Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA GAROTINHA

A muito tempo vinha eu tentando conduzir minha garotinha (esposa) a participar de um sexo a três, quatro ou mesmo uma festa. Porem moça de interior com ar de dona de casa jamais aceitou e falou que aquilo seria um sonho que eu jamais iria realizar. Mas o sonho dela era ver um sexo ao vivo igual a esses de filmes pornograficos. Fiz então o que ela queria e em uma linda noite a levei a uma boate na cidade práxima e apás o espetaculo pude perceber que ela estava muito excitada, mas fiz de conta que não percebi, no caminho pra casa passamos em uma choparia e começamos a tomar umas e outras e quando já estavamos indo embora aparece um rapaz nos pedindo carona. Apesar de não podermos confiar hoje em dia nas pessoas olhei pra minha esposa e ela achou que nada poderia acontecer de mal, pois o garçon alegou que conhecia o rapaz. Saimos então da choparia e o rapaz se apresentou como Roberto, sentou no banco de traz e começou a conversa com a gente entre os bancos. Parei o carro em um posto de gasolina alegando uma ligação e fui até um telefone publico, fiquei observando que Roberto afastou-se e encostou no banco trazeiro, mandei então uma mensagem para o celular de minha esposa com o texto "passa para o banco de traz e seja feliz, pois ti amo muito". Quando voltei para o veículo e começamos a sair o telefone dela recebe a mensagem e então, pra meu contentamento e até sei lá o que, pois o tesão já subia cerebro a fora, ela pede para que eu pare o carro no acostamento, me da um beijo e com infantilidade ela fala "não conta jamais pra ninguem", dei um sorriso de felicidade ela me deu outro beijo bem gostoso e falou não sei se vou me sair bem, mas vou fazer o possível principalmente por você. Ela então pergunta do lado de fora do carro pra Roberto se pode entrar, ele sem entender o que se passava afastou para o canto e ela sentou-se, os dois ficaram timidos e calados, aumentei um pouco o som do carro colocando uma musica bem suave e gostosa da Roxete. Roberto percebeu o que estava acontecendo e falou! nunca fiz isso mas gostaria muito, continuei dirigindo e olhando pelo retrovisor o que acontecia no banco de traz do carro. Ela o beijou no pescoço passando a lingua, ele logo de imediato retirou sua camiseta ficando apenas de calça, com um volume enorme. Ele pegou ela e a beijou quase que a força, ela não queria temendo que eu poderia ficar com ciumes ou coisa parecida. Continuei dirigindo, ele começou a tirar a roupa dela deixando-a completamente nua no banco do carro, com os peitos durinhos e suas perninhas grossas a mostra, além de ser muito linda de rosto. Roberto, diante daquele pequeno monumento de apenas 1,55m de altura ficou louco. Ele desceu a calça até os pés e acomodou-se no meio do banco, momento em que pedi para que eles acendessem a luz interna, fiquei de cara com o tamanho do instrumento minha garotinha mais ainda, ela então colocou um terço do menino na boca, passando a lambe-lo fervorosamente e punhetando aquela enorme peça. Acostumada com apenas 15cm ela ficou nervosa pude perceber mais tentou encarar assim mesmo. Depois de muito tempo chupando e sem querer largar. Roberto, percebeu o que acontecia e então meio descontrolado a puxou para cima e a abraçando começou a tentar penetra-la, ela não resistia e se entregava mas a medida que o instrumento entrava ela gritava, sendo seus gritos abafados por beijos de Roberto e pelo som do carro que eu havia aumentado um pouco mais, ficando apenas seus gemidos e seu choro. Pensei em interfir mais o que fiz mesmo foi parar o carro e começar a tocar uma punheta, me virando para traz e percebendo realmente o quanto era grande aquele instrumento. Que Roberto já louco e percebendo que iria gozar retirou o enorme e afastou para o canto do banco e colocou ela então para engolir seu mastro que já começava a gozar, me avisando que estava com o dedo enfiado no cuzinho dela, ela então fez uma coisa que jamais tinha visto, engoliu todo o leite derramado. Roberto, passou a dar uns tapinhas na cara dela e de chama-la de safadinha, ela é logico ainda com aquela torre boca adentro. Resolvi sair com o carro, e os dois se vestiram e chegando na avenida principal Roberto desceu e deu um beijo e um tchazinho para ela esquecendo da minha pessoa que estava dirigindo. Ela desceu e passou para o banco da frente e falou "o que você achou?" deu um sorriso e disse coisa de cinema, ela me disse adorei, so não gostei dos beijos. Mais uma vez ela me surpreende dizendo estou com um cartão dele e vamos sair mais uma vez nás três, sá que quero você também e quero uma penetração dupla, foi quando passamos por baixo de um poste e pude ver que seu rosto ainda estava todo melado, corrir pra casa e antes que ela tomasse banho pedi um boquete igualzinho e ela não se fez de rogada chupando meu pequeno mestre e quando comecei a gozar retirei de sua boca e terminei de lhe sujar a face, ela deu um sorrozinho e foi pro banho, que loucura, agora estou esperando ela fazer o novo contato com Roberto para que eu possa narrar pra voces a nossa práxima aventura. JB

