Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

IRMÃ TARADA, PRIMAS GOSTOSAS E EU - REAL

A infância é onde se define o gosto pelo sexo e se ele vai ser pouco ou muito apimentado. Minha mãe sempre foi super fogosa e meu pai, apesar de

Ser muito macho, ainda sim era pouco pra ela. Tive que desde cedo aprender a conviver com as travessuras de mamãe, ficando até amigo dos caras,

Sá pra minha mãe não me bater. Ficava com pena do meu pai, mas eu não tinha escolha! Bom, num clima assim, não dava pra esperar pouca coisa.

Quando ia passar férias na cidade de Mauá, já desde meus 19 anos, fica de olho em minhas duas primas. Eu Mario, sou moreno claro, hoje com mais

de 30 anos, de bom corpo e até bonito, com um pau de tamanho comum, mas bem ativo. Minhas primas são bem claras, a mais nova, a Tânia é loira

de olhos esverdeados (e tinha sá 19 aninhos), já a Alda, com 19 anos, bem clarinha, de olhos castanhos claros, mas de pernas maravilhosas.

Sempre que ia até a casa delas ficava 2 ou 3 semanas, sempre pra sair, passear, mas durante a noite adorava ficar ouvindo música com a Alda. Já que

eu tinha 19 anos, estávamos praticamente na mesma faixa de idade.

As vezes as minhas primas até que saiam do banho sá de toalha e já dava pra ver que as duas tinham corpos bem atraentes. Tânia com seios médios,

uma bunda bem feita, e um jeito charmoso de ser. A Alda não era assim tão bela, mas tinha pernas muito atraentes e um olhar provocador, eu diria que

até mesmo, um jeitinho sacana de sedução, quando passava por mi, pois percebia o quanto eu admirava as duas.

A casa de meus tios não possuía mais do que dois quantos, e assim, ia dormindo com as primas. Eu ficava num sofá-cama bem confortável, num canto,

Enquanto elas dormiam em camas lado a lado. Tudo transcorreu normal até 2 anos seguintes, quando numa noite, em mais um período de férias escolar,

Acordei com a garganta ressecada, mas percebi um certo movimento tanto na cama de Alda, como na de Tânia. Forcei os olhos pra acostumarem com a penumbra, e em silêncio, comecei a ver e entender que as duas estavam com a mão no meio das coxas, se masturbando por baixo do lençol; uma de frente pra outra. Não dava pra ver se ficavam uma olhando pra outra, mas acho que era isso.

Fiquei com o pau duríssimo, e também comecei a me tocar, mas com cuidado, pra que não percebessem que eu acordei. Essa noite transformou minhas

Férias e meu jeito de olhar para as primas. Desde então, passei o 19 dias que faltavam, observando mais atentamente as duas e até me atrevi a mexer

Nas gavetas do guarda-roupas delas.

Dois dias depois, fingi que ia jogar videogame na casa do vizinho delas, mas silenciosamente, voltei pra espioná-las. Uma vez não vi nada, na outra também não, até que finalmente consegui ver as duas deixarem de ver TV e irem pro quarto de meus tios, que naquele dia, foram fazer algumas compras, mas nos deixaram tudo pra ficarmos bem e seguros.

Sorrateiramente, me escondi no quarto de meus tios e vi, desta vez com luz do dia, que uma olhou pra outra, apontou a boceta, tirou a calcinha e começaram a se masturbar, uma de frente pra outra, com gemidinhos gostosos, que me deixaram morrendo de tesão.

Fiquei tarado também, e sá batendo uma punheta, com cuidado pra não perceberem minha presença. As duas chegaram não sá a esfregar a bocetinha

Com os dedos (aliás, bem depiladinhas e lindas), mas também a enfiar 2 dedos cada pra que a outra pudesse ficar vendo. Elas gemiam deliciosamente.

Eu tive que gozar usando minha prápria camisa pra não sujar o chão e ainda, morder a boca pra não chamar a tenção delas. Parece que elas gozaram algumas vezes. Eu já estava simplesmente maravilhado com tudo aquelas gostosas se masturbando, gemendo e gozando, diante de mim, deitadas na

Cama, uma se exibindo pra outra.

Quando relaxaram, antes de colocarem suas roupas novamente, se olharam, se tocaram e se beijaram, num silêncio que parecia dizer tudo entre elas.

