Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMEIRA VIAGEM

Trabalho como balconista em um comercio e tenho um visinho que é caminhoneiro, e sempre me convida para fazer lhe companhia mas, devido ao meu serviço nunca dá, mas desta vez estou de ferias e topei.Ele vai para uma grande fazenda em Mato Grosso levar fertilizante e trazer cereais.Saimos de madrugada, rodamos ate a hora do almoço, conversamos todos os tipos de assunto mas o que mais pegou foi sobre sexo, pois eu sempre gostei de esfregar meu rabo, apesar de nunca ter dado mas admiro bem essas coisas.Ele por sua vez deixou transparecer que tambem gosta da coisa apesar de nunca ter experimentado, entaõ eramos dois querendo e com vergonha de começar. Almoçamos, demos um tempo no posto e depois continuamos a rodar, paramos por volta das 9 horas da noite em um posto onde oferece uma otima estadia para caminhoneiros e fomos tomar banho.Os boxes dos chuveiros não tem portas e estava completamente vasio, Juca o meu visinho pediu que eu entrasse primeiro e lá fui eu debaixo da ducha. Enquanto me lavava notei que ele não tirava os olhos do meu pau que é do tamanho medio normal, e eu estava com o cu piscando querendo que ele apreciasse o meu rabo, então virei me e comecei a lava-lo, notei que ele começou a tirar a roupa, adiantei o meu banho e ao sair, ele ja estava entrando com seu pau enorme e duro e fez questão de esbarrar em mim aquela bela ferramenta. Quase desmaiei de tesão ao senti-la em minha bunda, enxuguei me, vesti-me e fui para o caminhão onde tirei toda a roupa e fiz que estava procurando alguma coisa em minha mochila, quando Juca entrou, me viu pelado, tratou de tirar a roupa tambem, e começamos a nos acariciar mas a tesão era tanta que Juca estava como eu, indeciso, o que fazer primeiro dar o rabo ou comer. Eu já vinha destinado a experimentar uma vara e fui logo oferecendo meu rabo para o Juca, que logo começou a lambelo e chupar o meu anelzinho lambuzando-o de saliva, eu ia a loucura com tudo isso, aquela lingua marota me cutucava e eu sentia arrepios de frio, e pedia a ele que colocasse com cuidado pois ainda era virgem. Juca lubrificou sua verga e a encostou no meu buraco, eu de quatro não aguentando mais, fui dando ré naquele pau enorme e duro e sentindo entrar, quase desmaiando de prazer, percebi a cabeça pular para dentro, Juca ficou um tempo quieto e eu rebolava querendo que ele empurrasse tudo dentro de mim, foi ai que ele abraçou me pela cintura e começou a enfiar aquela tora no meu rabo. Doia mas uma dor gostosa e eu queria mais e ajudava empurrando meu traseiro de encontro aquela vara que deslizava tunel adentro.

Juca logo acabou e encheu me de leite, eu ao sentir aquele calor dentro meu cuzinho fiquei com o pau duro outra vez e ainda com leite escorrendo pela bunda fui apreciar e me deliciar na bunda do Juca. Chupei como louco aquele cu e dava mordidas nas nadegas, deixando-o mais louco ainda. Lambuzei seu cu e meu pau e espetei no Juca que se jogou na cama com as pernas abertas, deitei-me em cima e fui atolando minha pica em seu rabo, ele se contorcia igual a cobra mal matada, e reclamava por não ter feito isso a mais tempo. Tirei o pau do seu rabo e pedi que ele se virasse, ergui lhe as pernas deixando-o tipo frango assado, e fui enfiando novamente no seu rabo e deitei-me em cima dele, sentindo seu pau mole esfregar em mim. Bombei gostoso e quando estava para gozar comecei a massagear seu pau com minha barriga e percebi que estava crescendo e que eu iria novamente servir lhe o meu rabo. Gozei como nunca o tinha feito deitei me ao seu lado e comecei a brincar com seu cacete que ficou duro novamente. Abocanhei aquela verga e chupei matando assim minha vontade louca de ter um pau em minha boca, eu babava e chupava e cada vez descia naquele pau ate enfiar lhe todo em minha boca. Chupei lhe os grãos, o saco, passava a lingua em seu cu e voltava na pica, eu estava doido e não sabia qual era o mais gostoso, trocava de lugar e deixava o Juca extasiado. Ele ja com o pau dolorido de duro pediu que eu sentasse em cima, fiquei de costas para ele e fui descendo, descendo ate encostar meu cuzinho naquela cabeça vermela que me esperava e então encaixei-a e fui dezlizando enquanto o Juca apertava minhas nadegas. Cheguei ao fim e senti aquelas bolas enormes encostar em minha bunda, rebolei naquela vara e comecei a cavalgar, so pedia ao Juca que a estrada fosse longa para eu poder ficar bastante tempo cavalgando, mas ele tambem estava com a tesão a flor da pele e apás uma boas balançadas ele se derreteu todo e encheu meu rabo novamente. Como é gostoso sentir o pau ejaculando dentro do cu esquentando tudo por dentro e pulsando como louco. Fomos dormir por que no outro dia tinhamos que rodar e muito ainda, mas depois eu conto o resto

