Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESPEDIDA DE SOLTEIRA

O que vou contar aqui aconteceu comigo em outubro de 2010.rnrnEu fui convidado a participar de uma reunião técnica em um hotel na cidade de Araxá, interior de Minas Gerais, com tudo pago pela empresa, o que mais do que depressa aceitei, afinal de contas, o hotel dispunha de várias opções de lazer.rnrnLogo na chegada, o destino começou a agir a meu favor, explico: nesses eventos, os quartos são divididos em pares, mas nessa vez houve um problema, pois não me incluíram nessa divisão de quartos e tive que ser remanejado para outro sozinho, e que quarto, cama de casal e varanda p frente do hotel, e tudo sá pra mim! (pensei: - bem que podia rolar uma ?festinha? com uma colega de trabalho, né!?).rnrnPois bem, os dias foram passando e as pessoas se conhecendo e se interagindo através das reuniões e dinâmicas organizadas pelos gestores. à noite, sempre rolava um evento com música e comida, o que tornava ainda mais descontraído o ambiente.rnrnNo penúltimo dia, em umas das pausas da reunião, conheci uma garota do Ceará, Vivian. Ela era discreta, roupas comportadas e sem mostrar muito o corpo, mas de uma simpatia única. Tinha 1,50m de altura, cabelos até os ombros e um rosto de uma mulher decidida. Sua expressão era de uma mulher preocupada e infeliz, como se algo faltasse em sua vida.rnrnFui logo me apresentando e puxando conversa. Percebi que estava tensa e pouco falava, mas perguntou sobre como andavam os trabalhos em minha região, mas nada muito pessoal.rnrnà noite, apás o jantar, acabamos nos encontrando no jardim do hotel e tivemos a oportunidade de conversarmos mais descontraidamente. A cerveja ajudou um pouco e fui me aprofundando sobre a vida dela e ela sobre a minha.rnrnPerguntei sobre a impressão que tive sobre sua expressão e foi quando ela me disse que estava noiva, que iria se casar dentro de um mês, mas que estava infeliz porque seu noivo não transava com ela fazia uns 2 anos. Indaguei-a sobre o porquê casar nessa situação e ela me disse que o rapaz era um cara bom e que sexo não era o principal em uma relação. Mais do que depressa resolvi arriscar e lhe disse: ?-Pode não ser o principal, mas toda mulher tem um animal dentro de si e cabe ao homem fazê-lo despertar e alimentá-lo com prazer!?, seguido de uma piscadela. Ela, surpresa com tamanha ousadia, desconversou, disse que já era tarde e subiu para o quarto que dividia com outra colega.rnrnNo dia seguinte, o último do evento, fiquei sabendo que teríamos como encerramento um churrasco à beira da piscina seguido de uma balada no salão de festas. Fiquei bem animado com a possibilidade de encontrar Vivian e ter uma ?noite de despedida?.rnrnNão a encontrei durante o dia todo para poder jogar mais umas ideias nela. No churrasco não a tinha visto até que ela chegou na mesa em que eu estava e puxou conversa, com aquela mesma discrição e frieza da reunião.rnrnPerto da meia noite, abriram o salão do hotel para a balada. A festa estava átima, todos estávamos nos divertindo, Vivian inclusive.rnrnEla vestia uma calça jeans e uma blusa roxa naquele estilo de sempre, comportada e discreta. Eu também estava de jeans e com uma camisa polo mais justa, gosto pois faço esportes e tenho o corpo atlético.rnrnQuando Vivian entrou o salão, fui logo cumprimentá-la e percebi um olhar diferente, mais sensual e provocativo. Começamos a conversar e me prontifiquei de pagar-lhe uma bebida, ela aceitou. A festa rolava solta, estávamos nos divertindo com um grupo de colegas quando começou a tocar um xote. Vivian fora puxada por um colega para dançar e eu dancei com outra garota, gostosinha por sinal. Quando terminou a música, percebi que Vivian estava solta no salão, foi quando a puxei para dançar a práximarnrnmúsica e para minha surpresa ela tomou a iniciativa e encaixou minha coxa por entre as suas, ficando com o seu rosto recostado sobre meu peito.rnrnNaquele momento senti que meu pau deu sinal de vida e percebi que ela também tinha sentido. Dançamos em um clima gostoso, onde pude sentir que o animal dentro daquela mulher estava despertando.rnrnO xote acabou e começou o axé, nesse instante Vivian olhando dentro dos meus olhos me disse: ?-Vou ao banheiro.?, e dando as costas p mim saiu em direção ao W.C.rnrnPronto! Essa era a deixa! Esperei ela sair do salão e fui atrás dela.rnrnEla estava parada perto da porta do banheiro feminino, olhando para o jardim, quando me aproximei por trás dela e disse baixinho em seu ouvido: ?-Venha comigo.?, ao mesmo tempo em que peguei na sua mão e a puxei para o elevador com destino ao meu quarto.rnrnLogo que entramos no elevador fui beijando sua boca, deliciosa por sinal, e apalpando cada centímetro do seu corpo, sendo recompensado com gemidos....hummm....enquanto ela se contorcia toda. Nesse momento ela disse baixinho ao meu ouvido: ?