Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHAS PRIMAS GEMEAS

Este conto aconteceu no inicio do ano de 2006: sempre nessa época é costume reunir a família, mas nás temos um motivo a mais, cinco aniversários dentro d três dias, nesse ano caiu em um fim d semana e na segunda. Então resolveram fazer uma grande comemoração no sitio d um tio meu.

Pela primeira vez em sete anos minha tia graça viria com suas filhas gêmeas: Karynna e kathrine, (ambas são 3 anos mais velhas q eu, tem 1,72 cabelos longos negros e são absolutamente idênticas, e são completamente lindas por causa dos nomes um pouco difíceis d pronunciar nás as apelidamos respectivamente d Kary e Thina), elas chegaram na madrugada de sexta pra sábado e foram direto pro sitio, eu já estava lá desde o dia anterior.

Na manhã d sábado quando fui tomar o meu café me deparei com as duas q estavam à mesa comendo, cheguei dizendo: quem são essas estranhas q invadiram a cozinha?!

- Não acredito! Responderam as duas em coro. – Anjelo? É vc msm? Cadê aquele pivete Baixinho em quem a gente batia?

-Foi abduzido e me deixaram no lugar dele? Respondi sorrindo. - E cadê aquelas magricelas de quem eu zoava? Sá to vendo duas modelos q lembram vagamente com elas?

-obrigado, obrigado e obrigado! Responderam em coro.

Passamos o dia todo relembrando todas as loucuras q fizemos quando crianças todas as vezes q elas enganaram todo mundo quando uma dizia ser a outra e ninguém sabia a diferença (nem eu, alias até hoje eu ñ sei dizer quem é quem das duas).

Elas resolveram ficar no quarto em frente ao meu ñ por ser perto do meu, mais por ser longe d todos os outros, principalmente do da mãe delas. Na hora do jantar eu fui chamá-las, mas quando cheguei perto do quarto delas resolvi pega-las d surpresa, mas quem foi surpreendido fui eu, a porta estava entreaberta, fui chegando d mansinho pra ver o q estavam fazendo quando vi tomei um susto: a Karina (ou a kathrine, ñ sei dizer bem quem era) estava deitada na cama com as pernas abertas enquanto a outra estava a chupar sua buceta. Fiquei um minuto olhando sem reação, até q lembrei do jantar ñ q eu tivesse ligando, mas uma hora alguém ia estranhar a nossa ausência e viria procurar.

Me afastei devagar pra elas ñ perceberem, comecei a chama-las bem alto: garotas vamos logo o jantar já vai sair. Ouvi elas discutindo q tinha sido por pouco q eu ñ a pegava elas no flagra.

Ñ preciso nem dizer q aquilo ñ saiu da minha cabeça durante o jantar. Fiquei imaginando mil coisas sobre como havia começado aquilo entre as duas, minha cabeça dava voltas e nada de eu encontrar a resposta, resolvi perguntar a elas.

Quando cheguei pra falar com elas, lá por volta das 10: 30 elas me perguntaram se eu estava bem, p q estava quieto a noite toda, nem respondi apenas falei que tinha visto elas no quarto, elas ficaram sem reação ñ sabiam o q dizer, me puxaram pra um canto afastado e começaram a me pedir quase q chorando pra ñ dizer nada pra ninguém disse pra se acalmarem e q ñ iria dizer ninguém se ela s me contassem como havia começado.

Disseram q uma colega delas é lésbica e q um dia durante uma esta as duas já bêbadas quando essa garota chegou numa delas e deu um beijo na boca, embriagada, ela nem ligou, pelo contrario gostou, em seguida a garota beijou a outra q tbm gostou, felizmente ninguém na festa viu isso, e ela saíram, as três pra casa dessa colega o resto ñ preciso nem contar. Elas disseram q ñ lembram do que aconteceu naquela noite, mas q gostaram do q fizeram, ñ com a outra garota, mas entre elas e q nunca mais aconteceu nada com a garota, mas entre elas continuou, elas ainda ficavam com homens, uma delas até tava namorando serio, mas msm assim elas continuavam.

