Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ISTO É REAL. PARTE 4

ISTO É REAL: PARTE 4



Dali a alguns dias liguei para o João e disse que tinha um assunto que queria falar pessoalmente com ele. Marcamos para aquela tarde na minha casa.

Quando ele chegou, já foi perguntando que eu queria dar a bunda para ele. Falei que não, mas que topava um troca-troca, mas ele tinha que me dar o cu primeiro para mim.

Expliquei que tinha que ser assim porque ele já tinha feito e que eu queria ver como era e que depois dava para ele. Ele topou na hora.

Então ele disse que ia me dar umas dicas: antes de trepar era bom ir ao banheiro e depois lavar atrás bem para limpar bem. Perguntei como se limpava e ele explicou que com o chuveirinho eu devia ensaboar bem a entradinha do cu e depois passar bastante sabão no dedo e enfiar o dedo inteiro dentro. Devia enfiar e tirar o dedo muitas vezes, até ficar bem limpo. Se desse para enfiar a ponta do chuveirinho dentro do rabo para entrar bastante água era até melhor. Falou que não tinha problema, que a água depois saia, era sá sentar no vaso e fazer força.

Depois eu devia lavar de novo a entradinha do cu e depois lavar bem o dedo. Falou que antes de enfiar o pinto dentro tinha que passar creme ou vaselina, pois sem isto era difícil para o pau entrar e também que a seco, ardia dentro.

Combinamos que a gente faria troca-troca na minha casa no dia seguinte em um horário que não ia ter ninguém. Ele disse que ia pegar um creme da mãe e levava para a gente usar.

No dia seguinte, antes que ele chegasse, fui ao banheiro cagar e depois fui me lavar como o João explicara.

Quando enfiei o meu dedo atrás, senti um tesão enorme e depois de enfiar o e tirar o dedo bem fundo rapidinho, varias vezes, senti que estava saindo aguinha do meu pau. Fiquei meio impressionado e terminei o meu banho.

N a hora marcada ele chegou e fomos para o meu quarto e eu contei o que tinha acontecido.

O João me explicou que era assim mesmo e, que colocar coisas dentro do cu sempre dava tesão e que várias vezes quando primo comia o rabo dele, ele sentia sair aguinha do pau e explicou ainda que algumas vezes ele tinha gozado enquanto o primo fodia ele, sem ao menos mexer no pau ou bater punheta.

Quando ele abaixou as calças, vi que ele já estava com o pau bem duro e tive uma idéia e disse a ele: Vem aqui que eu é que vou fazer uma coisa que me ensinaram, mas se for bom depois você tem que fazer a mesma coisa comigo, se for ruim não precisa fazer em mim e aí eu como o teu cu primeiro como e gente já tinha combinado. Ele aceitou de imediato.

Fiquei ajoelhado na frente dele e enfiei o pau na minha boca. Comecei a fazer como o Jorge e o Junior tinham explicado e o João ficou louco e disse se continuasse daquele jeito ele ia acabar na minha boca, eu tirei o pau da boca e disse para ele: Tudo bem, você goza na minha boca e eu vou engolir toda a porra que sair do seu pau, mas depois você tem que fazer igual, tudo bem ?

Ele disse para eu continuar, que ele estava muito tarado e que depois faria igual. Voltei a chupar o pau dele e depois de algum tempo senti que estava saindo uma aguinha do pau dele e aí fiz força para sugar tudo e, logo em seguida ele gritou, que ia gozar e senti a porra meio quente saindo. Como não era muita, e o gosto não era tão ruim, consegui engolir tudo e continuei chupando, mas o pau dele praticamente murchou e como diminui bem de tamanho e ficou meio mole e deu para colocar inteiro dentro da minha boca.

Percebi que o João tinha ficado um pouco tonto, ofegante, sentou na cama e depois que a respiração ficou normal, disse: Cara, eu dei hoje a melhor gozada da minha vida, melhor até quando eu gozava no cu do meu primo. Agora é a minha vez de te chupar, vamos ver se eu consigo deixar você tão tarado e gozar gostoso, como você fez comigo !

Eu abaixei as calças, mas pensei e disse: Estou meio cansado, vou ficar deitado na cama e você me chupa, está bem ? Ele concordou e ele quando ele veio me chupar, nos dois percebemos que a calça e a cueca estavam atrapalhando e ele disse: Tira a calça e a cueca que fica mais fácil ! Tirei os sapatos, as meias, a calça e a cueca e fiquei sá de camisa e deitei na cama de pernas abertas. Ele veio e enfiou o meu pau na boca, começou a chupar e ao mesmo tempo ia mexendo com a mão no meu saco. Fui ficando tarado e ele começou a chupar que nem um louco e como era maior que eu e, sua boca era grande, conseguia enfiar quase tudo dentro.