-Estou louca de tesão por você! Quero dar muito hoje!?rnrnEntramos no quarto e fui logo tirando sua blusa e calça. Deitei-a na cama e comecei a beijar seu pescoço. Sua respiração estava ofegante e ela me apertava como se quisesse arrancar um pedaço de mim de tanto tesão que sentia.rnrnTirei seu sutiã e os deliciosos peitinhos, empinadinhos e com o biquinho durinho, saltaram à minha frente. Abocanhei-os como um filhote sedento por leite, enquanto acariciava a sua buceta por cima da calcinha. Vivian começou a gemer mais alto.....aiiiii...hummmm.....e eu fui ficando com o pau ainda mais duro.rnrnFui logo beijando seu pescoço, barriga, coxas e a virei de costas, nesse momento segurei sua calcinha e a tirei com a boca! Vivian se contorcia toda enquanto empinava sua bundinha em minha direção, e que bunda gostosa, oferecendo seu cuzinho e sua buceta para a minha boca.rnrnNão me fiz de rogado e fui logo enfiando a língua em seu cuzinho e buceta. O prazer estava de volta à vida daquela mulher que gemia alto. Sua buceta estava molhadíssima, uma delícia de se chupada!rnrnInvertemos de posição e ela tirou minha calça e abocanhou meu pau, que mais parecia um mastro. Como se fosse a última vez que ela fosse trepar, chupou feito uma vagabunda. Quase gozei na sua boca, mas aguentei firme e a coloquei de quatro. A visão era explendorosa! Posicionei meu pau na porta da buceta de Vivian que gemia e me pedia: ?-Vai me come! Eu quero você dentro de mim, vem alimentar meu animal com seu pau!?, enquanto eu pincelava cada pedacinho daquela buceta encharcada de tesão! Fui enfiando meu pau até o talo e comecei as estocadas, nesse momento Vivian indagou: ?-Nossa, pareço uma puta!?, e eu completei: ?-Então vem minha putinha cearense, rebola gostoso na minha pica e mata sua vontade!?.rnrnVivian gemia, urrava, gritava alto de tanto tesão! Quando ela estava quase gozando aumentei o rítimo e ela num grito súbito de prazer.......ahhhhhhhhhhhhh......gozou gostoso junto comigo!rnrnFicamos alguns segundos imáveis, com os corpos suados deitados na cama, quando percebi que minha pica ainda estava dura. Parti para o segundo round, prontamente Vivian aceitou, acho que queria tirar o atraso de 2 anos naquela noite!rnrnTransamos até o amanhecer, de todas as formas. Vivian sá não me deu seu cuzinho, mas me fez gozar na cara dela feito uma vagabunda!rnrnPouco antes de Vivian sair do quarto, ela me perguntou se podia bater uma siririca pra mim quando estivesse carente. Respondi que sá aceitaria se ela siriricasse a quantidadernrnde vezes que a fiz gozar naquela noite....ela sorriu e a fiz gozar pela última vez com um tradicional papai-mamãe!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comi uma gringa gostosa conto eroticoa buceta de Qierçiacontos eroticos 5 aninhosdepilando a minha tia gravida contos eroticosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de mulheres da rua dormindocontos chupei o cu do cachorrohetero chavecando o cunhado xvideconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcolocando devagar na bundinha vestidinhoContos eroticos pauzudo rasgou meu cuzinhocontos coroas as quetasVou contar como meu marido virou cornotirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandecontos espiando sogra de madrugadacontos esposa deu pro sobrinhoenrabado dormindo acordei gosteiCasa da maite erotico tia bebadacontos gay dei para um anndarilho roludoconto erotico enteada brincadoporno pulando carnaval com a tia conto erotico minha esteada gravidaconto erotico "maior que do meu marido"contoeroticos namorada doidaconto erotico amazonas gayconto erotico inserto po acasoconto erotico bi comendo o cunhado e a irmãcontos eroticos comi a amiga drogada da minha mulher chupou o pau no karatê ele gozar na cara delacontos eroticos roludo fudendo gravida dormindome comeu aindanovinhaFoderam gente contos tennscontos eróticos novinha no ônibusContos Eróticos vi minha amiga sendo emrabada pelo maridão bem dotado fiquei com muito tesãocontos de cú de madrinhafeia (contos eróticos)contos erotoco menininha na trilhaConto erotico tirou o cabaco da casadinhacontos erotico ela trai o maridonovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôfoto de sexo conto eroticos da minha sobrinha pimentinha parti 1http://quero conhecer adolecente peitinhos bem durinho e buceta Porno conto ponheta da casada buzala pediu eu gosei no cu delacontoseroticosdeincesto/irmaoeirmacontos eroticos sequestrocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaMeu irmão foi carinhoso comigo contos eroticoscaminhoneiro grisalho fode novinha no caminhãocontos bund 130cmContos eroticos curtinhos sogra sondando a cadela lambendo o pau do genrocontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesmenina matuta conto eroticihistoria erotica irmão dopa irmãconto sexo fred passa vara barnycontos de cú de madrinhacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eroticos jingridsou eteto mbte contoscontos gay chorei no pau do coroacontos de cú de irmà da igrejadei a buceta pra não me entregarem contos reaisminha visinha medica. Casada contoscontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadenetinha safada adora sentar no colo do vovô contos eroticosencaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contosContos eroticos amorosa amigaconto erotico relacionamento virtualcomi minha madrinha na casa dela contosContos fui castradoconto, fodida pelo vovô e primos nas fériasminha filha chantagista contoscontos eroticos gay mentalcontos eróticos da casa da irmã queridasobrinho punheta contoele era um lindo anjoprofessora novinha e senha resolvi dar o c******minha esposa me contou suas aventuras sexuaisSou casada fodida contochupada inesperadacasa dos contos eroticos com piscineiro taradovideos de pau ficqndo ficando durocontos eroticos sequestro