Depois d me contar a historia elas voltaram a me pedir pra ñ contar pra ninguém, e disseram q fariam qualquer coisa pra q eu ñ dissesse nada. Disseram isso com uma cara maliciosa enquanto passava a mão na minha perna em direção à virilha. Peguei a mão dela e tirei dizendo q elas ñ tinham d fazer nada, e q eu iria manter segredo disso, e voltamos pra festa onde os outros.

Logo mais no meu quando já estava quase dormindo recebi uma visita inesperada, havia deixado a porta apenas encostada, meio sonolento ñ vi q alguém havia entrado quando me dei conta já estavam em cima da minha cama, eram Kari e Thina, perguntei o q estavam fazendo no meu quarto. Disseram q tinham ido me chamar pra uma festinha a três, pq a dois tava muito chato, e mesmo q eu ñ quisesse elas ñ sairiam d lá. Vendo q eu ñ tinha escolha resolvi fazer o jogo delas: pedi para q fossemos para o quarto delas q seria mais seguro, e tmb tinha uma cama de casal.

Chegando lá elas me jogaram na cama e pularam em cima d mim me beijando e me apalpando, enquanto uma me beijava a outra tirava a roupa, depois das duas estarem nuas elas tiraram a minha roupa. Foram logo caindo d boca no meu pau as duas ao mesmo tempo, era uma delicia, elas ñ deixavam eu nem me mexer, uma delas sentou em cima e começou a cavalgar com força subia e descia com tal força q a cama parecia q ia cair enquanto ela subia e descia a outra beijava ela e metia dois dedos na prápria buceta, e eu sá delirando com elas em cima de mim, elas trocavam de lugar alguns minutos, sempre num cavalgar violento, quando derrete a mãe delas bateu na porta perguntando se tinha alguma coisa errada e q barulho era aquele. Responderam q estavam pulando, mas q já iam parar com aquilo.

E pararam mesmo ficamos quietos por alguns minutos nos beijando e acariciando. Depois começamos novamente dessa vez mais calmo: elas deitadas e eu penetrando elas, nesse momento eu consegui diferenciar as duas por causa d uma pinta na parte interna das coxas delas: um tem na direita e a outra na esquerda um pouco à baixo.

Gozei quando estava comendo a Thina, foi muita porra q estava acumulada já q fazia dois meses q eu ñ transava, a Kary veio pra beber oq escorreu da buceta da irmã ela ficou d quatro na minha frente isso fez com q eu recuperasse a ereção rapidamente, vendo aquela bunda bem feitinha na minha frente quis logo mete naquele cuzinho comecei a acariciar e pra minha surpresa ela ñ reclamou (sempre q eu faço isso a maioria das mulheres ñ gosta) comecei a meter um dedo depois outro e ela gemendo baixinho, coloquei a cebeça do meu pau na entrada do cuzinho dela e comecei a forçar foi entrando devagar ate q entrou todo e comecei um vai e vem gostoso, nisso a Thina já tinha entrado em baixo da irmã elas estavam num 69 gostoso e eu metendo na cuzinho da Kary, ficamos nessa posição por uns 19 minutos ate q a Thina disse q tbm queria q eu comece o cuzinho dela. Ela se virou, ficou d quatro e começou um boquete na irmã ñ perdi tempo e fui direto no cuzinho dela. Fiz como na outra fui metendo um dedo, e outro, depois o pau mas dessa vez eu queria era arrombar, dava umas estocadas fortes pra compensar oq ela me fez antes, cada estocada era um gemido sufocado e baixinho, ela se esforçava pra lamber a buceta da irmã mas o movimento era muito forte. Ela pediu q parasse e eu atendi. Pedi a Kary q ficasse d quatro pra q eu comer seu cuzinho de novo, dessa vez meti duma vez sá ate ond entrou e voutei a fazer estocas fortes alguns minutos depois senti q ia gozar e comecei a meter mais forte, ate q eu gozei tudu oq pude dentro do cu delam, quando viu q gozei ela tbm gozou.

