Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SWING. SERÁ? AH! (PARTE II)

Swing. Será? Ah! (Parte II)





Por volta das 12:00 do dia de sábado, a Mariana chega, me pega e nás dirigimos as praias. Onde conheci lugares lindos e únicos em João PessoaPB. Tiramos muitas fotografias e fomos conhecer a praia mais famoso de todas elas, a belíssima Tambaba. O lugar parecia o cenário do Filme Piratas do Caribe. Do outro lado tinha uma parte aberta utilizada por surfistas, onde que se tinha andar uns dois quilômetros aproximadamente em mata fechada. Mariana com medo de encontrar alguém conhecido dela e de sua família em Tambaba, resolve não descer do carro. Devido à circunstância fomos para a casa de sua amiga (Fabíola), lá estava ela com seu noivo (Alex), duas moças (Cintia e Cris), além de dois casais que a Mariana não conhecia (Humberto e Charlene) e (Claudio e Marta). Ficamos todos conversando, bebendo e degustando o churrasco e outros petiscos. Nisso sá quem estava tomando cerveja era eu e uma das moças, a Cris, o restante no Johnnie Walker Black Label.

Já pelas 17:00 todos animados e alegres, onde dançávamos. Resolveram brincar de dominá e quem perdia a partida, e ficasse com o maior número de pontos entre os demais participantes, tinha que tirar uma peça de roupa. Passei achar estranho aquilo! Entretanto, como as mulheres eram bonitas e todas com belas pernas grossas, já passei achar a brincadeira interessante... A Mariana me perguntou se iria participar e o mesmo perguntei a ela, já desconfiada também. Onde afirma a dizer, que se eu fosse, ela também iria. Contudo estava nervosa com o contexto da brincadeira. O clima estava de descontração, logo relaxamos. Logo o pessoal foi perdendo as peças de roupa, onde quase todos estavam com as roupas de praia no decorrente da brincadeira. Nisso duas mulheres me deixaram excitadíssimo devido aos seus biquínis fio dental, ponha fio dental nisso, deveria ser delas quando tinha dois anos de idade. Sem falar do tamanho da bunda de cada uma delas, além dos corpos esculpidos de muita malhação, onde eram a Cris e a Charlene. A primeira pessoa a ficar totalmente nu foi um dos homens, o Humberto, que estava com a esposa e ambos bem soltinhos, pareciam arroz de festa. O sujeito já tirou tudo de pau armado, filho da puta! Nessa hora sá rolava gargalhadas, depois foi à amiga de Mariana, no caso, a Fabíola e seguido dela, ai falei para mim mesmo: Ai fudeu, a putaria rola hoje com força.

Eu percebia todos com olhares gulosos e vinham de todas as direções para Mariana. Na brincadeira fui o penúltimo e quando tirei o sungão meu cacete parecia uma torre de sinal de telefonia celular, todos olharam, riram e as meninas cochicharam uma com as outras. Amigos, mas amigos... Confesso que nesse momento estava transformado, o capeta da luxuria tomou conta, totalmente devasso, com a boca molhada, doido para chupar e comer bucetas, tabaco, priquito, xibiu, xana... E cantava no fundo do pensamento:

Já chupou xibiu? Chupei!

Gostou do xibiu? Gostei!



Já chupou xibiu? Chupei!

Gostou do xibiu? Gostei!



É uma bala, é uma bala

Quem provou não vai esquecer

É gostosa ai!!

Na boca vai derreter

É de babaixá!

É de Balacubaca



É de babaixá!

É de balacubaca



Pepeperepe Peperepe Peperepe

Pepeperepe Peperepe Pepe



Eu quero beijar a sua boca louca

Eu quero beijar a sua boca louca

Eu vou enfiar uva no céu da sua boca

Eu vou enfiar uva no céu da sua boca



E ai,

Chupa toda, toda

Chupa toda, toda



- Viagem pura, êxtase total.

Sá pensava em fuder, fuder, fuder... Igual britadeira de concreto. Depois de todos nus, as mulheres e seus maridos começaram a dançar forrá e todos faziam a mesma coisa, ai eu já estava cara dura, nem ai... O clima realmente esquentou quando comecei a dançar com a casada do bundão (Charlene) que não foi à toa. Ai deu o caralho, meu pau duro e roçando na buceta da mulher do Humberto, olhei para Mariana e via o cristão fazer o mesmo, feliz como pinto no lixo. Daí falei:

- Fudeu!