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


novinha safadinha dormindo com dedinho no cuzinho Fredfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoContos eroticos casada prostitutaComtos eroticos com cumada novinhajapa enfia o dedo no seu cu virgemcontos eroticos meu marido me vendeu no bingoconto sexo de madrasta fazendo fio terra no entiadozoofiliaemrecifecazal gay fudedo gostoso ao vivoeu adoro usar calcinha hoje sou travesti fresca afeminadaContos supreendida pelo novinhoTennis zelenograd contoContos porno dei cu p me sogro por chantagemconto incesto minhas irmãs gritaram no meu paucontos eróticos minha cunhada se soltou e eu enrabeicontos de travestis comendo os patroesConto cu afrouxadoNovinha Bebi porra do meu amigo contoestuprocontocontos troca de esposa na praiamamãezinha espiando mulher peladachupou o pau no karatê ele gozar na cara delame fuderam meu cu na ordenha contosconto erotico sadomazoquismo estrupei minha amigavou começar com Vanessa bucetacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos dei o cu e saiu merdacontos lesbica fui sedusida banheiro boatycontos eroticos- eu e minha namorada fomos trabalhar na fazendamulheres que dao cu no primeiro encontro contoconto erotico amante do meu paicontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos porno fui sodomizada por castigocontos comi a vendedora de da avonconto erotico colegial virgem sentindo desejocontos de loiras c****** trepando com negão estrangeirocontos eroticos abusandoContos gay carnaval em Veneza www.xconto.com/encestoao meus 19 anos cumi um cuziho bricando d esconde esconde contosgaycontos porno gratis evangelicas submissas e chantageadascontos eroticos comendo a prima na casa ao ladoDei a bucha pro meu sobrinho virgemcontos escola sexomeu sogro me estuprou contosconto erótico meu dono colocou um alargador em.mimcontos eroticos cunhado gayconto gay zoofilia com galinhacontos comeu meu cu adolecenciarapazes peladoes se exercitando na academiaadolecente perdendo a virgindade em aposta conto erotico gaycontos eróticos de bebados e drogados gaysFoderam gente contos tennscasadas baxias di calsias na zoofiliaconto cutuquei pai na bundia delaconto eroticos travesti hormonioporno,papai da banhona filhinha que chegou bebada da festaenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluacontos de uma putalua de mel erotico mulher minisaia corno traveco contos eroticos fui corno na lua de mel e gosteicontos dando para minha familia parte 2contos eróticos de gay e picudo pedreirosContos eroticos orgia forçadacontos eroticos meu sobrinho pauzudoConto eu meu marido e nosso melhor amigoconto erotico gay negao escraviza viado afeminadocontos eróticos comi minha tianovinha quero ver voce cimasturbando hoje oline