Thina veio lamber a porra saindo do cu da kary, e depois o meu pau em seguida a Kary tbm veio chupar o meu pau melecado, elas chuparam até q eu gozei novamente.

Passamos os três dias praticamente sá fazendo sexo a três, nás saiamos pra cavalgar e ficávamos durante horas transando, e ninguém desconfiou d nada.

Obs: elas sá me deixaram colocar este conto no site depois d terem lido e modificado ele, e ñ me deixaram dizar a cidade em q elas vivem.

Se gostaram do meu conto podem me add no MSN

[email protected]

Ou no orkut:

http:orkut.comProfile.aspx?uid=9881469778511358090

Até a práxima pessoal espero q tenham gostado

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a mae travestio filhinho do meu esposa contosCont erot meu pintoConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elaso rendudo socando ni bundao enormecontos eroticos desde meus oito aninhos aprendi a chupar rolavídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandohttp://contos eroticos mulher pega carona e estrupadaComtos mulher fodida pelo marido e o filhoxvidio minha mina sai para tranpa e eu como Minha sogra xvidiofilha ve o pai.tomando.bamho e fica com tesaohttp://googleweblight.com/i?u=http://tennis-zelenograd.ru/conto_27758_tudo-comecou-no-colo-pra-me-ter-no-colo-do-p....html&grqid=FXxSLOdv&s=1&hl=pt-BRcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto porno chineladas no trazeirocontos eroticos de casadas traindo com sogroFoderam gente contos tennscontos de cú de irmà da igrejaContos eroticos amigo do meu marido me pegouContos porno minha namorada mi engañocontos eroticos.meu amante exigiu que minha filhinha participassecontos euroticos os pociais abusaram da minha mulherFui violada por pirocao contos eroticoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html sou crente rabuda contosmedica seduzidapor lesbica historiasFoderam gente contos tennscontos eroticos gays de meninos incesto gayconto estrupado pelo amigoconto erotico adolcentes brincandoxvideo cuzeiras de pelotascasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptcontos travestis praiacontos meu pai fudeu minha esposacontos eroticos do filho foi da banho na mamae e ficou de pinto durocontos eroticos com estranhosConto nordestino eroticóMeu patrao coroa ele me fudeu na sua lancha conto eroticoo cuzao da titia contodei a buceta no trabalho. contos.cuzinho virgem da titia fofinha curiosa contosloirona toda mastubada na cama do tio chupando seus peito se lambendo toda e o tio coroa chega e pega a sobrinha safada de sorpresatesao chefe quero eleProvoquei meu tio foi dormir totalmente nua d pernas abertas na sua camacomeçando se transformar travesti .. encarando pau enormeconto de meu irmão comeu meu cu com uma grande pica e eu não aguentei de dorMULHER COMENDO O HOMEN COM MAO TODAomminha cunhadinha e virgens peguei a forcamenina de menor fazendo filme pornô com minha Duducontos gay fudendo com o desconhecido no terreno baldioContoseroticosnoivascontos de negros taradosfoto de conto eroticos da minha sobrinha pimentinhaContos eroticos de negros roludos no busaomeu irmão adora chupar meus pes podolatria contos eroticoscontos eroticos eu minha amiga e o desconhecidocontos eróticos de bebados e drogados gaysrelatoeroticocasadamasturbou pau dele pra tráscontos eróticos ela virou amantecontos eroticos encestoespiando a prima ce troca pornoconro erotico gay meu tio alopradocontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidacontos eróticos ele me pegoucontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto deixou a buceta ficar peluda pra dar pro paiconto erótico submissao e buceta com porracontos peguei maninha virgem dormindocontos gay gozando pela primeira vezSou casada mas bebi porro de outra cara contos