Lasquei o beijo na esposa do cristão, passei a chupar os seios dela e masturbá-la. Ela segurava em meu pau com maestria e experiência, parecia fazer um kibe árabe, chega amaciava.

Como muita atitude e agilidade joguei-a sobre a mesa de bilhar e passei a chupá-la a bucetão molhado e o seu rabão com gosto, parecia que tinha sorvete. Ela gemia e empurrava ainda mais minha cabeça contra sua buceta carnuda e de pelos ralos. Em um momento da sacanagem olhei para o lado e vi a Mariana chupar o cacete do Humberto e ao mesmo tempo sendo chupada por uma das moças (Cris) e o restante na mesma balada. Sá que estava vidrado também na Cris e fui buscá-la na cara duro, deixando a Mariana aos cuidados do Humberto.

Coloquei as rabudas uma sobre a outra, igual ao Big Mac do McDonald's, ambas começaram a beija-se e acariciar uma os seios da outra. Horas chupava uma e horas chupava a outra, não perdendo tempo, coloquei uma camisinha e metia hora em uma e hora em outra com alternâncias, seus gemidos, beijos e toques entre elas, me deixava loucoooo. Entretanto, tinha momentos quando transava com uma, chupava também outra, sá sentia cheirinho de buceta. Não controlando a excitação virei as duas e gozei na cara e nos seios delas, imaginei fazerem negativa, mas beberam tudo e ainda deram um polimento no meu pau que nem fez sinal de cansado. Quando olhei de lado a Mariana estava de quatro sendo penetrada pelo Humberto, daí a Cris voltou ao encontro deles a chamado da Mariana, que passou a chupa-lá querendo provar em sua boca o gosto do nosso sexo. Meu pau duro ainda e sendo chupado pela Charlene, coloco-a de quatro e meto meu cacete em seu anus rosado, mas antes dou uma chupada e uma penetrada com a língua em seu orifício, assim arrancando gemidos e sussurros, em determinado momentos a mulher parecia tomar choques de 220 wolts. Ela gemia alto e trepava com vontade dizendo: “arromba meu cu caralho, arromba porque meu marido esta arrombando sua namoradinha puta, vai cachorro, gostoso, filho da puta, ai ai ai... Fode seu porra com força, ai ai ai... vou gozar, vou gozar, vou gozar... Gozeiiii... Continua fudendo gostoso, ai que amor...”.

Confesso a todos que deu vontade de dar gargalhadas, isso chamou a atenção de todo, que riam, mas não paravam de fuder. Olhe para o marido dela que estava fudendo o cuzinho da Cris e chupando a Mariana. O mesmo fazia cara que nem estava ai, será?

- Duvido! E Pica nela. Kkkkkkkkkkkkkkk

Com uns três minutos ela voltou a gritar novamente e depois se jogou morta de casada sobre a mesa do bilhar. Dei um beijo nela e fui ao banheiro me limpar, liguei o chuveiro passei um sabonete no corpo, me enxuguei e quando volto, estavam todos mortos e conversando. Olharam para mim rindo e perguntaram o que tinha achado, eu disse que não tinha acabado para avaliar. Ai foi gritos e gargalhadas... O meu ato de ir ao banheiro sérvio de espelho para os demais, porem quando entrou a Cintia, Fabíola e o Claudio no banheiro, eu foi atrás.

O Claudio, que não foi bobô, entendeu minha jogada, porem foi gente boa. Assim deixando eu, Cintia e Fabíola no Box. Nisso a Cintia diz: “deixa-me te passar sabonete nas costas”. Deixei, depois ela de joelhos manda eu me virar para passar do outro lado. Quando viro ela passa bem rápido e coloca meu pau duro na boca e começa a chupar e faz um comentário a Fabíola:

“que pauzinho grosso e gostoso”

E a Fabíola faz a sua replica:

“de pauzinho não tem nada” e ficam rindo.

Nisso eu estou aos beijos com a Fabíola, derrepente vem ao pensamento:

“Porra, fudeu. Estou chupado pica por tabela... Essas mulheres acabaram de chupar os caras e nem escovaram os dentes”.

“Ai já era. Também chupei as outras”.