Antes de dormirmos ao anoitecer daquele dia, dei um jeito de ficar conversando mais tempo com elas no quarto. A Tânia pegou no sono logo, e foi aí que

Eu disse pra Alda o quanto a achava atraente, e ela disfarçando me agradecia. O papo foi assim inocente até que não aguentei mais e disse que eu sabia.

O que será que você sabe, Mario? – apontei meu pau por cima do short e ela ficou envergonhada. Mas eu tomei coragem: Sei que você se masturba sempre. Ela olhou meio sem jeito e disse: Tá, mas .... isso quer dizer o quê? Sei mais do que você pensa – respondi. Sei que você se masturba com a

Tânia te olhando e você olhando ela se masturbar pra você, também........ ufhá..... falei.... pronto! A única coisa que Alda me perguntou foi: E agora?

Disse a ela que eu sá queria que elas continuassem fazendo isso pra eu ver também, pois seria um segredo bem guardado.

Ela sá balançou a cabeça e foi acordar a irmã, cochichando algum tempo no ouvido da Tânia.

A partir daí, todas as vezes que chegavam as férias, ficava assistindo dias e dias minhas primas se deliciando uma com a outra, e como eu me masturbava

Na frente delas, assistindo o show, parece que isso fez com que se tornassem mais ousadas. Mostravam a bunda, os seios durinhos e brancos pra mim,

e até exibiam calcinhas novas, que eram bem esfregadas nas bocetinhas, pelas mãos delas. Até que um dia, pra minha surpresa, a mais nova foi quem

teve a iniciativa de me chupar até eu gozar na sua carinha linda, em olhando com aqueles olhos esverdeados. A Alda, talvez pra não ficar pra trás, passou

a me punhetar, cada vez com mais carinho e com mais intensidade, até que eu também gozasse em sua mão ou em seu rosto.

Fiquei muito contente quando um dia, aceitaram a minha sugestão de colocar nas bocetas pequenas cenouras, pepinos e até bananas descascadas.

Eu até morria de vontade de comê-las, mas o medo de acontecer algo, ou de meus tios descobrirem era muito grande. Elas gozavam como putinhas, e me

Faziam gozar o quanto eu quisesse. Acho que por isso, deu pra segurar o tesão pra não comer as duas gostosinhas,

Mas o que é mais estranho, é que minha irmã, um pouco mais nova que a Tânia, também começou a ser a minha fantasia, enquanto eu tinha o período

De escola, durante o ano.

Como dormíamos no mesmo quarto, numa noite fria, tive a louca idéia de me aconchegar debaixo de seu coberto, em sua cama. Como esta bem frio.

Minha irmã me recebeu bem, o que deu margem pra outras noites, até eu tomar coragem e encostar meu pinto na sua bunda, geladinha pela noite.

Meu pau pegava fogo, e numa dessas tentativas de gozar encostando-me na bunda dela, fui sendo pressionado por movimento leves da bundinha da

Maninha. Foi o que faltava pra eu tirar meu pau de vez da cueca e colocar sua calcinha de lado até esfregar, esfregar e gozar na sua bunda.

Os anos foram passando, minha irmã foi se masturbando na xotinha, enquanto eu gozava me esfregando em sua bundinha. A Patrícia, minha irmã é

Uma moreinha deliciosa, de 1,69m , de bunda macia e atraente, de seios belos e fartos – um tesão. Ela me masturbava também, chupava meu pau e

Um dia, diferente de minhas primas, tomei coragem de comer seu cuzinho, usando bastante manteiga – numa oportunidade em que ficamos sás em casa.

Eu gozei muito, e muito gostoso dentro da bunda dela, e ela esfregou a xota freneticamente, gozando e gemendo. Com o tempo contei pra Patrícia que

eu sá queria comer o cuzinho dela porque tinha medo dela engravidar e perguntei se podia ser assim. Me lembro bem: ela sorriu maliciosamente para mim, colocou a mão dentro de minha cueca e ainda me masturbando, pediu pra eu ser sempre o irmão querido dela. Depois me chupou e chupou até que

gozei tudo em sua boca. Pensei que ela não ia gostar, mas passou a engolir sempre o meu leite, desse dia em diante. Patrícia chegou a viciar em chupar

minha pica, querendo quase todo dia leite na boquinha e eu, as vezes sá pedia em troca pra comer o seu cuzinho, enquanto ela se acabava na siririca.

Minha irmã Patrícia, também descobriu sobre as transas de nossa mãe e me disse: Enquanto ela transa com outros homens, você meu irmão querido, tem

A sua irmã putinha, safada e tarada pra gozar, mas tem que gozar bem gostoso pra eu ver, pra eu sentir. – Com essa declaração, passei a ser mesmo

O amante mais assíduo de minha irmã por muito tempo.

