Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI MEU CUZINHO PARA UM COLEGA DE TRABALHO

Meu nome é Tâmara, sou brasiliense, tenho 28 anos, 1.70m e 59Kg. Faço o tipo mulherão com corpo de violão, porém sempre fui discreta e até ruborizo facilmente quando sou paquerada. Sou casada e meu marido é muito ciumento. Nunca fui santa, mas também nunca fui puta.



Há três meses fui transferida a trabalho para Natal, capital do Rio Grande do Norte. Lá conheci um cara chamado Alexandre. Foi paixão a primeira vista. Longe de meu marido eu, completamente carente, fantasiava com esse homem que, percebendo o meu interesse, alimentava minhas expectativas. Mas como ele também era casado, não foi fácil criar um expediente para um primeiro encontro. E era uma tortura sonhar com ele todas as noites e não poder tocá-lo. Um dia tomei coragem e parti para o ataque. Comecei me declarando. Ele escutou, foi muito doce, mas não fez nada. Alguns dias depois fui mais direta: pedi um beijo. Ele me beijou – foi o melhor beijo da minha vida. A essa altura meu fogo sá crescia. Queria esse homem de qualquer jeito. Finalmente, pedi que ele subisse a meu quarto, no hotel onde estava hospedada. Começamos com beijos mais quentes. Depois passamos ao roça-roça. Suas visitas passaram a ser mais constantes e a cumplicidade foi aumentando. Nunca havia engolido porra, mas ao ver aquele pau gostoso, todo durinho para mim, tive vontade de chupá-lo e chupei tanto, tão gostoso, que quando menos esperava estava o leitinho descendo pela minha garganta, tão quentinho e gostoso. Fiquei viciada. Queria mais e mais. Depois disso, senti despertar meu lado putinha.



Certa manhã, antes de irmos para o trabalho, marcamos de nos encontrar em meu quarto. Acordei cedo, tomei um banho delicioso, coloquei perfume e uma maquiagem de vadia e o esperei usando apenas uma calcinha vermelha, uma sandália de salto alto e um par de brincos. Foi maravilhoso, ele com aquele corpo definido, lindo. Com seu pau duro e quente esfregando em minha bucetinha enquanto chupava meus peitinhos rijos. Quando ele arrancou minha calcinha e penetrou, estava quase gozando. Gozei gostoso. Depois ele meteu com mais força e gemeu, gemeu forte como um cachorro vadio. Fiquei maravilhada com o que estava me acontecendo.



Para minha surpresa, dois dias depois de nossa manhã de amor, soube que ele iria viajar e eu também. Tratamos de tirar o atraso naquele dia mesmo. Ficamos até mais tarde e aproveitei para tomar mais um leitinho. Ficamos separados por 1.500 Km, mas o tesão não passava. Agora me sentia uma prostituta. Fantasiava de todos os jeitos, seduzia outros homens. Queria porque queria dar meu rabinho (virgem), mas tinha que ser para Alexandre! 19 dias depois de nossa separação enfrentei 4h de vôo para encontrar meu macho. Vesti-me como uma prostituta para encontrá-lo no aeroporto. Minissaia, salto e decote. Beijamos-nos ardentemente no elevador aos olhos de todos. Seguimos para o motel e finalmente pude realizar meu desejo. Dar o meu rabinho. Fiquei de quatro, passei um gel no cuzinho e no pau dele e fiquei olhando no espelho a espera que ele montasse em mim como monta a um cavalo. Sua expressão foi máscula, excitante. Ele meteu de vez e com toda a força. Dei um grito, mas sem dor nem sofrimento. Sá prazer, prazer de ver aquele homem me possuindo, em pé, me comendo e gemendo. Adorei. Ele poderia ter me quebrado em duas que eu iria gostar. Fodi de todo jeito. Até uma garrafa ele meteu em minha xoxota e eu gozei, tomei leitinho ainda queria mais.



Depois de Alexandre, passei a me sentir uma mulher plena, senti vontade de trepar com todo tipo de homem, branco, preto, magrinho, fortão. Descobri a puta que existe em mim e ainda estou descobrindo outras formas de seduzir e de gozar. Tenho a impressão de que sempre serei dele e muito mais dele do que a qualquer outro (tenho a certeza de que terei muito outros).



Esse é o meu primeiro conto. Espero que gostem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cada dos contos eroticos abracei mamae e dei trrs beijo mamae carenteporno traicao roludo conto pornoccontos eróticos fudendo sapatao gostosa casadaConto de zoofilia com meios gostosaChantageei minha tia escrava lesbica contoContos eroticos perdi minha virgindadeiniciado pelo cowboy conto erotico gaycontos transei com velha e buçetudacontos eroticos de velhos iperdotados comendo mulheres casadasconto erótico de padrasto tiraConto erotico dei meu cuzinho pela 1vezmamei no peito até ficar vermelhoe produzir leite contosMeu marido sabe que dou o cu a um amigo de infanciarelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasmenina defisieti dado ocu e chupadoconto erotico vi a rolacontos eroticos namoradocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eróticos viro corno por me deixar em casa sozinha a noiteContei para meu marido que meu patrao fudeu minha bucetaconto moreno heteroContos gravida de outro marido adoroucontos eróticos férias com porraconto erotico cdzinha arrombada por dois negoesCasada viajando contosContos eróticos tomando banho com duas primas novinhasxvidio preza na ilhacontos eroticos meu avô esfregavaConto muito picante de casal brancos bisexual so adoram foder negroscontos velha casada fudendocontos eroticos o senhor roludo do baile da terceira idadeconto eroticos gay. baile de carnaval c. tiaoconto da enteadacontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultocontos de incestos tesao pelos pezinos da minha maecontos-você vai devagar no meu cuzinhomalu gordinha alt 1.83zoofilia ela casou com negao mais quando viu o tamanho do pau enorma dediu ajudaa maeconto erótico sobrinha. bem novinha fica esfrgando no colo do tio sem calcinhaMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosninfetinha virgem contoscontos eróticos com marido tratado me estupandocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos nane descomunalcontos erotico, quatro travesti me estruparamaquelas olhadas safadasporno gay interracial com macaquinho gulosocontos erótico namorada do do amigoContos eroticos de mulheres sendo abolinadas no onibus lotadosTuco e nene buceta da grande familiAmeu inimigo conto gayContos gay minha primeira vezcontos de cú de irmà da igrejacoto erotico de espoza puta na baladatransando com a namorada mais perfeitainiciado pelo cowboy conto erotico gayContos eroticos cuzinho dificilconto peguei no bulto do amigocontos erotycos encochadas no metrocomendo a tia de pois de beber um vinhocontos eroticos familia unidaminha professora nao usa calcinhas contos eroticosTennis zelenograd contoesposas evangélicas fudendo com entregadorescontos eroticos dando para o cunhadoconto erotico gay com vovoconto erotico professoraminha delicia de filha me provoca contoscontos verdadeiro irma envangelicacontos erótico irmaoscotos icesto mae e corninho aiii vai mete seu safado vou gozarcontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos meninas drogadas pelos paiso sonho da minha putinha ea ser estuprada poe varios e eu realiseiver contos erótico mãe gordinha concebido gostosa s*****contos de cú de irmà da igrejaconto erótico assediaram minha mulher na ruacontos de casadas o negro desconhecido me arromboucontou emfiei um pepino no meu cucontos eroticos beijando com porrawww. indiando a rola na gostosa por baixo do vestidoo gozo de uma mulher timida contocomtos eroticos masturbando cavalocomi o cu de todas as mulheres da m familia conto etotico