coroacontos eroticos mãe gostosaConto erotico chorei com o cacete do cavalovideo porno dano o cu ea buceta toda babentaviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosconto enrabando a sogra mandonacontos eroticos maduras tias bundasEu e minha sobrinha de 19 anos de idade no motel conto eroticocontos irma da o cu pro descolhecidochupando minha prima lebosco conto erotico Comto pego em fragantecontos tomei no cu gostosocasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodecontos eróticos com fotos jogo de cartascontos. minha irma casada é minha puta escravabem o qye vou contar pra voces e o seguinte sou casado e minha esposa e loiraContos de casadas peidando na pica do vizinho e gostandominha coleguinha me chamou pra comer o cuzinho na casa delaconto de mulata casada no onibusconto de incesto de pastor estrupadoconto picante incesto gay discretamente passivo e ativos incesto gaycontos de travecos comedorescomi muito minha irmãcontos erotico com pai come o cu da filha de nove anos escretocontos eroticospica grossa rasgando bucetaporno encejo com sogra e sogro conhiadasFoderam gente contos tennsWww.contoseroticos/grátis Ler/no aviãoconto abusada pau enormeconto minha estagiárialoirinha goatossa viscontos eroticos o velho me comeu aforçaFoderam gente contos tennsSou gay e tranzei com um travest contos eroticoMulheres se jutao para fazer xexo contosconto erótico novinho escondidi escuroContos eroticos guspe na bocacontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninaquero uma menina cabelos longos escuros deitada na piscinacontos eróticos de irmã e irmão, irma com mega bundaoContos eróticos meu pai limpavá minha buceta no hospitalg conto erotico esposa timidawww.contos eroticos corona novinho.brMega gozada na boca contoscontor eroticos gay eu menino brincando com o negaocontos Recém casada traindo marido com dono da casacóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficantecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacomparando pinto amigo conto erótico gayeu sou solteiro eu sempre eu tive vontade de fuder o bucetao e o bundao da minha sobrinha de 19 anos de idade eu tava no meu carro com a minha sobrinha eu levei ela pro motel conto eróticoBebada me bulinaram contos eroticosconto erotico funk perdi tive varioscontos eróticos homens sendo amamentadosRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosContos esposa eo caseiromeu amigos me bateram e me fuderam conto gaycornosubmissocontoNovinha de 18anos dando para um jardineiro com uma de 16centimetroContos erótico vi o pau do meu aluno e não aguenteiFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contoscontos eroticos arrombando o cuzinho da garconete