Ele levava jeito, estava chupando meu pau muito melhor que eu chupara o pau dele e não demorei muito para gozar e saiu bastante porra e, para a minha surpresa ele alem de engolir tudo, quando já tinha gozado tudo ele colocou o meu pau, que já estava meio mole, inteiro dentro da boca e sugou com força. Depois com o meu pau já bem mole ele colocou a cabeça na boca e sugou que nem um aspirador ao mesmo tempo em que com os dois dedos apertava meu pau para ver se saia mais porra.

Falei para ele parar que não aguentava mais e, ele perguntou se eu tinha gostado.

Falei que tinha adorado e que tinha sido também a melhor gozada que eu tinha dado até àquela hora. Ele disse que a pesar de ter saído muita porra do meu pau ele tinha engolido tudo. Falei que tinha percebido e que tinha sido muito bom.

Aí ele disse: Vou tirar também a calça e a cueca para ficar mais fácil para você me comer. Disse que estava bem, mas que precisava descansar um pouco. Ele pensou e disse: Vou tirar também a camisa para não amassar e, além da camisa tirou o sapato e as meias e ficou nuzinho.

Aquilo me deu tesão e eu fiquei de pau duro de novo e ele viu e disse: Vou passar creme no meu cu, você quer ver como se faz ? Disse que sim e, ele abriu o pote de creme pegou um tanto e passou na entradinha, depois pegou mais creme na ponta do dedo e enfiou dentro. Repetiu mais duas vezes aquele jeito de enfiar o dedo no cu e, me disse: Pronto pode enfiar que está com bastante creme e, ficou de pé de costas para mim.

Lembrei do que o Junior tinha me contado e disse para ele ficar na cama de quatro, que nem cachorrinho. Ele achou meio estranho, mas obedeceu. Fui por trás e encostei o meu pinto na entradinha do cu dele e ele falou: Agora eu vou fazer força para abrir o cu, quando eu falar já, você empurra o pinto pra frente que eu empurro a minha bunda para trás.

Coloquei em posição e quando ele falou já o meu pinto entrou fácil, quase a metade dentro dele. Então ele falou: Agora vai mexendo devagar e, quando der eu falo para você e você empurra de novo até entrar tudo.

Comecei a mexer devagar até que ele falou: Vai empurra com força. Para minha surpresa, meu pau entrou inteiro dentro do cu dele.

Devagar comecei a mexer e ele disse: Esta sua idéia de ficar nesta posição é muito boa, estou sentido você inteiro dentro de mim, nem meu primo conseguiu enfiar tanto.

Perguntei se estava bom e ele disse: Muito! To tarado, mexe depressa, sem parar que eu vou bater uma punheta enquanto você come o meu cu.

Fiz o que ele mandou e, não demorou muito e senti o cu dele apertar com força o meu pau e ele gritou: Estou gozando, mexe, não para ! Mexi rapidinho, mas com aquele aperto que o cu dele estava dando no meu pau gozei também.

Fiquei com o pau dentro dele um tempão até que amoleceu e escorregou para fora. Olhei para ver se estava sujo, mas estava limpinho. Aí ele me disse: Olha vou te contar uma coisa, gostei mais de dar o cu para você do que dar para o meu primo.

Eu disse que também tinha gostado, mas, que tinha gostado mais de gozar na boca dele do que dentro do rabo dele. Descansamos um pouco e eu perguntei para ele se ele queria por no meu cu. Ele disse que sim que já estava bem tarado e que era para eu passar creme.

Passei bastante creme dentro e fora e fiquei de quatro na cama e ai ele disse: Olha faz como eu fiz, quando eu estiver enfiando o pau, fica mais fácil se você fizer força para abrir o cu. Faça como se tivesse soltando um peido ou cagando.

Fiz o que ele disse, senti o pau dele entrando com força dentro do meu cu, me abrindo todo. Doeu um pouco, eu gemi baixinho e senti que o pau dele já tinha entrado quase todo em mim.

Ele parou de empurrar e disse: Doeu um pouco, né ? Na minha primeira vez foi assim, vamos dar uma paradinha, quando você quiser e não estiver doendo a gente põe o resto.

Daí a pouco falei para ele que podia continuar, que a dor tinha passado e ele começou a mexer bem devagar tirando e pondo, até que ele disse: Eu acho que agora dá para enfiar mais. Me ajuda e faz força. Fiz bastante força com o cu e senti o pau dele entrar bastante, ao mesmo que o corpo dele apertava a minha bunda. Começou a mexer devagar tirando e enfiando tudo e foi cada vez mais rápido e aí ele disse Vou mexer assim até gozar, se tiver doendo você fala.