Mas meio encasquetado, desci e fui chupa-las, assim como fiz com as outras. Enquanto eu as chupava e as masturbavam, elas tocavam beijos e caricias nos seios. Daí resolvi penetra-las, quando dei fé, cadê as camisinhas? Estavam na sala e fui busca-las, deixando as duas aos beijos e caricias debaixo do chuveiro. Quando chego lá, o clima também pegava fogo. O Henrique fudia a buceta da Marta e o Alex namorado da Fabíola o rabão dela e chupava a também Cris. O malandro do Claudio comia a Mariana na borda da piscina, que chupava a Charlene. Ela vendo minha presença, me chama, onde atendo e pede meu pau em sua boca. Depois da breve chupada, retorno rápido ao banheiro onde vejo uma cena linda, a Fabíola e a Cintia em um 69 louco. Nisso a Cintia enfiava um vaso de creme na buceta da Fabíola de gemia e chorava ao mesmo tempo. Nisso eu via meu cacete querer sair de mim e ir fuder as duas. Coloquei a camisinha (capacete), e penetrei a buceta de Cintia, para minha maravilhosa surpresa a mulher tinha a buceta mais apertada de todas, tinhas umas contrações propositais dela que parecia um alicate hidráulico. Puta que pariu, a mulher era muito gostosa. Não conseguindo controlar o tesão gozei logo e logo coloquei outro capacete e pica nela novamente que gemia pedindo mais. Mas logo começou a gozar e falava: “Não para Luiz, não para, ai que delicia de pau, se não fosse namorado da Mariana seria meu gostoso, ai que madeira gostosa, ai Fabiolaaa, ai, ai, ai... como esse menino é gostoso e tarado”.

Daí a Fabíola assume o lugar dela, mas em vez de pedir para fuder sua buceta, pega no cacete e leva direto para seu cuzinho. Ai, sá Love! Empurei lentamente, mas depois de acomodado naquele rabo, a mulher assumiu o controle do movimento, onde jogava suas ancas com intensidade e sá via o barulho do impacto “poc, poc, poc..” e seu gemidos finos. Enquanto isso, eu estava aos beijos e masturbava a Cintia com leveza. Elas se olham e a Cintia diz a Fabiola:

“Eu não disse que ele era gostosinho...”.

Que responde:

Â“É uma delicia de pau”

“Fode seu safado, seu cachorro putão meu cuzinho, quero meu cu bem abertinho e arrombado por essa pica grossa...”

“Mulher, ele não é do tipo GG, mas é bem melhor, pois o safadinho sabe usar, tem a cara safada e muito tarado, ai, ai, ai...”

-E tome pica nelas.

Depois elas me deitam no chão do Box, tiram minha camisinha e começam a chupar o cacete juntas, mas logo a Fabíola coloca o pau novamente em seu rabo, sá que dessa vez sem camisinha, eu fiquei meio apreensivo, onde com o tempo fiz exame HIV e graças a Deus deu negativo.

Nessa de botar sem camisinha, horas ela tirava e a Cintia chupava ele, a boceta e o rabo da Fabíola. Ambas começam a gemer alto e avisam que iam gozar. Eu cheio de tesão disse que também iria, porem nisso a Cintia senta na minha cara e começa a gozar e quando começo a gozar a Fabíola coloca meu pau na boca e bebe parte do gozo e a outra coloca na boca da Cintia. Amigos cena de filme profissional. E eu tomei vitamina de buceta com prazer.

As duas me abraçaram e me beijavam rindo, chamando de cachorrinho, tarado e gostoso. Porém a Fabíola pediu um segredo que não deixasse o Alex imaginar que ela teria tomado minha porra. Coisa que ele sempre pedia, e ela nunca tinha feito com ele. Nisso o resto do pessoal entra no banheiro e perguntam rindo como estava a situação ali. Elas responderão com muito gosto:

“Não podia ser melhor, parabéns Mariana. Você está bem servida”.

Nisso fui levantar e confesso a visão ficou clara na hora, imaginei que iria cair. Entretanto ninguém percebeu. Foda show de bola! Nisso todos tomaram banho, colocamos apenas a roupa de banho, voltamos a fazer churrasco e a conversar. Nisso o Humberto, a Marta e o Claudio voltaram a querer saber da minha avaliação sobre o swing que tinha acontecido. Onde disse que não poderia afirmar ainda. Eles logo arregalaram os olhos e indagaram querendo saber... Eu olhei na cara de pau para a Marta e falei que ainda não tinha transado com ela e que antes de ir embora ia comer ela e a Mariana no quarto e sem a presença e obstrução de ninguém. Ficaram todos surpresos, sá Humberto que tirou um sarro da minha cara em falar:

“Você aguenta nada rapaz, eu que sou mais velho e acostumado, já me dou por satisfeito”.