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui comido na sauna gayConto comi a mãe da minha namoradadei leitinho na boca de uma novinha de contagem contos eroticosContos eroticos dei a buceta para inimigocontos eroticos.terminando a piscinafotos de coroas branvas.dr sutian e.causinha na camsporno gay pai apostou cu para o vizinhoconto erotico sem planehar fui fazer uma visita a amigo mas minha esposa e acabamos tranzandocontos eroticos sequestroconto erotico namorada perdendo virgindade com meu amigo cinemaFlanelinha de shortinho partindo a bucetacontos enrabado na saunacome minha vovo de poi micome negaotiradp o cabaso da novimhacontos eroticos de afeminados na escolacontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhoconto gay o melhor amigo do meu filhogostaria dever filha cupano apica do pi dorminocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoconto erótico de mulheres crente traindo maridochupando o clitoris da minha cunhadaconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiaAbrindo as pernas para o sobrinho contowww.xconto.com/encestoconto guei dopei meu irmáo chupei a rola delepropria porra dedos no cu consoli xonto eroticocontos enrabei a velha da casa da frenteContei para meu marido como fiquei com o cu arrombadoxvideos minha matrasdo nu meu quato sexovoyeur de esposa conto eroticocontos casadas malandrascontos eroticos comi minha espetoracontos erotico de puta tarada por rolaaluna coroa contoconto sou esposa de um viadinhoconto erotico meu tio no caminho da escolaconto obrogafa a servir nua e. lanchoneyepeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos heroticos comi meu tio meu cuzinho contraindo no teu pauflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosTransei com cinco homens sou uma vadia contos eroticosconto erotico casado se apaixonou por um afeminadoContos erótico lesbico policial mulher conto sexo vilma e bety rabinho doendopau do maninho contosContos gay me amaciou a fodercontos/ morena com rabo fogosoquero saber história de seminarista no seminário com comendo o cu do outro lado noitecontos gay chupei varios na saunaconto eróticos sado a forçaconto no mato espiando a filha tomar banho no riunoite maravilhosa com a cunhada casada contostransei com meu namorado sob a luz da lua,conto eróticocontos.eroticos fui.fodida pelo tio velho da van escolarconfia minha madrasta no pornô chorando gostosaminha esposa me contando os detalhescalcinhas usadas da minha tia contoscontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delacontos casafa fui pra roça me masturbei dentro fo mayoconto de estrupo de praticinhaconto erotico com cunhado velho coroa grisalhocontos eróticos minha sobrinha de babydollcontos de cú de madrinhaconto erotico de menina virgem de sete anosConto muito picante de casal brancos bisexual so adoram foder negrosconto agarrada no onibusContos eroticos- comendo um intelectualcontos assistindo minha mae com neguinho novinhomelhorescontos eróticos gosando pelocuconto zoofilia tezao estrupoCasada viajando contosWww a esposa apanhada com buceta aberta peluda sendo arrombada por dotado.conto realcontos crossdresser o velho me comeu no matinhocontos eroticos Gays De Dei Minha Bundinha Pro Irmão do meu Amigocontos de incestos flagrei papi se masturbando com minha calcinhacasa dos contos eroticos novinhas delicias cedusindo o tiocontos eróticos com o genronovinha do Recife masturbando assim tão pequeninapai da minha amiguinha mostrou o pau"cabelo na perereca"Contos reais de sodomiacontos eróticos gay advogadoconto erotico mae ensinando Contos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de mulheres desconhecidascontos eroticos tirando virgindade de netinhacontos eróticos com animais papada por um cãocontos putas incesto comendo minha mamãe na fazendaconyo erotico pai e filha ahh uhh mais meterelato fui trocar o gaz e arrombei o cu da crenteContos eróticos putaría no casamento noiva fode com todos os seus padrinhoscontos colega de futebol pediu pra comer me cuzinho