E foi mexendo rapidinho e aquilo foi me dando um tesão enorme. Apesar do pau dele ser menor que o meu, eu sentia que o pau dele enchia o meu cu inteiro e que aquilo era muito bom.

Continuou mexendo assim por bastante tempo e estava cada vez eu ia ficando mais tarado, de repente ele começou a tirar e por que nem um louco e disse: Aguenta assim que estou quase gozando. Eu senti nitidamente o pau dele pulsando dentro de mim e ele gozando.

Aquilo me deu tanto tesão que eu sem mexer no meu pau, também dei uma puta gozada, molhando toda a cama.

Ele ficou com o pau dentro de mim e, disse: Nunca dei uma gozada assim, nem quando gozei na sua boca, o seu cu é uma delícia. É muito apertado e quentinho. Deu para consegui enfiar o pau inteiro dentro. Seu cu é bem melhor que o do meu primo, nem tem comparação. Estava bom para você ou machucou um pouco ?.

Falei que tinha machucado sá na hora de entrar, que para mim também tinha sido bom, que ele tinha mexido gostoso e que eu também tinha dado uma bela gozada, logo depois da dele.

Falei também para uma primeira vez, para quem como eu que nunca tinha dado o cu eu achei que tinha ido muito bem, mas falei se ele podia tirar o pau de dentro de mim que estava ardendo um pouco dentro.

Ele foi tirando devagar e senti que ainda estava meio duro. Quando ele tirou, eu virei e quis olhar o pau dele e perguntei se tinha saído limpo. Ele mostrou o pau para mim e falou: Está limpinho, mas mesmo se tivesse saído sujo eu nem ia ligar de tão bom que foi. E perguntou se a gente poderia fazer mais. Disse: Primeiro vou limpar a porra que caiu na cama, depois vamos ver.

Continua na Parte 5.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico estuprada pelo chefinhoconto erotico comi a buceta da velha mudaBbeatriz uma sobrinha. safada parte 2casa dos contos eroticos/Três é demaismeu amigo pediu pra eu comer sua namoradaconto erotico mano pauzusdoconto erotico filha novinha puta gosta de apanharcontos de cú de irmà da igrejaconto erotico como gravidez a minha tia seios gcontos erótico minha irmã eu no motel mulhe sora no pau fudedoContos de pai me banha e enxuga a xoxotaconto erotico vi a rolafomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contoContos eróticos de rabudas casadasconto meus soblinhos me devoraramconto erotico rosadinho troca trocaconto erotico gay esconde escondecontos eróticos com velhaminha mulher e travesti contos eroticoscoto erotico de espoza puta na baladacomi meu primo novinho contosa velha e o pedreiro contos eroticoscontos eroticos troca casais com gravidezcontos de coroa com novinhoContos tirando a virgindade com um desconhecido tarado onlinecontos eroticosdescobrindo o amorconto erotica marido tomou viagra e me arromboumenina defisieti dado ocu e chupadocontos safada na lavouraViadinho Minha Mae da Pro irmão Contos Eroticosvi a irma do meu amigo se trocando conto contos eroticos fui corno na lua de mel e gosteiContos eroticos de sexo com sogra putaConto erotico ninfeta dano a buceta mestruadachupando escondida contos eroticoscontos eróticos ele colocou o vibrador na potência máxima na minha bucetaMeu marido deixa meu patrão fuder meu cuPiru grande p titia contosPorno contos incesto aprendendo tudo com papai e mamae,desde cedo,carinhososcontos eroticos redeminha mulher mal caminhava de tanto pau q levou conto eroticocomo supa a boceta ligada tonadocontos de cú de irmà da igrejacontoseroticosdegaysminha sogra foi estuprada e gostou contoscontoseroticos minha madrasta trai meu pai comigominha tia e minha mae minhas mulheres contos eroticoshistorias de meninas q foram estupradas e gostaramGay com mulher contoconto gay sobrinho viro esposacontos eróticos de peãoquero ver pornô de menininha pequenininha da Angola Angolacache:EnM_VFS8--EJ:tennis-zelenograd.ru/m/conto_16490_primo-do-interior.html contos eróticos meu marido e meu ex-maridodelicia de assalto contos eróticos gang bangConto erotico esposa nao resitiucontos herodico de vadia sendo arromba por um cachorrovideornposscontos eroticos menininhaSou putinha do meu irmão contoscontos meu filho adora minha bundaminha aluna de informática conto eróticocasa dos contos eroticos adoro levar ferrocontos de cú por medoconto erotico confessei para o meu maridopunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyaencarei 30cm contoscontos eróticos ele colocou o vibrador na potência máxima na minha bucetacontos eróticos mulher no trevo Sou casada fodida contobia cadela contos