“Você está fazendo graça, depois não tenha um troço e faça todos sair correndo te levar ao Napoleão Lauriano”

- Nisso riram de mim...

Porém a Marta depois que ouvir das outras, aceitou o desafio. Com uma hora depois, eu entrei na suíte principal da casa com as duas. Portanto, eu e os demais vimos um comportamento de ciúmes por parte do Claudio e meio que aprovado pelo Humberto. Ficou um tanto pesado, mas não puderam fazer nada. Creio para não serem penalizados por suas esposas e pelos demais futuramente.

Calma que tem a terceira parte.

Meu Orkut é Luiz Aragão e o e-mail é [email protected]

Pois é muito complicado eu abrir e-mails desconhecidos. Mas podem add o Orkut dizendo onde encontrou brevemente e dando o messenger. Sá as mulheres! Orkut fakes de mulheres também não são aceitos. Pois não sou fake!

Agora vejam a terceira parte.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


deixei meu irmão exitado conto.incestosou o putinho do padrinhocontos eroticos transei pelo celularestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contosgoza nuoutro egravidahistória canto erocito meu marido trouxe um cachorro e ele comeu minha bucetinhaConto erotico de casada bem madura gravida de um assaltantecasada rabuda qer da o cu porteiro e dala p maridocdzinha dando bundinha vestida de sainha rosa gosando gostoso sem tocar no paugay surra chinelo putinhaconto erotico ele me amassou e eu fingia dormircontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafoto de sexo conto eroticos da minha sobrinha pimentinha parti 1Rabuda negra sendo enrabada em pe conto eroticoconto erotico viadinho de calcinha dormindo no sitiorelatos eroticos chantageada pelo amigo do maridode calcinha pros amigos do marido contossogro pelado e norinha imprecionada/contoseroticosconto erotico, as cuecas da visinhacasada desfilado de calcinha contos eroticoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosminha aluna de informática conto eróticoContos pornos-amamentei a bebê com meu paucontos eróticos homens sendo amamentadoscontos incesto padrinhos carentesMendigos se madturbando altometerola com menor idadeFoderam gente contos tennsEu roberto o cachorro conto erotico gaycontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casachefe e demissao conto eroticoFio dental conto erotico gaydistraida no trem conto eroticocanto erotico de homem que gosta de usar calcinhaconto erótico de mulheres brincando com os pirralhosminha madrasta querida contoso meu padrasto me arrastou pro matagal contoscontos eroticosseduzindo o irmao bebadowww.xconto.com/encestocontos erotico vestido tubinhocontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhacontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu paudei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoconto erotico chupando minha bbConto de mulhe minha esposa na festaContos eroticos fudendo gravidacontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos minha sogra me deu uma canseiraContos eroticos briguei com o marido dei pra outrocontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcacontos eróticos fragei meu tio comendo minha tiaConto morena 37 anosSou casada fodida contochantagem contos eroticoscontos erotico estupraram minha tiaCasadoscontos-flagrei.contos eróticos virgimdade com o jardineiro coroacontos eroticos sou casada tenho 55 anoscontos eroticos "cadela" "fome"dei na infacia e não me arrependo contos gaysconto picante incesto gay discretamente passivo e ativos incesto gaycontos eroticos o garoto perdidocontos eróticos comendo meu melhor amigo que tava olhando pro meu pau.comTia gostosa contosaventuras com travesti Portugal contoFui Comida pelos colegas do colegios contosccontos eróticos fudendo sapatao gostosa casadacontos mamae noa aguentou meu paucomi na pista de skate contpcontos erotico maes rabudas c a familia n festa.Conto erotico minha mulher e uma puta rampeiraEntro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porrameu pai mim abusou com porta na cara conto eróticoconto erotico minha enteada gravidafala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristaso rendudo socando ni bundao enormecontos eroticos meu alunoconto erotico estrupo treinador contos erótico comi minha amiga qusndo fui estudarO amigo dele me comeu contos