Devo isso as duas primas gostosas, que nas férias me davam prazeres emocionantes, e que me deixaram pronto pra saciar minha maninha durante o ano

Todo. Nunca contei nada sobre minha irmã para Alda e nem para Tânia, sem contar nada também, de minhas primas pra Patrícia. Aliás, pra que contar? Tudo já tava indo tão bem mesmo!

Sei que muitas pessoas nem vão acreditar neste relato, mas eu até entendo, fica difícil mesmo, porque até eu tenho certa dificuldade de aceitar que

Isso tudo não é maluquice. Mas se alguém quiser trocar idéias, outro relato de incesto ou mesmo fazer amizade, basta escrever para este e-mail:

[email protected] Por favor, sejam discretos no título do e-mail. Podem escrever, enviar contos e relatos, fotos ou telefones pra contato. O que vale é a amizade.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


gabriel o hetero proibido conto eroticos gayFoderam gente contos tennsrelatos hetero casado que deu o cucontos fui numa contrucao e acabei cedo comido meu cusinhocunhadinha humilhada contoNao aguéntei e meti o dedo no cu da minha irma no bisao contoconto erotico tio e suas meninadaesposa traindo marido bebado contos eroticoscontos s eroticos a patroa de fio dental atolado no cu pequeno na frente aparecia toda a buceta eu de olho nela empregada submissacomendo minha irmã enquanto a minha mãe olha o Bingocontos picantes seduzindo o cunhado sem querercontos erotico meu amigo na picina de casacontos eroticos de enteadasO amigo dele me comeu contoscontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaocontos de travesti no onibusala pediu eu gosei no cu delaXvidio mulhes que anda a noitecontos erótico brincadeira papai e mamãeo caminhoneiro engravidou minha mulher eu confessocontos eroticos idosafotonega pornoconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadocarona contos eroticos tenniscasada rabuda qer da o cu porteiro e dala p maridoporno com amiga loira baixinha encorpadinhacontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhaContos eroticos gozando até chorarconto gay "nao puta"travesti zinha bem novinha gememdo muito na picacontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulhermulher passa muita margarina no proprio cuconto erotico gay: peguei carona e paguei com o cuzinhoconto erotico incesto sonifero filha tenniscontos eroticos porno gay mijo amareloesposa safada e bebada liberando na festa de confraternizacao contocontos eróticos comi alinecontos eroticos dormindo e acordando com cutucadasconto erotico dopadaconto arebentarao meu cu meumaridoconto erotico de entidas e gravidacontos eroticos mamando na novinha cheia de leite no riacho de biquiniesposa jume contoscontos eroticos meu primos e minhas irmãs contos eróticos a enfermeira velhacontos eróticos meu sobrinho me chupouconto meu vizinho paneleiroconto gay pastor dominadorcomi a minha mãe na chantagemcontos eróticos teen apostacasa do conto incesto mãe deu pro folho de baby dolSexo com a tatuada contoconto fui trabalha com fio dental torano minha bucetacontos minha filha enrroscada na minha picameu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticocontos eroticos estou chifrando meu marido tomando porra do cunhadoConto erotico esposa ver jardineirocondos erodicoscalcinha usada contos eroticoscontos eróticos eposa e amigoeu e minha filha no baile funk contos eroticoscache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html homens velho gay contosconto mulher e enteadacontos eróticos escrava sexuais incertoconto erotico traindoarido sem quererContos eroticos humilhado seiosdei para meu genroa esposa baiana do meu amigo contos eroticosZofilia contos erótico qual a a sensação de sentir uma gozada de um cachorro grande no fundo do útero ? chantagiei a colega de trabalho e comi ela contosContos eroticos sequestro contos eróticos mostrei o pau pra minha mãeGangbang nas incesto fotosvirei putinhaso loiros bundas lisinhas ecabelos grande gay novinhoscomvidando e comendo amiga de sua mãeContor eroticos de sexo chupada dapererecaa mãe e sua filha adotiva eu tirei as virgindades das bucetas delas conto eróticoPerereca ou buceta de cunhadacontos eroticos sou puto do meu padastroDotado arronbando garota 19 aninhoscontos eroticos sasuke e sakura minha doce virgemcontos eroticos provocando no barcontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhacontos.eroticos fui.fodida pelo tio velho da van escolarcontos gay genro bebadodelicia conto hetero